Mobile menu

Pages in topic:   [1 2] >
Trabalhadores Independentes - Aumento Segurança Social (Portugal)
Thread poster: Gabriela Frazao

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 02:52
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
Aug 12, 2005

Caros Colegas,

Embora não seja uma boa notícia, alerto-vos para o facto de ter havido um aumento da contribuição para a Segurança Social para os que estão no regime de «Trabalhadores Independentes».

No pagamento referente ao mês de Julho já me cobraram Euro 142,76, ou seja, um aumento de 50%.

A minha contribuição baseia-se no salário mínimo nacional e não sei qual é o aumento no caso de outros acordos específicos.

Como há dúvidas de interpretação quanto ao prazo de entrada em vigor do decreto-lei, penso que será melhor cada um informar-se no centro de segurança social da sua área de residência.

Saudações
Gabriela


Direct link Reply with quote
 

Ana Medeiros  Identity Verified
Portugal
Local time: 02:52
English to Portuguese
+ ...
Valor a pagar Aug 13, 2005

[quote]Gabriela Frazao wrote:


No pagamento referente ao mês de Julho já me cobraram Euro 142,76, ou seja, um aumento de 50%.

A minha contribuição baseia-se no salário mínimo nacional e não sei qual é o aumento no caso de outros acordos específicos.



O valor mínimo a pagar à Segurança social é 142,76? Então e o que acontece às pessoas que não conseguem obter receitas equivalentes ao salário mínimo? São obrigadas a pagar esse valor?

Obrigada,

Ana Medeiros


Direct link Reply with quote
 

Sonia Almeida  Identity Verified
Local time: 02:52
English to Portuguese
+ ...
É verdade... Aug 13, 2005

... esse passou a ser o valor mínimo a pagar. O que o Governo alega é que a maioria dos trabalhadores independentes declarava apenas o mínimo a que era obrigado e assim "fugia ao fisco". Com isto pretendem que o valor pago seja mais justo relativamente ao salário que eles acham que um trabalhador independente aufere na realidade. No entanto, também dizem que será possível a um trabalhador independente pagar um valor mensal de segurança social inferior a este... se conseguir provar que ganha menos. Este assunto está longe de ser pacífico, sobretudo no que diz respeito às provas que eles exigem, pelo que sugiro uma ida à respectiva Segurança Social/Repartição de Finanças.

Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 02:52
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Vai ter que perguntar a "eles"... Aug 13, 2005

Olhe, amiga Ana, aí está uma boa pergunta para a qual não faço a mínima ideia como responder.

Posso acrescentar: a resposta que obtive da Segurança Social quando lhes perguntei o que acontecia se não trabalhasse por motivos de saúde, foi: «paga na mesma»...

Um abraço da
Gabriela



[quote]Ana Medeiros wrote:

Gabriela Frazao wrote:


No pagamento referente ao mês de Julho já me cobraram Euro 142,76, ou seja, um aumento de 50%.

A minha contribuição baseia-se no salário mínimo nacional e não sei qual é o aumento no caso de outros acordos específicos.



O valor mínimo a pagar à Segurança social é 142,76? Então e o que acontece às pessoas que não conseguem obter receitas equivalentes ao salário mínimo? São obrigadas a pagar esse valor?

Obrigada,

Ana Medeiros


Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 02:52
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Acho que eles andam a confundir as coisas... Aug 13, 2005

... porque as regalias sociais que temos são iguais a praticamente Zero. E nem sequer termos direito a baixa.

Como sabes, fui sujeita a uma operação este ano e outra no ano passado e a comparticipação da Seg Social foi e é = 0.

No meu caso, falta-me pouco para chegar aos 40 anos de descontos para a Seg. Social, mas claro vou ter que continuar a descontar até aos 65 anos de idade e, porventura, cada vez mais.

Beijinhos
Gabriela


Sónia Almeida wrote:

... esse passou a ser o valor mínimo a pagar. O que o Governo alega é que a maioria dos trabalhadores independentes declarava apenas o mínimo a que era obrigado e assim "fugia ao fisco". Com isto pretendem que o valor pago seja mais justo relativamente ao salário que eles acham que um trabalhador independente aufere na realidade. No entanto, também dizem que será possível a um trabalhador independente pagar um valor mensal de segurança social inferior a este... se conseguir provar que ganha menos. Este assunto está longe de ser pacífico, sobretudo no que diz respeito às provas que eles exigem, pelo que sugiro uma ida à respectiva Segurança Social/Repartição de Finanças.


Direct link Reply with quote
 

Mónica Machado
United Kingdom
Local time: 02:52
English to Portuguese
+ ...
Que pena... Aug 28, 2005

Olá

Que pena que esse aumento extraordinário e bem à portuguesa não sirva para manter o Ciberdúvidas, por exemplo...

Cumprimentos
Mónica Machado


Direct link Reply with quote
 

Marina Oliveira  Identity Verified
Portugal
Local time: 02:52
English to Portuguese
+ ...
Entrada em vigor parece não ser consensual Aug 30, 2005

Gabriela Frazao wrote:

Caros Colegas,

Embora não seja uma boa notícia, alerto-vos para o facto de ter havido um aumento da contribuição para a Segurança Social para os que estão no regime de «Trabalhadores Independentes».

No pagamento referente ao mês de Julho já me cobraram Euro 142,76, ou seja, um aumento de 50%.

A minha contribuição baseia-se no salário mínimo nacional e não sei qual é o aumento no caso de outros acordos específicos.

Como há dúvidas de interpretação quanto ao prazo de entrada em vigor do decreto-lei, penso que será melhor cada um informar-se no centro de segurança social da sua área de residência.

Saudações
Gabriela


Olá a todos,

Por estranho que pareça, eu paguei a prestação referente ao mês de Julho ainda pelo valor anterior, salvo erro, € 96,17. Só espero que não tenha havido engano dos serviços onde paguei, nas Caldas da Rainha, e que não me venham cobrar a diferença mais tarde...

No entanto, avisaram-me que em Setembro, quando pagasse a prestação de Agosto, iria ter uma surpresa (o dito aumento). Não faz muito sentido isto, a entrada em vigor de um diploma é aplicada a todos por igual, quem é que estará 'fora da lei'?

Cumprimentos
Marina


Direct link Reply with quote
 

Mónica Machado
United Kingdom
Local time: 02:52
English to Portuguese
+ ...
Duas interpretações da lei Aug 31, 2005

Olá Marina,

Sim, é verdade. Eu também ainda paguei pelo preço antigo e paguei em Mafra. Mas esta situação de dois preços foi geral por todo o país.

Contactei o meu TOC sobre isto e ao que parece há duas interpretações da lei, por isso alguns postos estão a cobrar o preço antigo e alguns já o novo.

O meu TOC aconselhou-me a falar com ele antes de pagar a próxima mensalidade, com prazo limite de 15 de Setembro e é o que vou fazer.

Depois, não há volta a dar. Temos de pagar o que nos exigirem no momento e depois reaver o dinheiro (??) ou vir a pagar a diferença (quando isso nos for exigido pelos serviços). Isto quando se tiver a certeza sobre a interpretação da lei.

Em suma, o que um país desorganizado não faz por dinheiro!

Bom trabalho a todos e cumprimentos
Mónica Machado


Direct link Reply with quote
 

Ivana de Sousa Santos  Identity Verified
Portugal
Local time: 02:52
French to Portuguese
+ ...
O que eu soube de um contabilista amigo quanto a este assunto Sep 8, 2005

Um contabilista meu amigo disse-me que a lei tem 3 meses para entrar realmente em vigor e que só a partir de Outubro é que se paga o novo valor 142,76€ (isto foi-lhe dito pela SS de Leiria e realmente este mês voltei a pagar os habituais 95,17€). Ficou muito admirado quando lhe disse que tinha colegas que já tinham pago os 142,76€!

No entanto, só começa a pagar este valor quem tiver um rendimento anual 18 vezes superior ao Salário Mìnimo Nacional. Quem não tiver continua na mesma a pagar os 95,17€.

Espero que ajude.
Ivana


Direct link Reply with quote
 

Carla Araújo  Identity Verified
Portugal
Local time: 02:52
English to Portuguese
+ ...
Aplicação a partir do pagamento de Outubro Sep 8, 2005

A minha contabilista informou-se ontem junto dos nossos serviços de segurança social (V. Castelo) e disseram-lhe que o aumento começará a ser aplicado no mês de Outubro (a pagar em Novembro). Entretanto já paguei Julho e Agosto no Multibanco e o valor mantém-se.

Fica aqui o link para o decreto-lei:
https://www.dre.pt/pdfgratis/2005/07/140A00.PDF#page=2


Direct link Reply with quote
 

Mónica Machado
United Kingdom
Local time: 02:52
English to Portuguese
+ ...
Confirmado Sep 17, 2005

Olá Carla,

Sim, a informação que tenho bate certo com a sua. Eu também ainda só paguei o valor antigo.

Cumprimentos
Mónica Machado



Carla Araújo wrote:

A minha contabilista informou-se ontem junto dos nossos serviços de segurança social (V. Castelo) e disseram-lhe que o aumento começará a ser aplicado no mês de Outubro (a pagar em Novembro). Entretanto já paguei Julho e Agosto no Multibanco e o valor mantém-se.

Fica aqui o link para o decreto-lei:
https://www.dre.pt/pdfgratis/2005/07/140A00.PDF#page=2[/quote]

Direct link Reply with quote
 

Vera Rocha  Identity Verified
Local time: 02:52
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
segurança social e subsídio de doença Sep 23, 2005

Olá a todos,

Só para dar uma dica em relação ao subsídio de doença para trabalhadores independentes.

Existem dois níveis mínimos de descontos para a segurança social:
- o que dá direito a contribuições para efeito de reforma + maternidade (que parece ser o que é citado nos vários exemplos acima);

- o que dá direito a reforma + maternidade + subsídio de doença.

Este último é um pouco mais caro que o desconto mínimo, mas penso que compensa largamente - nunca sabemos o que nos pode acontecer e mais vale prevenir do que remediar! Eu optei por esta modalidade.

Em relação à actualização, até ao momento, os pagamentos pelo multibanco continuam a apresentar o valor sem a actualização. Penso que só mudará em relação ao pagamento do mês de Setembro, em Outubro.

Cumprimentos a todos,
Vera Maia Rocha


Direct link Reply with quote
 

Ivana de Sousa Santos  Identity Verified
Portugal
Local time: 02:52
French to Portuguese
+ ...
Vera Sep 23, 2005

Este assunto não deixa de ser muito controverso.

É verdade que existiam 2 níveis mínimos de descontos para a Segurança Social, mas segundo o que li numa reportagem do Correio da Manhã da semana passada, já não há nível mínimo (excepto para quem não aufere 18 salários mínimos anuais) e os beneficiários passarão a pagar o nível a seguir, só que continuam sem ser beneficiados em relação a subsídios de doença.

Ao fazer a inscrição na Segurança Social hesitei na escolha do escalão e optei pelo mais baixo depois de me dizerem que temos direito a subsídio de doença, sim, se estivermos pelo menos 30 dias de baixa, caso contrário não recebemos nada. Graças a Deus nunca me aconteceu ficar um mês de baixa sem trabalhar, mas há quem fique. Ficar doente uma semana ou duas e não receber nada pagando o valor mínimo, ou ficar o mesmo tempo doente e não receber nada pagando o valor a seguir, mais vale pagar o mínimo, na minha opinião, é claro.

O que é certo é que com este aumento de 50% vamos continuar sem poder receber qualquer subsídio de doença na mesma e o pior é que esta lei surgiu porque há trabalhadores que auferem mais do que o salário mínimo e descontam sobre ele. De qualquer modo, ao pagarmos mais, não nos será dado aquando da nossa reforma mais do que esse salário mínimo sobre o qual descontamos. Daí o assunto ser bastante controverso. Mas como não se pode discutir "politiquices" neste site, fico-me por aqui e não opino.

Quanto ao novo valor, só passará a ser pago em Novembro (relativo ao mês de Outubro).

Já agora, alguém me sabe dizer se enquanto recebemos o subsídio de maternidade temos de pagar na mesma a contribuição à segurança social? Não me parece lógico visto que irei receber o equivalente ao ordenado mínimo (e a contribuição é quase metade desse valor), mas já agora se alguém souber a resposta evita-me uma deslocação à dita instituição. Agradeço desde já.

Ivana


Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 02:52
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Mais uma achega ao assunto Sep 29, 2005

Na verdade, tal como a Vera refere, existem duas modalidades de pagamento para os trabalhadores independentes.

Na devida altura, optei pelo não recebimento de qualquer subsídio de doença por entender que o valor eventualmente a receber não justificava a quantia adicional a pagar.

Tenho quase 40 anos de descontos (reforma) e garantir o subsídio de maternidade, só se fosse para netos - o que lei obviamente não contempla...

Quando em Agosto a Seg. Social me cobrou (referente a Julho) o novo valor da contribuição que, pelos vistos, só entra em vigor em Outubro, aproveitei para perguntar o que aconteceria no caso de estar doente. E a resposta que obtive é que teria de pagar na mesma.

Ou seja, se estivermos um mês sem poder trabalhar e sem auferir qualquer rendimento, pagamos na mesma à Seg. Social.

Para além da injustiça, será que é legal?

Abraços
Gabriela


Direct link Reply with quote
 
Cidália Martins
English
+ ...
Já estou assustada Oct 8, 2005

Admito que entendo pouco da situação em Portugal quanto a assuntos de contribuiçoes á segurança social e tudo mais, sendo que vivo no Canadá, mas este é um tópico interessante para mim, que estou contemplando a possibilidade de mudar-me permanentemente para Portugal. Um aumento de 50% é excessivo. Especialmente para quem está numa situação de emprego em que o salário não está seguro nem é regular.

Estou questionando se vale a pena ser trabalhadora independente em Portugal. ?


Direct link Reply with quote
 
Pages in topic:   [1 2] >


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

Trabalhadores Independentes - Aumento Segurança Social (Portugal)

Advanced search






Anycount & Translation Office 3000
Translation Office 3000

Translation Office 3000 is an advanced accounting tool for freelance translators and small agencies. TO3000 easily and seamlessly integrates with the business life of professional freelance translators.

More info »
PerfectIt consistency checker
Faster Checking, Greater Accuracy

PerfectIt helps deliver error-free documents. It improves consistency, ensures quality and helps to enforce style guides. It’s a powerful tool for pro users, and comes with the assurance of a 30-day money back guarantee.

More info »



All of ProZ.com
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs