Mobile menu

Off topic: A FORMAÇÃO EM TRADUÇÃO
Thread poster: Maria Luisa Duarte

Maria Luisa Duarte  Identity Verified
Spain
Local time: 16:10
English to Portuguese
+ ...
Sep 10, 2003

Ol√° a todos!
Hoje um pouco de informação sobre a nossa profissão.
Um abraço
MLD

H√° dois s√©culos que se traduz intensamente em Portugal, mas s√≥ h√° uma d√©cada, d√©cada e meia, se fala no assunto em p√ļblico. E a maioria dos tradutores em Portugal, ao longo dos tempos, n√£o tem forma√ß√£o em tradu√ß√£o. Outra quest√£o pr√©via, e pol√©mica, √© saber se a tradu√ß√£o cient√≠fica e t√©cnica pede uma forma√ß√£o diferente da liter√°ria.

Fazem-se tradu√ß√Ķes como recurso para refor√ßar o or√ßamento ou enquanto se espera a grande oportunidade. E tamb√©m h√° os que se iniciam na escrita liter√°ria atrav√©s das tradu√ß√Ķes e, mais tarde, ao darem o salto para o estrelato, omitem sistematicamente essa fase da vida, como se fosse algo de que se envergonham...S√£o estas atitudes que contribuem para o desprest√≠gio da actividade, tanto a n√≠vel dos editores e do p√ļblico que multiplica estas opini√Ķes, como do pr√≥prio tradutor que assim demonstra uma bem frouxa auto-estima.
Outro factor histórico que terá contribuído para este estado de coisas é a nossa tradição de pouca exigência no ensino e conhecimento das línguas estrangeiras, resultando numa inconsciência confrangedora em relação aos requisitos do acto de traduzir.
H√° que reconhecer um progresso nas √ļltimas duas d√©cadas. A actividade e a profiss√£o ganharam prest√≠gio, nomeadamente porque se cumpriu o desejo de Herculano - os "eruditos" passaram a interessar-se pela tradu√ß√£o - , h√° apoios institucionais de peso, a Universidade ocupou algum espa√ßo da forma√ß√£o, e isto sem desprimor para Escolas pioneiras donde sa√≠ram as primeiras gera√ß√Ķes.

A formação de tradutores envolve, pelo menos, três vertentes.
- uma ideia de tradução, que deve ter por base: a) uma forte consciência da língua, do lastro das palavras, da história e do tempo "agarrado" às palavras; b) a sensibilidade à construção do sentido a nível da frase e do texto, para o que os dicionários são manifestamente insuficientes; c) o conhecimento de que qualquer tradução vem preencher lacunas e necessidades da cultura de chegada, pelo que não é uma actividade tão secundária como se julga.
- uma concepção de tradutor, que tem vindo a evoluir lentamente no sentido da sua visibilidade e consequente responsabilidade; assistimos hoje a uma relativa dessacralização do original, do que resulta que o tradutor é cada vez menos servo do texto de partida, cada vez mais criador de um novo texto, de novas palavras e de novas ideias, ou seja, um factor de evolução.
- uma ideia de forma√ß√£o, da qual decorre o respectivo enquadramento institucional. Esta vertente, por√©m, ao contr√°rio das anteriores, levanta as maiores interroga√ß√Ķes. Pode-se, de facto, ensinar a traduzir? O que √© que √© ensin√°vel em tradu√ß√£o? Como nas artes e no desporto, por exemplo, a exist√™ncia de certas capacidades, dons ou talentos, como lhe queiramos chamar, ajuda muito... De qualquer modo, podem-se adquirir conhecimentos nas muitas √°reas que se cruzam na tradu√ß√£o, e podem-se treinar as v√°rias compet√™ncias envolvidas.
No essencial, a formação de tradutores consiste numa caminhada de consciencialização àcerca da natureza e da função da actividade que se vai desenvolver. Tudo o que sirva para reforçar a auto-estima, a visibilidade e o sentido da responsabilidade do tradutor, levando-o a sentir-se cada vez mais autor, é de promover.

O Plano de Estudos que ocupa os cinco anos (dez semestres) da Especialização em Tradução do Curso "Língua Portuguesa + Línguas Estrangeiras Aplicadas", da Universidade Católica Portuguesa, pólo de Lisboa. Tentando uma sistematização por três grandes áreas:

Competência linguística
a) Línguas: Inglês (10 semestres) + 2ª língua estrangeira (10 sem.)
b) Conhecimento científico da língua e do texto
An√°lise Textual - 4 sem.
Linguística Contrastiva - 2 sem.
c) Terminologia tem√°tica
Linguagens Específicas - 2 sem. (Economia e Direito)
Tradução Especializada - 2 sem.

Competência cultural e literária nas três línguas
a) Cultura Portuguesa - 2 sem.
Literatura Portuguesa (sec. XIX e XX) - 2 sem.
Cultura Inglesa - 2 sem.
Cultura da Outra Língua Estrangeira - 2 sem.
b) Competência cultural especializada
Institui√ß√Ķes de Direito P√ļblico - 1 sem.
Introdução à Economia - 1 sem.
Economia Internacional/Comércio Internacional - 1 sem.

Formação específica da área da tradução
Tradução Generalista - 1 sem. por cada língua
História da Tradução - 1 sem.
Teorias da Tradução I e II - 4 sem.
Tradução em Portugal - 2 sem.
Crítica da Tradução - 2 sem.
Tradução Literária - 2 sem.
Tradução Especializada - 2 sem.
Projecto (Semin√°rio) - 2 sem.

a Tradu√ß√£o em Portugal justifica-se plenamente pelo facto de ser a cultura portuguesa aquela em que os estudantes v√£o trabalhar, pelo que convem ter uma perspectiva hist√≥rica da sua actividade; a Cr√≠tica da Tradu√ß√£o destina-se a treinar uma das poss√≠veis vertentes da actua√ß√£o do tradutor, a de cr√≠tico, sobretudo num pa√≠s onde, a n√≠vel dos meios de comunica√ß√£o social n√£o existe cr√≠tica de tradu√ß√£o, apenas praticada, e raramente, dentro da Universidade; finalmente o Projecto pretende levar os alunos a planear e executar uma tradu√ß√£o completa (n√£o liter√°ria), em todas as fases do processo, at√© √† sua publica√ß√£o. Acrescente-se que em todas estas cadeiras se pratica sempre a tradu√ß√£o, a partir dos textos em estudo - e seguindo um m√©todo: explica√ß√£o de conte√ļdos, levantamento de dificuldades, sua explica√ß√£o e propostas de solu√ß√£o, s√≥ depois se passando √† escrita.

Estas matérias são o cimento, a base da prática da tradução. O resto, que é quase tudo, tem o tradutor de fazer por si próprio, incluindo a redacção irrepreensível em português. Os alunos sabem, desde o início do curso, que o tradutor, tal como o professor, o médico ou o advogado, pode ter completado uma formação básica, mas, na aldeia global cujo lema é a mudança e a inovação a um ritmo vertiginoso, terá de ser toda a vida um estudante, um investigador e um criador.

(Representa√ß√£o da Comiss√£o Europeia em Portugal (SdT) ‚ÄďUniversidade Cat√≥lica)


Direct link Reply with quote
 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

A FORMAÇÃO EM TRADUÇÃO

Advanced search






Wordfast Pro
Translation Memory Software for Any Platform

Exclusive discount for ProZ.com users! Save over 13% when purchasing Wordfast Pro through ProZ.com. Wordfast is the world's #1 provider of platform-independent Translation Memory software. Consistently ranked the most user-friendly and highest value

More info »
Anycount & Translation Office 3000
Translation Office 3000

Translation Office 3000 is an advanced accounting tool for freelance translators and small agencies. TO3000 easily and seamlessly integrates with the business life of professional freelance translators.

More info »



All of ProZ.com
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs