Mobile menu

Pages in topic:   [1 2] >
Pagamentos à portuguesa
Thread poster: CristinaPereira

CristinaPereira  Identity Verified
Local time: 00:54
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
Oct 13, 2006

Olá a todos,

Gostaria de saber a opinião e a experiência de outros colegas sobre a situação que abaixo descrevo.

Fui contactada em Julho para serviços de tradução para uma agência, não de traduções, mas de publicidade, por sinal bem conhecida. Aceitei primeiro o trabalho e só depois perguntei pelas condições de pagamento (primeira falha minha): era a 60 dias. Ofereceram-me uma segunda adjudicação, aceitei mas referi a questão do pagamento anterior que ainda não tinha sido feito. Muito simpaticamente, disseram-me para passar os recibos do trabalho anterior e do outro todos com a mesma data para "agilizar" o pagamento. Aceitei.

Agora adjudicaram-me o terceiro (segunda ou terceira falha minha, já nem sei), aceitei, sempre referindo a questão do pagamento. A resposta ao meu último mail foi algo do género: "quanto ao pagamento, fale com a contabilidade que não sou eu quem trata disso”. Faltam cerca de 2 semanas para o prazo dos 60 dias e devo entregar esta terceira adjudicação para a semana. Sem vontade nenhuma, claro.

Confiei – e ainda estou com esperança – devido ao nome da agência. Mas isto é normal? Falar com um contacto durante mais de 2 meses e depois remeterem-me à contabilidade? Estou com maus presságios, mas gostaria de saber se já vos aconteceu algo de semelhante.

Obrigada,

Cristina


Direct link Reply with quote
 

María Leonor Acevedo-Miranda  Identity Verified
Portugal
Local time: 00:54
Member (2004)
English to Portuguese
+ ...
Opinião Oct 14, 2006

Olá Cristina,

Criticar os outros é muito fácil. Por isso mesmo não te vou criticar, de resto conheces a minha postura já tivemos ocasião de falar com o assunto.
E mais fácil ainda é afirmar : Se fosse eu não tinha aceite, ou se fosse eu eles pagavam. tudo suposições, Cristins

Porque quem é sério paga mesmo, e não é por termos esta ou aquela opinião que vamos modificar a seriedade das pessoas.

Voltando aos devedores, resta apenas uma coisa a fazer de duas possíveis, talvez:

1º - Não fazer o trabalho tout court e a partir dos 60 dias pôr um advogado a tratar da cobrança; se continuarem a objectar com desculpas há sempre a hipóteses de contactar o cliente directamente (que sabes perfeitamente quem é e alertá-los de que estão a deixar uma imagem no mercado de maus pagadores e que trabalham com agências muito pouco sérias);

2º - Fazer o trabalho e no dia da entrega dizer QUE NÃO ENTREGAS enquanto te não liquidarem o que devem, aqui acho que nem se deve colocar a questão de se é ético ou não, pois para aldrabões, aldrabão e meio.

Só posso lamentar ver uma colega tão profissional e competente ser prejudicada desta maneira,

Um abraço
Maria Leonor


Direct link Reply with quote
 

Mónica Machado
United Kingdom
Local time: 00:54
English to Portuguese
+ ...
tem de ser profissional até ao fim Oct 14, 2006

Olá Cristina,

Bem de facto não é nada bom presságio. Mas como ainda não venceu a data combinada para o pagamento da primeira factura (ou venceu?), tem mesmo de aguardar... para só depois poder largar os cães...

Há formas de evitar situações dessas. Uma delas era não ter aceite o segundo trabalho antes de receber o pagamento do primeiro. Ou seja, não aumentar o prejuízo... porque o facto de serem uma empresa "conhecida" não é sinónimo de honestidade.

Agora pouco tem a fazer... Se não entregar o trabalho na data acordada, eles podem processá-la, e isso não é bom para si.

Eu faria assim:

1) Entregaria o 3.º trabalho na data acordada, ou antes até. Para não terem nada a apontar.

2) No dia em que vencesse a 1.ª factura, enviaria um e-mail a chamar a atenção para o facto de estarem em dívida.

3) Dez dias depois, escrevia-lhes a dizer que infelizmente não parecem ser tão credíveis quanto querem dar a entender ao público em geral, e que se não pagarem dentro de 5 dias úteis os coloca em listas de maus pagadores visíveis para uma enorme comunidade de tradutores internacionalmente. E depois nessa data fazia isso mesmo.

4) A ameaça normalmente resulta e o pagamento aparece. Mas se não for esse o caso, o melhor é assegurar que mais ninguém trabalha para eles de borla. Ou seja... colocar mesmo o nome deles nessas listas.

Sempre que comunique com esse cliente, deve fazê-lo educadamente e sem mostrar-se aborrecida. Tem apenas de dar factos, tipo advogado de acusação em sessão de julgamento...

Boa sorte e se precisar de ajuda para esses mails, pode contactar-me directamente.

Cumprimentos
Mónica


Direct link Reply with quote
 

CristinaPereira  Identity Verified
Local time: 00:54
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Meio termo Oct 14, 2006

Obrigada, Leonor e Mónica, pelos bons conselhos.

Acho que realmente vou optar por um meio termo entre as vossas propostas, já que, de facto, a data do pagamento ainda não foi vencida.

O que me aborreceu mesmo foi a questão do "passar à contabilidade", depois de cerca de três meses a falar com a mesma pessoa. Sei que isso acontece, mas penso que deve estar acordado desde o início, não? E este "desmarcar-se" assustou-me um pouco. Mas penso que ainda há esperança e para a próxima (se houver) não volto a cair

Obrigada mesmo!

Cristina


Direct link Reply with quote
 

oxygen4u
Portugal
Local time: 00:54
English to Portuguese
+ ...
Same here... Oct 15, 2006

Olá Cristina!

Tenho estado a trabalhar para uma universidade, mas enquanto tradutora. Tenho tido felizmente imenso trabalho, mas a proposta foi no sentido de pagamento a 90!!! dias. Aceitei na altura porque é numa área que gosto bastante de traduzir e achei que devia arriscar. Quanto aos pagamentos tb fui enviada para a Contabilidade. Não sei muito bem o que se passou, mas a verdade é que tenho sido paga assim que entrego o recibo verde. Acho que como se trata de uma universidade devem ter achado que era professora e por isso não tenho esperado para receber. Como é óbvio não me queixei...

O que eu queria dizer é que às vezes até podes ter sorte e eles serem mesmo sérios. É claro que esperar tanto tempo pelo dinheiro é chato, mas se tiveres sempre trabalho garantido e o pagamento não for tão mau quanto isso até é capaz de valer a pena...

Beijos
Oxygen (Patrícia)


Direct link Reply with quote
 

CristinaPereira  Identity Verified
Local time: 00:54
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Obrigada, Patrícia Oct 16, 2006

90 dias é muuuuuuito mau, não? Mas é sempre bom partilhar experiências. Sim, como dizes, até posso ter sorte e acabarem mesmo por pagar... Enfim, vou ter mesmo de esperar para ver

E até lá não vou cair na burrice de aceitar mais nada.

Beijos,

Cristina


Direct link Reply with quote
 

Marina Oliveira  Identity Verified
Portugal
Local time: 00:54
English to Portuguese
+ ...
Ficamos à espera de (boas) notícias Oct 20, 2006

Força aí, Cristina!

Embora à distância, estamos contigo! Jé tens bons conselhos das colegas que se pronunciaram, eu só posso juntar alguma solidariedade.

Podes sempre usar a grande comunidade de tradutores para te apoiar, caso o cliente se mostre difícil... que tal uma concentração à porta deles, se forem maus pagadores? Mesmo sendo"bluff" também pode ajudar a convencê-los

Ok, isto é assunto sério demais para brincar, mas a ideia é que é bom haver solidariedade entre todos, para que estas situações não se repitam, nem se tornem frequentes. Que não possamos ir bater à porta de um cliente noutro continente já é mau, mas que não nos paguem no nosso próprio "quintal", então é inadmissível.

Bem, isto foi assim a modos que um desabafo de sexta à noite... mas dá notícias sobre qual o desfecho que este caso venha a ter, ok?

Beijinhos e bom fim de semana a todos (ou todas?)

Marina


Direct link Reply with quote
 

CristinaPereira  Identity Verified
Local time: 00:54
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Obrigada pela força, Marina! Oct 20, 2006

Concentração parece-me muito bem Pena que não possamos fazer greve por melhores condições de trabalho, como alguns outros sectores da sociedade...

Para já, houve uma mudança radical de atitude da parte em questão - não percebi bem porquê - e já me adiantaram que o pagamento está a caminho. Vou esperar para ver.

Se assim for, pago uma rodada virtual ao pessoal todo!

Beijos e bom fim-de-semana

Cristina


Direct link Reply with quote
 

Teresa Bento  Identity Verified
Portugal
Local time: 00:54
English to Portuguese
+ ...
Daqui tiramos uma lição Oct 26, 2006

É bom saber que as coisas estão a correr pelo melhor. Às vezes, estes "sustos" funcionam como alertas. É a errar que se aprende. Eu também tenho aprendido assim. Agora falo logo das condições de pagamento e ponho logo as cartas na mesa, para evitar futuras confusões. Já é difícil passar os "comuns" 45 dias à espera do pagamento, quanto mais...

Boa sorte e espero pela "rodada virtual".

Teresa


Direct link Reply with quote
 

CristinaPereira  Identity Verified
Local time: 00:54
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Obrigada Teresa... Oct 27, 2006

... também pela força! É verdade, é a errar que se aprende, logo, só passando pelas más experiências se chega às boas

Infelizmente, ainda não é desta que pago uma rodada virtual, mas estou com fé

Bom fim de semana a todas!

Cristina


Direct link Reply with quote
 

Clara Duarte  Identity Verified
Portugal
Local time: 00:54
English to Portuguese
+ ...
Mal geral... :( Nov 17, 2006

Olá Cristina e restantes colegas

Na semana passada aceitei um trabalho e toda a comunicação com o contratante foi feito ou por telefone ou por e-mail.

Depois de ter enviado o trabalho pronto por e-mail, conforme combinado e ter avisado da forma de pagamento e informado que iria enviar recibo por correio assim que o pagamento fosse feito, o senhor que me contactou por causa do serviço não voltou a responder-me. Liguei-lhe e não atendeu. Enviei SMS e não respondeu.

Escrevi uma carta dirigida à empresa para qual o senhor trabalha e que me iria pagar. Para a semana irão recebê-la e espero que nessa altura me paguem ou contactem.

Não acho que seja comportamento correcto por parte de quem nas empresas está responsável por angariar prestadores de serviços, mas parece que é prática comum.

Para se ser bom profissional, seja em que actividade for, não será necessário carácter, valores e bom senso?


Direct link Reply with quote
 

CristinaPereira  Identity Verified
Local time: 00:54
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Muro das lamentações Nov 21, 2006

Obrigada pelo contributo, Clara!

É sempre bom partilhar, daí que tenha dado o título de "Muro das lamentações" a esta minha resposta. Acho que era giro partilharmos truques, dicas, estratégias, sei lá, sobre este tema pesado que é as cobranças... Tira-me do sério, sinceramente.

Gostava de pagar agora a minha rodada virtual, mas ainda não é para já. Recebi um terço do valor e disseram-me que o restante viria na semana passada mas até agora, rien. Enfim, se já pagaram algo devo ter esperança, mas haja paciência, pachorra e paz de espírito!

E tu, Clara? Já viste a luz ao fundo do túnel? Espero que sim. Infelizmente não tenho muito conselhos a dar, porque vou fazendo tudo conforme aparece. Mas acho que vou ficando mais "isperta" com o passar do tempo ;-

Beijos a todas,

Cristina


Direct link Reply with quote
 

Teresa Bento  Identity Verified
Portugal
Local time: 00:54
English to Portuguese
+ ...
O pesadelo de qualquer tradutor... Nov 21, 2006

Clara Figueiredo wrote:

Olá Cristina e restantes colegas

Na semana passada aceitei um trabalho e toda a comunicação com o contratante foi feito ou por telefone ou por e-mail.

Depois de ter enviado o trabalho pronto por e-mail, conforme combinado e ter avisado da forma de pagamento e informado que iria enviar recibo por correio assim que o pagamento fosse feito, o senhor que me contactou por causa do serviço não voltou a responder-me. Liguei-lhe e não atendeu. Enviei SMS e não respondeu.

Escrevi uma carta dirigida à empresa para qual o senhor trabalha e que me iria pagar. Para a semana irão recebê-la e espero que nessa altura me paguem ou contactem.

Não acho que seja comportamento correcto por parte de quem nas empresas está responsável por angariar prestadores de serviços, mas parece que é prática comum.

Para se ser bom profissional, seja em que actividade for, não será necessário carácter, valores e bom senso?


Olá Clara e restantes colegas,

Este é, infelizmente, o pesadelo de qualquer tradutor. É triste, quando nos dedicamos ao trabalho e somos honestos e depois, não somos correspondidos. É sempre uma insegurança trabalhar assim. Por agora tenho tido sorte, mas não posso dizer que nunca vou passar por uma situação assim. Mesmo quando conseguimos um cliente fixo, que nos envia trabalho regularmente, temos sempre de correr riscos, nem que seja só da primeira vez... Estamos sempre na corda bamba!;)
Junto-me ao clube e vou ficar com este tópico debaixo de olho, para saber as vossas estratégias e dicas.


Direct link Reply with quote
 

CristinaPereira  Identity Verified
Local time: 00:54
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Sai uma rodada virtual! Nov 22, 2006

Olá a todas,

Finalmente apareceu o cheque! Daí que bebo uma caipirinha e convido todas a pedirem uma bebida "por minha conta"

No fim de contas, o que aprendi? Pouca coisa. Se o pagamento não vem, é chatear, chatear o cliente até que venha. Apesar de tudo, acho que tive sorte. E que vou manter o cliente, já sabendo de antemão que cada cobrança vai ser uma dor de cabeça...

Obrigada a todas pelos conselhos e contributos e, em especial, à Leonor e à Mónica, que me ampararam em todos os momentos críticos.

Tchim-tchim!

Cristina


Direct link Reply with quote
 

Clara Duarte  Identity Verified
Portugal
Local time: 00:54
English to Portuguese
+ ...
Ufff Nov 22, 2006

Felizmente, desta vez não foi mais um cliente que não pagou. O senhor tentou entretanto ligar-me mas eu não ouvi o telemóvel porque estava a meter uma carta para essa empresa no correio com a indicação dos honorários. Liguei-lhe de volta e era para me avisar que já tinha feito a transferência... Suspirei de alívio.

Mas já me aconteceu ceder nas condições de pagamento para conseguir um serviço de um cliente que não tinha liquidez para pagar de uma assentada. Enviei a primeira parte da tradução e ele não me pagou e ainda se queixou que eu não estava a querer traduzir mais 5 páginas como ele diz que ficou acordado. Ficou acordado traduzir 20 páginas, enviei 10, pedi que confirmasse o pagamento para eu enviar as outras 10 que já tinha prontas, exactamente porque me cheirava que ele não ía pagar. Ainda me vem falar de 25...

O meu namorado já me disse para me recusar a enviar traduções por e-mail. Ao invés, gravar os ficheiros em CD e enviar à cobrança. Quem quer o serviço entregue com urgência paga o correio urgente.


Direct link Reply with quote
 
Pages in topic:   [1 2] >


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

Pagamentos à portuguesa

Advanced search






LSP.expert
You’re a freelance translator? LSP.expert helps you manage your daily translation jobs. It’s easy, fast and secure.

How about you start tracking translation jobs and sending invoices in minutes? You can also manage your clients and generate reports about your business activities. So you always keep a clear view on your planning, AND you get a free 30 day trial period!

More info »
Déjà Vu X3
Try it, Love it

Find out why Déjà Vu is today the most flexible, customizable and user-friendly tool on the market. See the brand new features in action: *Completely redesigned user interface *Live Preview *Inline spell checking *Inline

More info »



All of ProZ.com
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs