Vamos ter de aturar todos os anónimos mal educados que aparecem por aqui?
Thread poster: António Ribeiro
Ant√≥nio Ribeiro  Identity Verified
Local time: 06:58
English to Portuguese
+ ...
Apr 25, 2005

Será que vamos continuar a aceitar que senhores como o "private_brazilian_interest" (oops, é politicamente incorrecto citar os nomes das pessoas!!!!) continuem a infestar o ProZ? E nem sequer fala português!

Ver: http://www.proz.com/kudoz/1011399


Direct link Reply with quote
 

Tom√°s Rosa Bueno  Identity Verified
Brazil
Local time: 17:58
English to Portuguese
+ ...
Anonymous askers are NOT forbidden Apr 25, 2005

Sorry for writing in English, but I want other moderators to be able to read this.

Let's get one thing straight: Proz rules *do not* forbid anonymous askers. Simple etiquette does forbid being rude to an asker just because he chose not to disclose his name. "Brazilian_private_interest", as he called himself, asked a perfectly legitimate Portuguese to English question, and he does not have to speak Portuguese to have the right to post a question in this pair - nor in any other, for that matter.

This harassing of anonymous askers in the Portuguese SC has got to stop. We have many problems to solve, and anonymous posters are *not* one of them. From now on, I am going to take active measures against this campaign.

You have a problem with anonymous posters, discuss it in the fora, and try and change Proz rules. Do *not* make comments about it in the fields provided for offering help.

Thank you,

Tom√°s Rosa Bueno
Kudoz Moderator EN>PT


Direct link Reply with quote
 

Claudia Iglesias  Identity Verified
Chile
Local time: 16:58
Member (2002)
Spanish to French
+ ...
Allow me to answer in English Apr 25, 2005

Hello António

I'd like to make clearer some points that seem to have been misunderstood.

There have been many discussions in fora about anonymous askers.
There is currently one in which some members request not to allow askers who have no profile but for now

1) Askers with no profile are allowed to ask
2) Askers (members or not) have the right to chose a nickname of their choice.

There have also been requests not to allow nicknames, but the answer was that some members have good reasons not to show their identity in Internet and that I can say that my name is Paulo Coelho and you wouldn't be able to say if it's true or not.

If you don't like the name chosen by a new member or guest asker, you could contact the person (or the moderator could do so if the asker has no profile). But the only thing you can do is explain to that person why his/her name makes you react in that way. Nothing in the rules forbids that. Of course, if the name chosen is insulting and the person didn't understand the explanations given by the moderator to chose another name we could ask some member of staff of what could be done in that particular case.

I'd like to ask you not to put links to questions in order to discuss the questions, the answers, the answerers, etc.

I've just seen that Tomas has already answered, I'm glad for that.

Henry has always said that he wants his place to be welcoming. Please, read the rules, if the question respects the rules but you dislike something that is not against the rules, ignore the question and analyse the problem and make suggestions to avoid that problem, which could mean that the rules have to be changed, but do not be agressive with people who ask legitimate questions.

Thank you

Claudia


[Edited at 2005-04-25 03:36]


Direct link Reply with quote
 
Ant√≥nio Ribeiro  Identity Verified
Local time: 06:58
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Vamos ter de aturar todos os anónimos mal educados que aparecem por aqui? -2 Apr 25, 2005

Contrariamente à decisão do Tomás eu vou escrever em português porque entendo que sendo este um fórum dedicado à nossa língua é nela que nos devemos expressar.

Em primeiro lugar, quero esclarecer os estimados moderadores que tiveram a gentileza de me indicar algumas das regras do ProZ em relação às quais eu não sou contra. Compreendo muito bem que certas pessoas não estejam dispostas a se inscreverem formalmente no ProZ e que também, por diversos motivos pessoais, não se queiram identificar pelo seu nome real.

Eu pr√≥prio j√° fiz parte de uma campanha contra os chamados an√≥nimos levada a cabo por muitos colegas dos pares de portugu√™s. Como √© √≥bvio, foi uma campanha sem resultados pr√°ticos pois apesar de tudo, √© sempre poss√≠vel fazer uma inscri√ß√£o formal no ProZ sem dar o m√≠nimo de dados verdadeiros e de verifica√ß√£o imposs√≠vel. E um exemplo disto, √© o nome usado por algu√©m com muito pouco esp√≠rito profissional e que foi (ou est√° a ser) objecto de uma recente participa√ß√£o minha neste mesmo f√≥rum. A prop√≥sito, se nada for feito a este respeito, esperem por nomes mais ‚Äúbonitos‚ÄĚ e ‚Äúexplicitos‚ÄĚ. Quem o fez a primeira vez, certamente n√£o ter√° problema em o repetir.

Portanto, a quest√£o dos an√≥nimos j√° n√£o me surpreende. O que me surpreende √© a atitude dos referidos moderadores em me criticarem e chamarem √† aten√ß√£o de uma coisa que eu n√£o fiz. Ambos moderadores basearam as suas criticas nas regras do ProZ. Nas duas participa√ß√Ķes, pode-se ver ampla refer√™ncia a ‚ÄúProZ.com rules *do not* forbid anonymous askers. Simple etiquette does forbid being rude to an asker just because he chose not to disclose his name.‚ÄĚ, ‚Äú1) Askers with no profile are allowed to ask‚ÄĚ, ‚Äú2) Askers (members or not) have the right to chose a nickname of their choice.‚ÄĚ, ‚Äú

Nenhum deles refere o assunto principal da minha intervenção, ou seja, a má educação do consulente, regra básica de qualquer comunidade incluindo o ProZ.

Outra regra que também não foi observada pelo mesmo consulente foi o pedir a tradução de uma frase com nada menos do que 17 palavras, e não um termo com uma ou duas palavras.

Como podem verificar na pergunta em quest√£o, nem eu nem nenhum dos outros colegas que respoderam, tivemos algum problema em o ajudar com o termo requerido ‚Äúhomem paqueador‚ÄĚ. O problema s√≥ surgiu depois do coment√°rio feito pelo sr private_brazilian_interest ao encerrar a pregunta.

Mas, o problema n√£o acabou a√≠ como podem tamb√©m observar. Mesmo o moderador do par Ingl√™s>Portugu√™s n√£o escapou √† ‚Äúdelicadeza‚ÄĚ do tal senhor.


António Ribeiro
Austr√°lia


Direct link Reply with quote
 

Sormane Fitzgerald Gomes  Identity Verified
United States
Local time: 16:58
Member (2004)
Portuguese to English
+ ...
Algumas palavras. Apr 25, 2005

Estou um pouco ocupado com trabalho e sem muito tempo para editar o que estou escrevendo aqui, por isso me desculpem se parece meio rabiscado, mas queria escrever algo de qualquer forma, pois sempre lamento a falta de participação dos membros de português no fórum.

Estou escrevendo aqui em português, porque como diz o António, esse é o fórum dedicado ao português. Em outra ocasião, quando escrevi em inglês no fórum de alemão (embora tivesse pedido mil desculpas a todos quando o fiz) fui severamente criticado pelo moderador (e-mail particular e tudo mais). Mais um exemplo de que as regras do ProZ variam de acordo com quem as aplica e a quem elas são aplicadas. Bom, mas isso é outro assunto.

Eu particularmente n√£o tenho nada contra an√īnimos, pessoas sem perfil totalmente preenchido, etc. Estou mais preocupado com a necessidade do consulente, na dificuldade da pergunta e se posso ou n√£o ajudar. Sinceramente prefiro um an√īnimo perguntando algo interessante ou trabalhoso de traduzir do que um membro com um perfil cheio de informa√ß√£o perguntando asneiras. Geralmente quando algo me incomoda eu passo para a pergunta seguinte e ponto final. O ProZ, como j√° disse o Tom√°s, n√£o estabelece nenhuma regra a esse respeito, portanto, n√£o acho que nenhum membro tenha o direito de exigir isso. J√° vi muitos casos em que a pessoa mal chegou, ainda est√° se acostumando com as fun√ß√Ķes do site e √© bombardeada de cara com coment√°rios ir√īnicos e grosseiros sobre seu perfil ou falta dele. Na minha opini√£o, isso s√≥ desencoraja membros novos a participarem e tornarem-se parte da comunidade. Passa uma imagem ruim do grupo principalmente se tratando de profissionais. A √ļltima coisa que gostaria que acontecesse por aqui √© que KudoZ virasse esse clubinho de 15-20 pessoas se sentindo donos do peda√ßo e ditando suas pr√≥prias regras.

Concordo com o António em dois pontos:

1) A pessoa, an√īnima ou n√£o, se aproveitou do seu status de an√īnimo e foi grosseiro com todo mundo, inclusive com o moderador, que para mim, √© o desaforo maior quando n√£o se respeita nem um moderador; √© essa a parte das cr√≠ticas do Ant√≥nio com a qual concordo. Esse tipo de comportamento, sim, deve ser combatido. Principalmente quando a pessoa no caso, segundo ela mesma, j√° √© um membro antigo que sugere em outros pares, e na minha opini√£o, deveria saber que essa n√£o √© a forma certa de se comportar por aqui. Estamos aqui para ajudar uns aos outros e n√£o para sermos insultados. Vale salientar que me refiro aqui a ataques pessoas e n√£o cr√≠ticas pertinentes e apropriadas no que diz respeito √† sugest√Ķes e quest√Ķes ling√ľ√≠sticas. Percebo que muitas vezes o pessoal confunde as duas coisas.

2) A pergunta tamb√©m era muito grande e isso o Ant√≥nio tamb√©m tem raz√£o. Ela era maior do que o permitido pelas regras do KudoZ. Dois membros sugeriram uma tradu√ß√£o para o termo principal, mas mesmo assim, o consulente insistiu que queria a tradu√ß√£o inteira da frase. Antigamente, as pessoas com pontos suficientes resolviam isso sem precisar se comunicar com o moderador. Mas como agora, no meio de tantas inova√ß√Ķes, desapareceram com o bot√£o ‚Äėsquash‚Äô a coisa vai ficar ainda mais dif√≠cil ou no m√≠nimo mais lenta de se resolver. J√° vi muitos casos em que as pessoas responderam uma pergunta com muitas palavras sem problema,sem reclamar, com um sorriso enorme...e em outros casos, deram o squash, criticaram quem sugeriu algo; um inferno...ou seja, o julgamento √© de acordo com a lua...alguns membros decidem essas coisas caso por caso, e isso, na minha opini√£o, n√£o ajuda muito os moderadores ou os membros que est√£o tentando apaziguar a situa√ß√£o e seguir as regras estabelecidas.

Enfim eis a minha contribuição por aqui. Uma boa semana para todos.


[Edited at 2005-04-25 16:39]


Direct link Reply with quote
 

Claudia Iglesias  Identity Verified
Chile
Local time: 16:58
Member (2002)
Spanish to French
+ ...
Answers and comments Apr 25, 2005

Dear Sormane

I wish I was able to answer to you in Portuguese, but I also feel happy to understand quite well, although some words remain a mistery and I might get the meaning only roughly.
If I read António’s first posting right
Será que vamos continuar a aceitar que senhores como o "private_brazilian_interest" (oops, é politicamente incorrecto citar os nomes das pessoas!!!!) continuem a infestar o ProZ? E nem sequer fala português!

he criticizes two points: anonymous asker (or using a name that doesn’t please him) and the fact that this asker doesn’t speak Portuguese.
I think that Tom√°s and me understood exactly the same thing and that explains that our answers are similar.
In António’s second posting he talks about the points on which you agree with him, and I’m going to comment on them later.
I’d like to quote the things to which I agree particularly in your post:
como j√° disse o Tom√°s, n√£o estabelece nenhuma regra a esse respeito, portanto, n√£o acho que nenhum membro tenha o direito de exigir isso

isso só desencoraja membros novos a participarem e tornarem-se parte da comunidade



Dear António

Eu próprio já fiz parte de uma campanha contra os chamados anónimos levada a cabo por muitos colegas dos pares de português. Como é óbvio, foi uma campanha sem resultados práticos pois apesar de tudo, é sempre possível fazer uma inscrição formal no ProZ.com sem dar o mínimo de dados verdadeiros e de verificação impossível.

Proz.com is always listening to comments, remarks, critics, in order to improve. Proz.com staff doesn’t understand Portuguese or almost any of the languages represented in the non English forums. The best place to make suggestions are: the Suggestions forum, the KudoZ, and the Forum forums. Of course Portuguese speaking mods can also voice their concerns in the moderators forum where we are asked for our opinions. Make sure you’re heard.
E um exemplo disto, √© o nome usado por algu√©m com muito pouco esp√≠rito profissional e que foi (ou est√° a ser) objecto de uma recente participa√ß√£o minha neste mesmo f√≥rum. A prop√≥sito, se nada for feito a este respeito, esperem por nomes mais ‚Äúbonitos‚ÄĚ e ‚Äúexplicitos‚ÄĚ. Quem o fez a primeira vez, certamente n√£o ter√° problema em o repetir.

António, you got answers almost immediately to your request and something is being done. I agree that if something is felt like insulting by members of the community, even if there are no rules something should be done, but I don’t agree on the way some people want to deal with these problems.
I answered to your first posting referring to what you said in it. Later you gave other reasons for complaining and I can answer to them too, but don’t say that
Nenhum deles refere o assunto principal da minha intervenção, ou seja, a má educação do consulente, regra básica de qualquer comunidade incluindo o ProZ.com.
, because you hadn’t mentioned that in your first posting.
First, this asker started having unpleasant remarks before answering in a bad manner.
Then, I think that there is a big misunderstanding.
Tom√°s Rosa Bueno: {MOD NOTE} I'd like to get one thing straight once and for all: anonymous askers are NOT forbidden in Proz. Harassing askers IS forbidden in Proz. [Del]
Asker: Firstly: "Harassing askers ARE forbidden on Proz." And secondly I wonder: "Are harassing answerers like Antonio, Deborah or Tomas welcome on Proz?" It is indeed ridiculous - the sentence was extremely easy and also very short. Therefore: Please stop to harass the askers and just shut up!

The correction that the Asker makes shows how he understood Tomas’ sentence. He understood that Tomas was against him. O.K., asker is aggressive, impolite, and reacts defensively, I won’t defend him, but I understand that previous attacks have helped that situation.
Staff knows who the asker is, and we can ask him not to log out for asking in other pairs, but please consider also how he was welcomed.
Outra regra que também não foi observada pelo mesmo consulente foi o pedir a tradução de uma frase com nada menos do que 17 palavras, e não um termo com uma ou duas palavras.

You’re right, but the difficulty was on one term. It could have been squashed by a moderator if it had not received any answer yet.

Como podem verificar na pergunta em quest√£o, nem eu nem nenhum dos outros colegas que respoderam, tivemos algum problema em o ajudar com o termo requerido ‚Äúhomem paqueador‚ÄĚ. O problema s√≥ surgiu depois do coment√°rio feito pelo sr private_brazilian_interest ao encerrar a pregunta.

I hope my comments help to understand how it could be felt from the other side.

Mas, o problema n√£o acabou a√≠ como podem tamb√©m observar. Mesmo o moderador do par Ingl√™s>Portugu√™s n√£o escapou √† ‚Äúdelicadeza‚ÄĚ do tal senhor.

I already answered to this. There was a misunderstanding.
Once again, your complaints might be legitimate, but there are many ways to solve the problems and we have to chose the most peaceful ones.

Claudia


[Edited at 2005-04-25 15:09]


Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 21:58
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
A língua portuguesa neste fórum Apr 25, 2005

Caro Sormane,

Nunca critiquei nenhum colega por escrever em inglês neste fórum.

A √ļnica coisa que j√° pedi foi para utilizarem o portugu√™s, por haver colegas que n√£o sabem ingl√™s.
E ainda hoje recebi 2 telefonemas de colegas a levantarem esta esta quest√£o.

Estou profundamente convencida de que o ProZ nunca ser√° nunca um clube de 15/20 pessoas, porque o n√ļmero de membros - realmente profissionais - √© muito superior.

Bom trabalho
Gabriela



Sormane Gomes wrote:

Estou um pouco ocupado com trabalho e sem muito tempo para editar o que estou escrevendo aqui, por isso me desculpem se parece meio rabiscado, mas queria escrever algo de qualquer forma, pois sempre lamento a falta de participação dos membros de português no fórum.

Estou escrevendo aqui em português, porque como diz o António, esse é o fórum dedicado ao português. Em outra ocasião, quando escrevi em inglês no fórum de alemão (embora tivesse pedido mil desculpas a todos quando o fiz) fui severamente criticado pelo moderador (e-mail particular e tudo mais). Mais um exemplo de que as regras do ProZ variam de acordo com quem as aplica e a quem elas são aplicadas. Bom, mas isso é outro assunto.

Eu particularmente n√£o tenho nada contra an√īnimos, pessoas sem perfil totalmente preenchido, etc. Estou mais preocupado com a necessidade do consulente, na dificuldade da pergunta e se posso ou n√£o ajudar. Sinceramente prefiro um an√īnimo perguntando algo interessante ou trabalhoso de traduzir do que um membro com um perfil cheio de informa√ß√£o perguntando asneiras. Geralmente quando algo me incomoda eu passo para a pergunta seguinte e ponto final. O ProZ, como j√° disse o Tom√°s, n√£o estabelece nenhuma regra a esse respeito, portanto, n√£o acho que nenhum membro tenha o direito de exigir isso. J√° vi muitos casos em que a pessoa mal chegou, ainda est√° se acostumando com as fun√ß√Ķes do site e √© bombardeada de cara com coment√°rios ir√īnicos e grosseiros sobre seu perfil ou falta dele. Na minha opini√£o, isso s√≥ desencoraja membros novos a participarem e tornarem-se parte da comunidade. Passa uma imagem ruim do grupo principalmente se tratando de profissionais. A √ļltima coisa que gostaria que acontecesse por aqui √© que KudoZ virasse esse clubinho de 15-20 pessoas se sentindo donos do peda√ßo e ditando suas pr√≥prias regras.

Concordo com o António em dois pontos:

1) A pessoa, an√īnima ou n√£o, se aproveitou do seu status de an√īnimo e foi grosseiro com todo mundo, inclusive com o moderador, que para mim, √© o desaforo maior quando n√£o se respeita nem um moderador; √© essa a parte das cr√≠ticas do Ant√≥nio com a qual concordo. Esse tipo de comportamento, sim, deve ser combatido. Principalmente quando a pessoa no caso, segundo ela mesma, j√° √© um membro antigo que sugere em outros pares, e na minha opini√£o, deveria saber que essa n√£o √© a forma certa de se comportar por aqui. Estamos aqui para ajudar uns aos outros e n√£o para sermos insultados. Vale salientar que me refiro aqui a ataques pessoas e n√£o cr√≠ticas pertinentes e apropriadas no que diz respeito √† sugest√Ķes e quest√Ķes ling√ľ√≠sticas. Percebo que muitas vezes o pessoal confunde as duas coisas.

2) A pergunta tamb√©m era muito grande e isso o Ant√≥nio tamb√©m tem raz√£o. Ela era maior do que o permitido pelas regras do KudoZ. Dois membros sugeriram uma tradu√ß√£o para o termo principal, mas mesmo assim, o consulente insistiu que queria a tradu√ß√£o inteira da frase. Antigamente, as pessoas com pontos suficientes resolviam isso sem precisar se comunicar com o moderador. Mas como agora, no meio de tantas inova√ß√Ķes, desapareceram com o bot√£o ‚Äėsquash‚Äô a coisa vai ficar ainda mais dif√≠cil ou no m√≠nimo mais lenta de se resolver. J√° vi muitos casos em que as pessoas responderam uma pergunta com muitas palavras sem problema,sem reclamar, com um sorriso enorme...e em outros casos, deram o squash, criticaram quem sugeriu algo; um inferno...ou seja, o julgamento √© de acordo com a lua...alguns membros decidem essas coisas caso por caso, e isso, na minha opini√£o, n√£o ajuda muito os moderadores ou os membros que est√£o tentando apaziguar a situa√ß√£o e seguir as regras estabelecidas.

Enfim eis a minha contribuição por aqui. Uma boa semana para todos.


[Edited at 2005-04-25 16:39]


Direct link Reply with quote
 

Sormane Fitzgerald Gomes  Identity Verified
United States
Local time: 16:58
Member (2004)
Portuguese to English
+ ...
Acho que n√£o fui bem entendido... Apr 25, 2005

...e n√£o entendi a mensagem direcionada para mim.


Caro Sormane,

Nunca critiquei nenhum colega por escrever em inglês neste fórum.

A √ļnica coisa que j√° pedi foi para utilizarem o portugu√™s, por haver colegas que n√£o sabem ingl√™s.
E ainda hoje recebi 2 telefonemas de colegas a levantarem esta esta quest√£o.


Grabriela, em lugar nenhum da minha mensagem eu falei ou sugeri isso. N√£o falei absolutamente nada sobre suas decis√Ķes neste f√≥rum. Expliquei o que aconteceu comigo no f√≥rum de alem√£o. Por isso comentei aqui que iria escrever em portugu√™s...como se diz no Brasil..."gato escaldado tem medo de √°gua fria".


Estou profundamente convencida de que o ProZ.com nunca ser√° nunca um clube de 15/20 pessoas, porque o n√ļmero de membros - realmente profissionais - √© muito superior.



Referi-me ao KudoZ e ao grupo pequeno de 15-20 pessoas que est√° sempre respondendo perguntas e ditando "regras" e n√£o ao ProZ que trata-se de uma comunidade bem maior de muita gente que muitas vezes nem se envolve com o KudoZ.


Sormane

[Edited at 2005-04-25 19:50]


Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 21:58
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
N√£o houve nenhum mal-entendido, Somane Apr 26, 2005

apenas apoiei o facto de voc√™ ter escrito em portugu√™s e expliquei as raz√Ķes.

Tem raz√£o quando refere que s√£o sempre os mesmos a responder √†s perguntas. Mas uma ¬ęandorinha n√£o faz a Primavera¬Ľ - nem dita regras...

Sauda√ß√Ķes
Gabriela



Sormane Gomes wrote:

...e n√£o entendi a mensagem direcionada para mim.


Caro Sormane,

Nunca critiquei nenhum colega por escrever em inglês neste fórum.

A √ļnica coisa que j√° pedi foi para utilizarem o portugu√™s, por haver colegas que n√£o sabem ingl√™s.
E ainda hoje recebi 2 telefonemas de colegas a levantarem esta quest√£o.


Grabriela, em lugar nenhum da minha mensagem eu falei ou sugeri isso. N√£o falei absolutamente nada sobre suas decis√Ķes neste f√≥rum. Expliquei o que aconteceu comigo no f√≥rum de alem√£o. Por isso comentei aqui que iria escrever em portugu√™s...como se diz no Brasil..."gato escaldado tem medo de √°gua fria".


Estou profundamente convencida de que o ProZ.com nunca ser√° nunca um clube de 15/20 pessoas, porque o n√ļmero de membros - realmente profissionais - √© muito superior.



Referi-me ao KudoZ e ao grupo pequeno de 15-20 pessoas que est√° sempre respondendo perguntas e ditando "regras" e n√£o ao ProZ que trata-se de uma comunidade bem maior de muita gente que muitas vezes nem se envolve com o KudoZ.


Sormane

[Edited at 2005-04-25 19:50]


Direct link Reply with quote
 
Ant√≥nio Ribeiro  Identity Verified
Local time: 06:58
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Vamos ter de aturar todos os anónimos mal educados que aparecem por aqui? -3 Apr 26, 2005

Cara Claudia,

Obrigado pelos seus coment√°rios. Contudo n√£o quero deixar passar a oportunidade de rebater o seguinte:

I answered to your first posting referring to what you said in it. Later you gave other reasons for complaining and I can answer to them too, but don’t say that
Nenhum deles refere o assunto principal da minha intervenção, ou seja, a má educação do consulente, regra básica de qualquer comunidade incluindo o ProZ.com.
, because you hadn’t mentioned that in your first posting.

O t√≠tulo da minha participa√ß√£o nesta discu√ß√£o √© bem claro e creio que n√£o deixa d√ļvidas sobre a raz√£o porque a comecei. Tudo o resto foi para indicar a pergunta onde o problema surgiu.

[Quote]but please consider also how he was welcomed.[/Qoute]

Francamente, não percebo aonde é que deseja chegar. O dito senhor fez uma pergunta e obteve de imediato duas respostas. Tudo o resto veio a seguir por iniciativa dele.

I hope my comments help to understand how it could be felt from the other side.


Não há nada para compreender. O referido senhor é mal educado e, ponto final.

António Ribeiro

[Edited at 2005-04-26 10:57]

[Edited at 2005-04-26 10:57]


Direct link Reply with quote
 

Mónica Machado
United Kingdom
Local time: 21:58
English to Portuguese
+ ...
sugest√£o Apr 26, 2005

Ol√° a todos,

Eu, para além da sugestão que apresentei sobre este mesmo tema em http://www.proz.com/topic/31581, gostaría de sugerir uma discussão mais alargada sobre esta temática.

Por exemplo, por que raz√£o esta discuss√£o foi vista por duzentas e tal pessoas (o pr√≥prio PROZ indica isto) e s√≥ meia-d√ļzia √© que comentou?

Se essa an√°lise fosse feita e se essas duzentas e tal pessoas dessem a sua opini√£o e fossem ouvidas, talvez se pudesse evoluir para algo mais concreto e se pudesse ent√£o tentar mudar alguma coisa.

J√° que o PROZ est√° t√£o aberto a todos os de fora seria bom incentivar os da profiss√£o a participarem mais. Assim ganhar√≠amos todos. √Č que o PROZ faz-se, tamb√©m, com a participa√ß√£o de tradutores.

Aqui fica a sugest√£o.

Bom trabalho a todos
Mónica


Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 21:58
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
√Č simples de concluir, Apr 26, 2005

Mónica, que:

a ¬ęUni√£o n√£o faz a for√ßa¬Ľ

o lema dos 3 mosqueteiros caiu completamente em desuso.

esta discuss√£o s√≥ interessa realmente aos profissionais, porque em rela√ß√£o a todos os outros, o ProZ serve apenas de dicion√°rio online para quem n√£o quer perder tempo em buscas e, em minutos, ter acesso a um lote de sugest√Ķes - que nem sempre s√£o as mais adequadas, mas v√£o servindo para "resenrascar".

Um dia destes publico neste f√≥rum algumas ¬ęp√©rolas¬Ľ de tradu√ß√£o de manuais de instru√ß√Ķes de aparelhos que comprei c√° para casa.

Se alguns colegas colaborarem vai certamente ser um off-topic anti-stress...

Um abraço da,
Gabriela


Mónica Machado wrote:

Ol√° a todos,

Eu, para além da sugestão que apresentei sobre este mesmo tema em http://www.proz.com/topic/31581, gostaría de sugerir uma discussão mais alargada sobre esta temática.

Por exemplo, por que raz√£o esta discuss√£o foi vista por duzentas e tal pessoas (o pr√≥prio PROZ indica isto) e s√≥ meia-d√ļzia √© que comentou?

Se essa an√°lise fosse feita e se essas duzentas e tal pessoas dessem a sua opini√£o e fossem ouvidas, talvez se pudesse evoluir para algo mais concreto e se pudesse ent√£o tentar mudar alguma coisa.

J√° que o PROZ est√° t√£o aberto a todos os de fora seria bom incentivar os da profiss√£o a participarem mais. Assim ganhar√≠amos todos. √Č que o PROZ faz-se, tamb√©m, com a participa√ß√£o de tradutores.

Aqui fica a sugest√£o.

Bom trabalho a todos
Mónica


Direct link Reply with quote
 

Sormane Fitzgerald Gomes  Identity Verified
United States
Local time: 16:58
Member (2004)
Portuguese to English
+ ...
Concordo 100%. Apr 26, 2005



Por exemplo, por que raz√£o esta discuss√£o foi vista por duzentas e tal pessoas (o pr√≥prio PROZ indica isto) e s√≥ meia-d√ļzia √© que comentou?

Se essa an√°lise fosse feita e se essas duzentas e tal pessoas dessem a sua opini√£o e fossem ouvidas, talvez se pudesse evoluir para algo mais concreto e se pudesse ent√£o tentar mudar alguma coisa.

J√° que o PROZ est√° t√£o aberto a todos os de fora seria bom incentivar os da profiss√£o a participarem mais. Assim ganhar√≠amos todos. √Č que o PROZ faz-se, tamb√©m, com a participa√ß√£o de tradutores.

Aqui fica a sugest√£o.

Bom trabalho a todos
Mónica



Peço desculpas por desviar do assunto iniciado, mas concordo plenamente. Se a participação fosse maior por aqui, com certeza ganharíamos muito com isso em todos os sentidos. Já falei isso várias vezes e nada. Vejo por exemplo outros fóruns bastante ativos e aqui raramente discutimos alguma coisa. Faço tudo que posso para participar, mesmo quando estou ocupado. Gostaria que as pessoas se esforçassem para fazer o mesmo. Pelo menos em casos como esse de interesse geral e para o bem de todos.


Sormane


[Edited at 2005-04-26 20:04]


Direct link Reply with quote
 
Ant√≥nio Ribeiro  Identity Verified
Local time: 06:58
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Vamos ter de aturar....? SIM! May 2, 2005

Uma semana depois da pergunta ter sido feita, nada de positivo transpareceu do "clube" dos moderadores.

Por consequência, depreende-se que a resposta é no sentido afirmativo e que o ProZ continuará a consentir a participação de de gente mal educada.

António Ribeiro
Austr√°lia


Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 21:58
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
Creio que se est√° a fazer alguma coisa May 2, 2005

- pelo menos é o que penso.
Vamos ter que ter paci√™ncia e aguardar os acontecimentos/decis√Ķes
E, por ora, é tudo o que me apraz dizer.
Um abraço
Gabriela


António Ribeiro wrote:

Uma semana depois da pergunta ter sido feita, nada de positivo transpareceu do "clube" dos moderadores.

Por consequência, depreende-se que a resposta é no sentido afirmativo e que o ProZ continuará a consentir a participação de de gente mal educada.

António Ribeiro
Austr√°lia


Direct link Reply with quote
 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

Vamos ter de aturar todos os anónimos mal educados que aparecem por aqui?

Advanced search






SDL Trados Studio 2017 Freelance
The leading translation software used by over 250,000 translators.

SDL Trados Studio 2017 helps translators increase translation productivity whilst ensuring quality. Combining translation memory, terminology management and machine translation in one simple and easy-to-use environment.

More info »
Across v6.3
Translation Toolkit and Sales Potential under One Roof

Apart from features that enable you to translate more efficiently, the new Across Translator Edition v6.3 comprises your crossMarket membership. The new online network for Across users assists you in exploring new sales potential and generating revenue.

More info »



Forums
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs
  • Forums