Mobile menu

PT do Brasil e PT Europeu ( as diferenças)
Thread poster: Paulo Celestino Guimaraes

Paulo Celestino Guimaraes  Identity Verified
Brazil
Local time: 04:50
Member (2001)
English to Portuguese
+ ...
Jun 8, 2002

A propósito das palavras e as expressões que faz a diferença entre o Português Europeu e o do Brasil, há pouco saiu na imprensa brasileira um bom exemplo disso.



Nossa língua lusitana (com tradução)

Um desaire, pá!, assim se pode qualificar o malogro lusitano na peleja da

jornada matutina de ontem. É verdade que a equipa empenhou-se na busca da

viragem, mas os estadunidenses, fechadinhos na carapaça, deram um figo ao Figo

e triunfaram incontestavelmente. O guarda-redes teve lá suas fífias, o Rui

Costa foi pouco interventivo como municiador, e o João Pinto e o avançado

Pauleta andaram em profunda crise anímica. Nem o Sérgio Conceição teve muita

gênica. A sonhadora falange de apoio esperava túneis, cabritas, golos de encher

a vista, mas o que se viu, isto sim, foi a tradicional camisola verde-rubra

desonrada. A massa adepta pensava que o selecionado estaria na posição cimeira,

mas divide o rabo da bicha com os polônios. É gira isto ou não é?





Agora a tradução: (para o chamado Português do Brasil)



A maior decepção, meu! Não tem outro jeito de falar da derrota de Portugal. É

verdade que eles tentaram a virada, mas os americanos, retrancadinhos lá atrás,

não tomaram conhecimento do Figo e venceram mole, mole. O goleiro andou

bobeando, o Rui Costa fez poucos lançamentos, e o João Pinto e o atacante

Pauleta estavam desligadões. Nem o Sérgio Conceição mostrou a energia de

sempre. O pessoal das padarias esperava bolas por debaixo das pernas, chapéus e

gols, mas nada, o time não honrou a camisa. A torcida achava que a seleção

estaria em primeiro lugar na tabela, mas agora divide a lanterninha com a

Polônia. Coisa de louco!



Fonte: JOSÉ ROBERTO TORERO



Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 06:50
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
Não é bem português lusitano Jun 8, 2002

Lamento desapontá-lo, mas o texto que transcreve não é lusitano.



Não usamos, por exemplo, estadunidenses (americanos); polônios (polacos); massa adepta (apoiantes, adeptos); cabritas (?); municiador (?), gira (giro).



Por conseguinte, não é bem um exemplo típico. E é pena porque até está bem escrito.



Quote:


On 2002-06-08 16:38, PauloCel wrote:

A propósito das palavras e as expressões que faz a diferença entre o Português Europeu e o do Brasil, há pouco saiu na imprensa brasileira um bom exemplo disso.



Nossa língua lusitana (com tradução)

Um desaire, pá!, assim se pode qualificar o malogro lusitano na peleja da

jornada matutina de ontem. É verdade que a equipa empenhou-se na busca da

viragem, mas os estadunidenses, fechadinhos na carapaça, deram um figo ao Figo

e triunfaram incontestavelmente. O guarda-redes teve lá suas fífias, o Rui

Costa foi pouco interventivo como municiador, e o João Pinto e o avançado

Pauleta andaram em profunda crise anímica. Nem o Sérgio Conceição teve muita

gênica. A sonhadora falange de apoio esperava túneis, cabritas, golos de encher

a vista, mas o que se viu, isto sim, foi a tradicional camisola verde-rubra

desonrada. A massa adepta pensava que o selecionado estaria na posição cimeira,

mas divide o rabo da bicha com os polônios. É gira isto ou não é?





Agora a tradução: (para o chamado Português do Brasil)



A maior decepção, meu! Não tem outro jeito de falar da derrota de Portugal. É

verdade que eles tentaram a virada, mas os americanos, retrancadinhos lá atrás,

não tomaram conhecimento do Figo e venceram mole, mole. O goleiro andou

bobeando, o Rui Costa fez poucos lançamentos, e o João Pinto e o atacante

Pauleta estavam desligadões. Nem o Sérgio Conceição mostrou a energia de

sempre. O pessoal das padarias esperava bolas por debaixo das pernas, chapéus e

gols, mas nada, o time não honrou a camisa. A torcida achava que a seleção

estaria em primeiro lugar na tabela, mas agora divide a lanterninha com a

Polônia. Coisa de louco!



Fonte: JOSÉ ROBERTO TORERO





Direct link Reply with quote
 

Paulo Celestino Guimaraes  Identity Verified
Brazil
Local time: 04:50
Member (2001)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
o texto que transcreve não é lusitano Jun 8, 2002

Gabriela,



Muito boa a sua observação, e minha intenção ao postar esta mensagem foi provocar algum tipo de manifestação e reação pois este texto divulgado por um jornal de grande circulação está sendo citado por todos os cantos como um bom exemplo das diferenças... que a propósito não vejo realmente tão apenas como diferenças mas sim como as nossas riquezas. Acredito que temos muito a contribuir um e outro lado e ganhamos todos com este intercâmbio.



Cordialmente,



Paulo



[quote]

On 2002-06-08 19:50, gfrazao wrote:

Lamento desapontá-lo, mas o texto que transcreve não é lusitano.



Não usamos, por exemplo, estadunidenses (americanos); polônios (polacos); massa adepta (apoiantes, adeptos); cabritas (?); municiador (?), gira (giro).



Por conseguinte, não é bem um exemplo típico. E é pena porque até está bem escrito.





Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 06:50
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
Pois é ... Jun 9, 2002

O jornal/jornalista devia ter mais consciência sobre o que escreve.

Como tem algumas expressões que se usam em Portugal, é possível que os leitores achem \"pilhas\" de graça.

Mas, na realidade, ninguém em Portugal escreveria assim.

E continue atento.

Gabriela


Direct link Reply with quote
 

Paulo Celestino Guimaraes  Identity Verified
Brazil
Local time: 04:50
Member (2001)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Obrigado por esclarecer Jun 9, 2002

Ao que tudo indica então o jornalista quis mais é fazer \'gracinhas\' e a intenção dele foi, infelizmente, como de costume, fazer piada sobre assunto que considero sério.

Ao postar essa mensagem, a minha intenção era confirmar se estes tipos de expressões e palavras são de uso corrente em Portugal.

Nada mais do que isto.



Obrigado pelo esclarecimento,



Paulo



Quote:


On 2002-06-09 00:54, gfrazao wrote:

O jornal/jornalista devia ter mais consciência sobre o que escreve.

Como tem algumas expressões que se usam em Portugal, é possível que os leitores achem \"pilhas\" de graça.

Mas, na realidade, ninguém em Portugal escreveria assim.

E continue atento.

Gabriela



Direct link Reply with quote
 

Paul Dixon  Identity Verified
Brazil
Local time: 04:50
Portuguese to English
+ ...
Sites Apr 19, 2010

Para entender a diferença entre os variantes de português lusitano e brasileiro, consulte os sites:

http://www.alzirazulmira.com/diferencas.htm

http://www.youtube.com/watch?v=YcuwpzBZce8&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=RicJ54xLrv0&feature=related


Direct link Reply with quote
 

Paula Borges  Identity Verified
Brazil
Local time: 04:50
Member (2010)
English to Portuguese
+ ...
As diferenças Apr 19, 2010

As diferenças são sempre muito interessantes, e um intercâmbio sobre um assunto só pode ter consequências positivas. Existem diferenças significativas entre o português europeu e o brasileiro, assim como temos grandes diferenças entre regiões e até mesmo gerações tanto no Brasil quanto em Portugal.

Direct link Reply with quote
 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

PT do Brasil e PT Europeu ( as diferenças)

Advanced search






TMreserve
Wake up in the Morning and see that you have sold TMs and made Money overnight



The TM Market Place for Translators
New: Our Instant TM Download
TM owners: Upload your TMs into the online database
Customers: Analyse your text & instantly download a text-specific TM
Well over 1.2 BILLION translation units

More info »
WordFinder
The words you want Anywhere, Anytime

WordFinder is the market's fastest and easiest way of finding the right word, term, translation or synonym in one or more dictionaries. In our assortment you can choose among more than 120 dictionaries in 15 languages from leading publishers.

More info »



All of ProZ.com
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs