Mobile menu

KudoZ ....PT-PT ou PT-BR....
Thread poster: xxxncfialho
xxxncfialho  Identity Verified
Local time: 09:53
German to Portuguese
+ ...
May 31, 2003

Olá a todos/as,
não achavam melhor indicar nas perguntas Kudoz se a resposta deveria ser dada para PT-PT ou PT-BR?

Natália


Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 09:53
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
Tem razão May 31, 2003

mas ninguém ou só alguns o fazem.
Trata-se de uma velha questão sem solução à vista...
Cumprimentos
Gabriela


Direct link Reply with quote
 

Maria Luisa Duarte  Identity Verified
Spain
Local time: 10:53
English to Portuguese
+ ...
O português na América May 31, 2003

Um pouco de historia neste Sábado à tarde:

A língua portuguesa, que tem como orígem a modalidade falada do latim, desenvolveu-se na costa oeste da Península Ibérica (atuais Portugal e região espanhola da Galiza, ou Galícia) incluída na província romana da Lusitânia. A partir de 218 a.C., com a invasão romana da península, e até o século IX, a língua falada na região é o romance, uma variante do latim que constitui um estágio intermediário entre o latim vulgar e as línguas latinas modernas (português, castelhano, francês, etc.).

Durante o período de 409 d.C. a 711, povos de origem germânica instalam-se na Península Ibérica. O efeito dessas migrações na língua falada pela população não é uniforme, iniciando um processo de diferenciação regional. O rompimento definitivo da uniformidade linguística da península irá ocorrer mais tarde, levando à formação de línguas bem diferenciadas. Algumas influências dessa época persistem no vocabulário do português moderno em termos como roubar, guerrear e branco

A partir de 711, com a invasão moura da Península Ibérica, o árabe é adotado como língua oficial nas regiões conquistadas, mas a população continua a falar o romance. Algumas contribuições dessa época ao vocabulário português atual são arroz, alface, alicate e refém.

No período que vai do século IX (surgimento dos primeiros documentos latino-portugueses) ao XI, considerado uma época de transição, alguns termos portugueses aparecem nos textos em latim, mas o português (ou mais precisamente o seu antecessor, o galego-português) é essencialmente apenas falado na Lusitânia

História da língua portuguesa no Brasil

No início da colonização portuguesa no Brasil (a partir da descoberta em 1500), o tupi (mais precisamente, o tupinambá, uma língua do litoral brasileiro da família tupi-guarani) foi usado como língua geral na colônia, ao lado do português, principalmente graças aos padres jesuítas que haviam estudado e difundido a língua. Em 1757, a utilização do tupi foi proibida por uma Provisão Real; mas, a essa altura, já estava sendo suplantado pelo português em virtude da chegada de muitos imigrantes da metrópole. Com a expulsão dos jesuítas em 1759, o português fixou-se definitivamente como o idioma do Brasil. Da língua indígena o português herdou palavras ligadas à flora e à fauna (abacaxi, mandioca, caju, tatu, piranha), bem como nomes próprios e geográficos.

Com o fluxo de escravos trazidos da África, a língua falada na colônia recebeu novas contribuições. A influência africana no português do Brasil, que em alguns casos propagou-se também à Europa, veio principalmente do iorubá, falado pelos negros vindos da Nigéria (vocabulário ligado à religião e à cozinha afrobrasileiras), e do quimbundo angolano (palavras como caçula, moleque e samba).

Um novo afastamento entre o português americano e o europeu aconteceu quando a língua falada no Brasil colonial não acompanhou as mudanças ocorridas no falar português (principalmente por influência francesa) durante o século XVIII, mantendo-se fiel, basicamente, à maneira de pronunciar da época da descoberta. Uma reaproximação ocorreu entre 1808 e 1821, quando a familia real portuguesa, em razão da invasao do país pelas tropas de Napoleão Bonaparte, tranferiu-se para o Brasil com toda sua corte, ocasionando um reaportuguesamento intenso da língua falada nas grandes cidades.

Após a independência (1822), o português falado no Brasil sofreu influências de imigrantes europeus que se instalaram no centro e sul do país. Isso explica certas modalidades de pronúncia e algumas mudanças superficiais de léxico que existem entre as regiões do Brasil, que variam de acordo com o fluxo migratório que cada uma recebeu.

No século XX, a distância entre as variantes portuguesa e brasileira do português aumentou em razão dos avanços tecnológicos do período: não existindo um procedimento unificado para a incorporação de novos termos à língua, certas palavras passaram a ter formas diferentes nos dois países (comboio e trem, autocarro e ônibus, pedágio e portagem). Além disso, o individualismo e nacionalismo que caracterizam o movimento romântico do início do século intensificaram o projeto de criação de uma literatura nacional expressa na variedade brasileira da língua portuguesa, argumento retomado pelos modernistas que defendiam, em 1922, a necessidade de romper com os modelos tradicionais portugueses e privilegiar as peculiaridades do falar brasileiro. A abertura conquistada pelos modernistas consagrou literariamente a norma brasileira.

Zonas dialectais brasileiras
A fala popular brasileira apresenta uma relativa unidade, maior ainda do que a da portuguesa, o que surpreende em se tratando de um pais tão vasto. A comparação das variedades dialectais brasileiras com as portuguesas leva à conclusão de que aquelas representam em conjunto um sincretismo destas, já que quase todos os traços regionais ou do português padrão europeu que não aparecem na língua culta brasileira sao encontrados em algum dialeto do Brasil.

A insuficiência de informações rigorosamente científicas sobre as diferenças que separam as variedades regionais existentes no Brasil não permite classificá-las em bases semelhantes às que foram adotadas na classificacão dos dialetos do português europeu. Existe, em caráter provisório, uma proposta de classificação de conjunto que se baseia - como no caso do português europeu - em diferenças de pronúncia (basicamente no grau de abertura na pronúncia das vogais, como em pEgar, onde o "e" pode ser aberto ou fechado, e na cadência da fala). Segundo essa proposta, é possível distinguir dois grupos de dialetos brasileiros: o do Norte e o do Sul. Pode-se distinguir no Norte duas variedades: amazônica e nordestina. E, no Sul, quatro: baiana, fluminense, mineira e sulina.


Direct link Reply with quote
 

Maribel Cascão  Identity Verified
Portugal
Local time: 09:53
English to Portuguese
+ ...
pois é ... a velha história May 31, 2003

Não vale a pena chatearmo-nos po causa disso, quem tem vontade de ajudar fá-lo sempre, e com mais um clique no perfil da pessoa que coloca a questão ficamos a saber qual é o seu país de origem (ou pelo menos quase sempre...) Para quem já cá anda há alguns anos é mais fácil, pois já vai identificando e conhecendo os colegas e os idiomas para os quais traduzem.Bom trabalho a todos!

Direct link Reply with quote
 
António Ribeiro  Identity Verified
Local time: 18:53
English to Portuguese
+ ...
Referência Jun 1, 2003

Maria Luisa Duarte wrote:

Um pouco de historia neste Sábado à tarde:





Leitura muitissimo interessante mas, falta a referência. Não se importa?

António (com ó aberto!!!!)


Direct link Reply with quote
 

Maria Luisa Duarte  Identity Verified
Spain
Local time: 10:53
English to Portuguese
+ ...
A Língua Portuguesa Jun 1, 2003

Caros colegas!

Como deveria ter feito inicialmente aqui vai a referência do site:

http://www.terravista.pt/FerNoronha/2030/

um abraço

MLD


Direct link Reply with quote
 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

KudoZ ....PT-PT ou PT-BR....

Advanced search






SDL MultiTerm 2017
Guarantee a unified, consistent and high-quality translation with terminology software by the industry leaders.

SDL MultiTerm 2017 allows translators to create one central location to store and manage multilingual terminology, and with SDL MultiTerm Extract 2017 you can automatically create term lists from your existing documentation to save time.

More info »
WordFinder
The words you want Anywhere, Anytime

WordFinder is the market's fastest and easiest way of finding the right word, term, translation or synonym in one or more dictionaries. In our assortment you can choose among more than 120 dictionaries in 15 languages from leading publishers.

More info »



All of ProZ.com
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs