Mobile menu

Off topic: Falar português é dar a volta ao mundo!
Thread poster: Maria Luisa Duarte

Maria Luisa Duarte  Identity Verified
Spain
Local time: 09:01
English to Portuguese
+ ...
Jan 7, 2004

Caros colegas!

Aproveito uma vez mais este espaço para compartir com todos um pouco da história da nossa língua e também para desejar um feliz 2004 com muito trabalho.
Um abraço
MLD

O português europeu:

N√£o se sabe exactamente em que medida o portugu√™s europeu ter√° sido influenciado, na sua evolu√ß√£o, pelo fen√≥meno da expans√£o ultramarina (para al√©m dos vocabul√°rios ex√≥ticos acolheu um n√ļmero consider√°vel de arabismos, por contactos no Oriente e no norte de √Āfrica). Prossegue o movimento de regulariza√ß√£o das estruturas gramaticais que vinha do portugu√™s medieval, a l√≠ngua da corte (entenda-se: de Lisboa) √© apresentada pelos gram√°ticos como padr√£o lingu√≠stico, a l√≠ngua de grandes escritores (Cam√Ķes, p. ex.) adquire uma projec√ß√£o exemplar, o l√©xico enriquece-se com importa√ß√Ķes do latim e do grego, vindas directamente ou atrav√©s do castelhano.
No plano oral, os dialectos desenham um mapa muito semelhante ao moderno: dialectos mais diferenciados e conservadores a norte das Beiras, mais nivelados no sul do pa√≠s e nos arquip√©lagos da Madeira e dos A√ßores. Enquanto no norte se mant√©m o sistema das quatro sibilantes, prevalece no sul (e na pron√ļncia padr√£o) o sistema simplificado de duas sibilantes predorsais; esta oposi√ß√£o √© refor√ßada por algumas diferen√ßas de comportamento a n√≠vel do vocalismo.
√Č pelo s√©c. XVII que se generaliza em Portugal um fen√≥meno de eleva√ß√£o das vogais fechadas e e o em posi√ß√£o pret√≥nica, que passam a ser pronunciadas respectivamente como e mudo [@] e como [u] e que, modernamente, chegam mesmo a desaparecer. Pode ser que esta eleva√ß√£o tivesse ra√≠zes medievais; afinal, j√° ocorrera com o ‚Äďo em posi√ß√£o final. Mas quando se generaliza no reino, j√° estava instalada no Brasil uma variedade anterior a esta evolu√ß√£o, raz√£o por que palavras como metodologia soam diferentemente em bocas portuguesas e brasileiras, sendo estas as mais conservadoras.
Mant√©m-se viva a distin√ß√£o antiga entre a fricativa palatal surda [Ň°], representada pela grafia x, e a africada correspondente [tŇ°], escrita com ch. S√≥ no s√©c. XVIII, e apenas nos dialectos do sul, esta africada desapareceria.
√Č neste mesmo s√©culo que o ‚Äďs em posi√ß√£o final (de s√≠laba ou enunciado) adquire a sua actual pron√ļncia palatal, a qual parece ter sido levada para o Brasil pela corte de D. Jo√£o VI, onde afectou apenas o dialecto da capital.
O som do portugu√™s europeu n√£o sofreu, depois disto, altera√ß√Ķes significativas, para l√° de uma tend√™ncia, que talvez n√£o seja t√£o moderna como parece, para articular fracamente as vogais √°tonas, o que tem efeitos sobre a estrutura das s√≠labas e o remate dos voc√°bulos.

Fora da Europa, o português teve dois tipos específicos de actuação:

a) ainda no s√©c. XVI, instalou-se com dialectos transplantados de Portugal em territ√≥rios como o Brasil e a √ćndia, onde teve desenvolvimentos pr√≥prios, com grande autonomia em rela√ß√£o √† variedade europeia, chegando aos nossos dias com plena vitalidade no primeiro caso e em estado de rel√≠quia no segundo;

b) ao longo do litoral africano e asi√°tico, associou-se a l√≠nguas locais para produzir pidgins e crioulos, possivelmente segundo uma matriz √ļnica (um protocrioulo portugu√™s) que explicaria as semelhan√ßas entre l√≠nguas que nunca tiveram contacto. Este processo deu, como resultados modernos, a situa√ß√£o lingu√≠stica de Cabo Verde, Guin√©-Bissau, S√£o Tom√© e certas √°reas do √ćndico.

Este processo de crioulização também ocorreu no Brasil, mas uma maciça imigração europeia, constante desde o séc. XVI até ao XX, levou a que prevalecesse o primeiro tipo. O mesmo aconteceu ao Angola e em Moçambique, com a imigração do séc. XIX e XX.

As duas variantes principais, a europeia e a brasileira, oferecem desde logo uma possibilidade de escolha diversificada a quem se decidir pela sua aprendizagem. Os temperamentos mais resolutos ser√£o atra√≠dos pelo vigor conson√Ęntico do portugu√™s europeu, que seduz com falsas sonoridades eslavas, enquanto os mais sens√≠veis √† musicalidade da l√≠ngua preferir√£o o "portugu√™s com a√ß√ļcar" falado no Brasil.

Em ambos os casos, aprender português significa também aprender um pouco de várias outras línguas. Do árabe a línguas africanas, como o quimbundo, ou a línguas ameríndias, como o tupi, todas deixaram marcas ainda hoje presentes. Por outro lado, algumas dezenas de palavras japonesas de uso corrente são de origem portuguesa, porque foram portugueses os primeiros europeus a chegar ao Japão. Falar português é dar a volta ao mundo.

Aprendendo portugu√™s, ser√° capaz de pronunciar correctamente nomes que fazem parte do patrim√≥nio universal: de Vasco da Gama a Fern√£o de Magalh√£es, de Lu√≠s de Cam√Ķes a Fernando Pessoa ou Jos√© Saramago.
¬© Instituto Cam√Ķes, 2001


Direct link Reply with quote
 

Harry Bornemann  Identity Verified
Mexico
English to German
+ ...
Muito interessante Jan 7, 2004

..but I will never be able to speak or understand any type of spoken Portuguese

Obrigado,
Harry


Direct link Reply with quote
 
rhandler  Identity Verified
Local time: 05:01
Spanish to Portuguese
+ ...
Ainda assim, tem mais CURRY do que CARIL Jan 11, 2004

√Č triste ver que os esfor√ßos dos navegadores portugueses dos s√©culos XV e XVI, abrindo novas rotas para buscar no Oriente as especiarias que a Europa reclamava, embora tenham implantado no Jap√£o palavras como "tempura" (tempero) e "arigat√ī" (obrigado), n√£o hajam logrado o mesmo sucesso entre n√≥s, nem mesmo em Portugal. Pois, foram aqueles navegadores que trouxeram da √ćndia o pozinho amarelo chamado "caril", grafia portuguesa para um certo som em tamil (significando molho). Ainda assim, predomina a grafia em ingl√™s, "curry", at√© mesmo em Portugal. Uma consulta ao Google retorna 1660 ocorr√™ncias para "caril" e 1990 para "curry", em s√≠tios portugueses, em portugu√™s.

E, como esta, outras. Outro dia, aqui no ProZ, pediram a tradução ao português de "hanukkah". A sugestão "chanucá" foi desprezada em favor de "hanukkah"


Direct link Reply with quote
 

MLeiria  Identity Verified
Portugal
Local time: 08:01
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
H√° "curry" e "Curry" :) Jan 24, 2004

rhandler wrote:

Ainda assim, predomina a grafia em inglês, "curry", até mesmo em Portugal. Uma consulta ao Google retorna 1660 ocorrências para "caril" e 1990 para "curry", em sítios portugueses, em português.


Os meus cumprimentos, colega, mas devo realçar que em Portugal existe um Hospital Curry Cabral que está a provocar boa parte dessas ocorrências. Posso garantir-lhe que, no dia a dia, ninguém aqui usa "curry" no lugar de "caril".


Direct link Reply with quote
 
Lorenzo Lilli  Identity Verified
Local time: 09:01
German to Italian
+ ...
Obrigado Jan 25, 2004

Obrigado MLD, foi muito interessante. Sobre Saramago: acho o suo √ļltimo livro (O homem duplicado) extraordin√°rio.

Direct link Reply with quote
 
Ant√≥nio Ribeiro  Identity Verified
Local time: 18:01
English to Portuguese
+ ...
Viva o CARIL de camar√£o !!!!!!! Jan 29, 2004

[quote]rhandler wrote:

Ainda assim, predomina a grafia em inglês, "curry", até mesmo em Portugal. Uma consulta ao Google retorna 1660 ocorrências para "caril" e 1990 para "curry", em sítios portugueses, em português.



Em Portugal, os portugueses dizem, e sempre disseram, caril. Para fazer afirma√ß√Ķes com a que o rhandler fez √© preciso saber-se o que se est√° a dizer. Um pergunta, j√° alguma vez esteve em Portugal? Se esteve, alguma vez viu um menu de restaurante? Quantas vezes encontrou o prato "curry" de camar√£o? Certamente nenhuma!!!

O Google NÃO é a "biblia". Mais uma vez errou.

Alguns exemplos das tais ocorrências de curry em português, e em sítios portugueses (!!!!!!!!!!!!!):

- Fisionetjornal - [ Translate this page ]
... como objectivo divulgar um estudo de investigação de tipo experimental a decorrer
no serviço de Medicina Física e Reabilitação do Hospital Curry Cabral.
www.fisiopraxis.pt/fnj/dez8b.html - 35k - Cached - Similar pages

- Temas de Tese - [ Translate this page ]
... de tipos simples para o cálculo lambda - Lógica proposicional intuicionista -
Sistemas de dedu√ß√£o natural - Isomorfismo de Curry-Howard - Aplica√ß√Ķes e ...
www.ncc.up.pt/~nam/tias0304.html - 15k - Cached - Similar pages

- PortugalGay.PT - Festival de Cinema Gay & Lésbico de Lisboa ... - [ Translate this page ]
21:30 (2¬ļ Filme) Cinemateca Portuguesa The Rocky Horror Picture Show Realizador:
Jim Sharman Actores: Tim Curry, Susan Sarandon, Barry Bostwick, Richard O ...
www.portugalgay.pt/lxfilmfest/2003/f4.asp - 101k - Cached - Similar pages

- 27th Algarve International Music Festival - [ Translate this page ]
Sunday, June 8 ‚Äď 9.30 PM ALBUFEIRA ‚Äď Main Church ACCENTUS AUSTRIA Markus Forster,
countertenor James Curry, tenor Bernd Lambauer, tenor Albert Pesendorfer ...
www.rtalgarve.pt/EN/EventosRTA/Eventos2003/ 27FIMA/programa.asp - 47k - Cached - Similar pages

- BAD - Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e ... - [ Translate this page ]
... Froehlich. Censorship in libraries: a management tighrope Ann Curry.
A decisão ética no trabalho de informação Antonieta Vigário.
www.apbad.pt/psumario_cadernos.htm - 29k - Cached - Similar pages

Nas primeiras 50 ocorrências que tive paciência de verificar, só 3 dizem respeito a comida, sendo a primeira delas uma tradução inglesa de uma ementa em português, e naturalmente caril vem traduzido como curry. Ver:

Portugal - Meals Home Delivery in the area of Lisbon - [ Translate this page ]
... 10.00 - 19.00hr 21 316 09 38 Source/Fonte: A-Guia Comidinha (A) 30-minute home
delivery of pizzas, fish ('bacalhau', octopus, prawn curry ...), meat (steaks ...
www.portugalvirtual.pt/0/8077dat1.html - 50k - Cached - Similar pages

Enfim, o rhandler falou por falar, no seu estilo habitual de ...

António Ribeiro


Direct link Reply with quote
 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

Falar português é dar a volta ao mundo!

Advanced search






WordFinder
The words you want Anywhere, Anytime

WordFinder is the market's fastest and easiest way of finding the right word, term, translation or synonym in one or more dictionaries. In our assortment you can choose among more than 120 dictionaries in 15 languages from leading publishers.

More info »
Wordfast Pro
Translation Memory Software for Any Platform

Exclusive discount for ProZ.com users! Save over 13% when purchasing Wordfast Pro through ProZ.com. Wordfast is the world's #1 provider of platform-independent Translation Memory software. Consistently ranked the most user-friendly and highest value

More info »



All of ProZ.com
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs