Mobile menu

Será que vale a pena?
Thread poster: António Ribeiro
António Ribeiro  Identity Verified
Local time: 10:18
English to Portuguese
+ ...
Aug 26, 2002

Desde há algum tempo que tenho vindo a participar na campanha contra as pessoas que não estão inscritas no ProZ ou então, que não se identificam devidamente na ficha de inscrição.



Basicamente, tenho verificado as seguintes situações:



1) O caso da pessoa que pura e simplesmente não se regista e dá o nome, ou não (como o tal anonymous), quando faz a pergunta.



2) O caso daqueles que estão inscritos, mas são tão anónimos como os do caso anterior. A única informação que consta do seu perfil é o nome, que na maioria das vezes nem nome é (letras, números, ou combinação dos dois).



3) Outros dão só o nome e um Resume (que por vezes é excelente).



4) Há também aqueles que apresentam um perfil bastante informativo, mas preferem ser tratados “pelo senhor número tal”.



As reacções dos colegas têm sido:



a) De uma maneira geral os colegas concordam que a situação não está correcta e que alguma coisa deveria ser feita para a corrigir.



b) Outros apoiam a “guerra”, mas ao mesmo tempo oferecem respostas às perguntas (dão “uma no cravo e outra na ferradura”).



c) Há também os que preferem comentar: “Concordo com o convite, nos termos que você o faz, mas não gosto de atitudes hostís, de banimento de quem não se inscreve. Responda quem quiser”.



d) Também já houve o caso de eu ter pedido a um(a) colega, que por sinal até tem imensos pontos (muito mais de 2000 no total), para actualizar o seu perfil e dizer-nos mais sobre ele (ou ela) e uma das respostas que obtive foi: “discordo do Ribeiro, porque o x. wyzx é um participante ativo que tem dado boas respostas, não podendo ser objeto da caça às bruxas dos exploradores anônimos de tradutores



Pessoalmente, penso que:



- não é correcto pedirmos ajuda e não nos identificarmos;



- também não é correcto receber ajuda e não saber de quem é;



- dá azo a abusos de toda a ordem.



Finalmente, SERÁ QUE VALE A PENA?



Direct link Reply with quote
 
Telesforo Fernandez
Local time: 05:48
English to Spanish
+ ...
Pois, nao se pode fazer nada..... Aug 26, 2002

Pois nao se pode fazer nada. Parece-me a filosofia do site nao permite levar a cabo suas sugestoes / queixas. Entretanto, se deve tolerar tudo isto. O site eh para todos, assim dizem os senhores do PROZ e pois citam suas razoes - o seu raison d\'etre.





Quote:


On 2002-08-26 01:00, antrib wrote:

Desde há algum tempo que tenho vindo a participar na campanha contra as pessoas que não estão inscritas no ProZ ou então, que não se identificam devidamente na ficha de inscrição.



Basicamente, tenho verificado as seguintes situações:



1) O caso da pessoa que pura e simplesmente não se regista e dá o nome, ou não (como o tal anonymous), quando faz a pergunta.



2) O caso daqueles que estão inscritos, mas são tão anónimos como os do caso anterior. A única informação que consta do seu perfil é o nome, que na maioria das vezes nem nome é (letras, números, ou combinação dos dois).



3) Outros dão só o nome e um Resume (que por vezes é excelente).



4) Há também aqueles que apresentam um perfil bastante informativo, mas preferem ser tratados “pelo senhor número tal”.



As reacções dos colegas têm sido:



a) De uma maneira geral os colegas concordam que a situação não está correcta e que alguma coisa deveria ser feita para a corrigir.



b) Outros apoiam a “guerra”, mas ao mesmo tempo oferecem respostas às perguntas (dão “uma no cravo e outra na ferradura”).



c) Há também os que preferem comentar: “Concordo com o convite, nos termos que você o faz, mas não gosto de atitudes hostís, de banimento de quem não se inscreve. Responda quem quiser”.



d) Também já houve o caso de eu ter pedido a um(a) colega, que por sinal até tem imensos pontos (muito mais de 2000 no total), para actualizar o seu perfil e dizer-nos mais sobre ele (ou ela) e uma das respostas que obtive foi: “discordo do Ribeiro, porque o x. wyzx é um participante ativo que tem dado boas respostas, não podendo ser objeto da caça às bruxas dos exploradores anônimos de tradutores



Pessoalmente, penso que:



- não é correcto pedirmos ajuda e não nos identificarmos;



- também não é correcto receber ajuda e não saber de quem é;



- dá azo a abusos de toda a ordem.



Finalmente, SERÁ QUE VALE A PENA?





[ This Message was edited by: on 2002-08-26 17:47 ]

Direct link Reply with quote
 
Silvia Borges
United States
Local time: 19:18
Sublinho a sua pergunta!!! Aug 26, 2002

Será que não seremos ouvidos pelo gerenciamento da ProZ?



As diretrizes do site estão muito claras. Porém quem as obedece? Ou quem está prestando atenção na obediência das mesmas? Ninguém



Veja abaixo, informação encontrada no próprio site:



[quote]

Who is this site for?



Those offering language services :



Freelancers vending their services and offering help



Translation agencies / companies looking for work



Those with language needs :



Freelancers in need of terms help and marketing channels



Agencies / companies / individuals searching for freelancers



One-minute registration



Translators and Agencies :



For those seeking work in translation, there is no home base like ProZ.com.



This site was specifically designed with you in mind, providing a unique environment with the following features :



maintain an online profile



access freelance translation work



get help on difficult terms

access information and resources for translation professionals



Create a high-profile online presence

ProZ.com users have the option of establishing a profile within the ProZ.com community. Profiles include any combination of: CV; work history; photograph; resident country; specialization; translation productivity software (CAT tools); language pairs; accrediting authorities; professional memberships; any accumulated KudoZ(tm) points (by category); keywords; and a link to a personal Website.



[unquote]



Porém são diretrizes não exigidas quando as perguntas são efetuadas.



Creio que a solução só poderá ser conseguida se forem mudados os requisitos para se efetuar uma pergunta. Enquanto o dispositivo não for mais exigente [isto é, exigir que o perguntador forneça informações adicionais sobre si mesmo] anterior a formulação da sua pergunta, não teremos como conseguir uma mudança radical.



[quote]



b) Outros apoiam a “guerra”, mas ao mesmo tempo oferecem respostas às perguntas (dão “uma no cravo e outra na ferradura”).



[unquote]



Apoiar a guerra mas cooperar oferecendo respostas de nada adianta. Estaremos\"empurrando o problema com a barriga\"



[quote]



c) Há também os que preferem comentar: “Concordo com o convite, nos termos que você o faz, mas não gosto de atitudes hostís, de banimento de quem não se inscreve. Responda quem quiser”.



[unquote]



Vi este comentário e não creio que estejamos utilizando de atitudes hostís. Apenas solicitando a identificação apropriada das pessoas e nos colocando a disposição para elucidar qualquer dúvida, assim que fizerem a devida inscrição. Responda quem quiser, isto é verdade, porém estaremos resolvendo o problema desta maneira?



[quote]



Pessoalmente, penso que:



- não é correcto pedirmos ajuda e não nos identificarmos;



- também não é correcto receber ajuda e não saber de quem é;



[unquote]



Concordo plenamente, nunca confiaríamos em quem sequer conhecemos para nos ajudar a apresentar o nosso perfil profissional para eventuais clientes.



Finalmente, SERÁ QUE VALE A PENA?



Eu também continuarei com a mesma pergunta...



SERÁ QUE VALE A PENA?

Pessoal da ProZ!!!!



Direct link Reply with quote
 

Gabriela Frazao  Identity Verified
Portugal
Local time: 00:18
Member (2002)
English to Portuguese
+ ...
De acordo Aug 27, 2002

Estou plenamente de acordo com tudo o que António e a Sílvia disseram.



Tal como já referiu o Márcio Brada no fórum, o ProZ está em queda livre e a sua credibilidade posta em causa por diversos motivos e, entre eles, o anonimato.



A falta de profissionalismo é uma realidade que assusta os verdadeiros profissionais que, por uma via ou outra, participam no ProZ. É infelizmente notório que os bons já se afastaram ou estão a afastar-se.



Gosto de ajudar os colegas e quem me conhece sabe disso.



Não aceito os abusos que, de uma maneira geral, partem quase sempre de anónimos.



Pessoalmente sou, e sempre fui, contra os pontos e pontinhos. A minha opinião é que não exprimem, nem muito nem pouco, o nível de profissionalismo dos contemplados. E é provável que o impacto que têm junto dos clientes seja pouco ou nenhum.



Já deixei de receber as perguntas através do meu email. Neste momento ainda vou visitando o ProZ, na tentativa de consciencializar as pessoas para se registarem convenientemente.



E é minha intenção proceder assim até ao final deste mês. Depois vou deixar as coisas correrem e, se até ao fim deste ano nada mudar, vou repensar os moldes da minha participação.



Mas até lá:



- sinto-me no direito de exigir que os todos os que intervêm no site se identifiquem.

- sinto-me no direito de, sempre que depare com anónimos/não identificados, chamar-lhes à atenção.



Por último, parece-me haver pouca vontade de mudanças por parte dos órgãos de gestão do ProZ – mudanças que só a eles compete.



Acredito \"ainda\" que talvez valha a pena.



Um abraço da,

Gabriela



Direct link Reply with quote
 

Ligia Dias Costa  Identity Verified
Portugal
Local time: 00:18
Member (2008)
English to Portuguese
+ ...
Vale sempre a pena... quando a alma não é pequena! Aug 29, 2002

Quero dar os parabéns e agradecer ao António Ribeiro e à Gabriela Frazão pelo excelente \"trabalho de limpeza\" que têm vindo a fazer durante as minhas férias. De facto, as perguntas dos anónimos e dos pseudónimos estavam a ser cada vez mais frequentes e os colegas estavam sempre dispostos a ajudar. Se calhar - não fui verificar - eu própria já ajudei nessa situação. Mas não costumava reparar no perfil do solicitante...



Agora prometo que o vou fazer. Este site está a descer cada vez mais o nível. Os bons tradutores estão cada vez mais afastados ou já optaram por se afastar. A lei da selva impera aqui também.



Aliás, devo dizer que sinto imenso a falta deles, não só pela QUALIDADE da ajuda que nos davam mas também pela graça que os seus comentários tinham. É bom sorrir enquanto se trabalha!



Meus caros colegas, contem comigo. Vale sempre a pena fazer coisas para melhorar a nossa vida.



Um abraço da

Lígia



PS - Apesar de tudo o que escrevi acima, acredito que a Direcção (ou Supervisão, ou Administração) deste site é que não deveria permitir que os \"fantasmas\" o utilizassem desta forma. Mas, como não se vê medidas...


Direct link Reply with quote
 
António Ribeiro  Identity Verified
Local time: 10:18
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
NÃO Aug 31, 2002

Depois de ter visto todos os comentários aparecidos durante os últimos dias, parece-me evidente que a resposta à minha pergunta terá que ser necessariamente NÃO.



De uma maneira geral, os colegas consideram mais útil ganhar pontos do que elevar a qualidade do par Inglês/Português. O consenso é que se deve responder a todo “o bicho careta” (tradutor ou não, registado ou não, mesmo anónimo) que apareca por aqui. Isto sem falar nos turcos, croatas, russos, suecos, etc, etc, que respondem/opinam no par de PORTUGUÊS. “Um para tudo, tudo para um” como diria a Lise Boismenu (ver comentário à pergunta Centro Cultural do dia 26 de Agosto)!!!



Portanto, caros colegas, vejamos quem vai ganhar a corrida aos pontos. Talvez um dia possamos dar a volta ao mundo!!!



Saudações,



António Ribeiro



[ This Message was edited by: on 2002-08-31 21:02 ]


Direct link Reply with quote
 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

Será que vale a pena?

Advanced search






TransPDF.com PDF Translation
Fast and Reliable PDF Translation - reduce your workload while maintaining quality

Unlock the potential of PDFs, taking your original PDF, replacing the text with your translations from your preferred tools and in minutes, get a high quality, ready-to-use, translated PDF. Try it now - your first 50 pages are free.

More info »
Across v6.3
Translation Toolkit and Sales Potential under One Roof

Apart from features that enable you to translate more efficiently, the new Across Translator Edition v6.3 comprises your crossMarket membership. The new online network for Across users assists you in exploring new sales potential and generating revenue.

More info »



All of ProZ.com
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs