Mobile menu

A quem me devo dirigir neste caso? Obrigada desde já.
Thread poster: xxxsflor
xxxsflor
Local time: 19:17
French to Portuguese
+ ...
Dec 23, 2007

Olá a todos,

Antes de mais aproveito para desejar a todos um Feliz Natal e um 2008 pleno de sucesso para o Proz e todos os membros.

É a primeira vez que coloco aqui uma questão, por realmente me encontrar numa situação muito desagradável e não saber a quem me dirigir para reaver aquilo que é meu por Direito.

É será de "Direito" que falarei aqui. Vou ser o mais breve possível, de forma a tentar saber a quem recorrer ou o que fazer no presente caso:

O ano passado, em Setembro/Outubro, recebi um telefonema do Tribunal Judicial de Paredes para fazer uma tradução de inglês para português. Fiz a tradução, foi entregue muito atempadamente e tive despesas com telefonemas e no envio por correio da referida tradução.

Esperei e esperei, por uma resposta do Tribunal quanto ao pagamento e nada. Fiz uma série de telefonemas para o tribunal na tentativa de saber como e quem pagaria por esse serviço que prestei e sempre me foi dito que "já tinham dado a confirmação para que o pgamento fosse efectuado pelo Instituto de Gestão Financeira". Aguardei uma vez mais e nada, insisti com os telefonemas e diziam-me sempre o mesmo... e isto entre chamadas que iam abaixo, chamadas que iam para outro juízo, que ficavam em espera etc, etc...

Como a minha paciência já começava a esgotar, decidi ligar para o Instituto de Gestão Financeira e estive uma tarde inteira a tentar falar com alguém, mas do outro lado recebia apenas uma máquina que dava instruções para ligar para x , y e z e nada!

Decidi enviar uma carta reg. com aviso de recepção há poucos meses atrás a explicar o problema e a pedir informações e até agora ninguém me disse nada. Apenas tenho o aviso de recepção assinado e nada mais que isso.

Perante isto, gostaria de saber a quem me devo dirigir para me queixar e ser paga pelo serviço prestado, uma vez que estou a lidar com instituições que deveriam zelar pelos direitos do cidadão, mas afinal parece que me enganei...

Há um ano e alguns meses que esta situação tem durado, no silêncio, sem obter qualquer resposta, sem o juiz ter fixado quaisquer honorários ou ter enviado uma notificação sobre os mesmos, um procedimento que seria o normal a meu ver.

Finalmente, devo dizer que não é tanto pelo dinheiro em si, pois neste caso, a quantia até é mínima; é mais pelo desrespeito total, indiferença e diria mesmo gozo ou brincadeira por quem trabalha e leva a sério aquilo que faz e de que gosta muito.

Será que esta situação é inédita? Eu sei que o Instituto de Gestão Financeira e Tribunais por vezes se atrasam nos pagamentos, mas um atraso de um ano??? Sem receber qualquer resposta?? Vou ter que continuar à espera sem ninguém me dizer nada? Que eu saiba o tradutor ainda não trabalha para os tribunais na base do "pro bono".

Se houver algum colega que me possa aconselhar, agradeço desde já a sua ajuda.

Um abraço a todos e mais uma vez Feliz Natal a todos os membros,

sflor


Direct link Reply with quote
 

Ivana de Sousa Santos  Identity Verified
Portugal
Local time: 19:17
French to Portuguese
+ ...
Olá Dec 24, 2007

Enviou uma carta registada com aviso de recepção com a nota de honorários ao respectivo tribunal?

É o primeiro procedimento a fazer e a carta deve ser dirigida ao juíz. Pelo menos é coo sou instruída pelos tribunais com que trabalho.

Já ouvi colegas dizerem que os tribunais levam imenso tempo a pagar (não foi também o meu caso, felizmente), mas que acabam sempre por fazê-lo.

Realmente um ano e tal depois já é muito tempo porque esse serviço deveria ter, a meu ver, sido tributado no ano em que foi feito.


Direct link Reply with quote
 
xxxsflor
Local time: 19:17
French to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Sim, claro... Dec 24, 2007

Ivana de Sousa Santos wrote:

Enviou uma carta registada com aviso de recepção com a nota de honorários ao respectivo tribunal?

É o primeiro procedimento a fazer e a carta deve ser dirigida ao juíz. Pelo menos é coo sou instruída pelos tribunais com que trabalho.

Já ouvi colegas dizerem que os tribunais levam imenso tempo a pagar (não foi também o meu caso, felizmente), mas que acabam sempre por fazê-lo.

Realmente um ano e tal depois já é muito tempo porque esse serviço deveria ter, a meu ver, sido tributado no ano em que foi feito.


Olá Ivana e Feliz Natal,

Sim, claro, sempre que trabalho com tribunais fora da minha área de residência, envio sempre as traduções registadas com AR e a respectiva nota de honorários. E procedi de tal forma neste caso.

Pois, mas como disse, até agora ainda não recebi nada, nem resposta, nem o pagamento... e foi o que me levou a colocar aqui a minha mensagem à procura de ajuda.

Obrigada pela sua resposta.

Sflor


Direct link Reply with quote
 
xxxsflor
Local time: 19:17
French to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Ainda tenho de confirmar, mas... Jan 4, 2008

Olá Ivana e Bom Ano!

Ainda não tenho a certeza absoluta, mas me parece que os Senhores do Instituto de Gestão Financeira finalmente se decidiram a pagar. Vou ter de confirmar isso.

É caricato, mas depois de ter colocado aqui a minha mensagem, reparei que num extracto bancário que tirei há poucos dias aparecia um valor com a menção de "vencimento" (geralmente e pelo que me parece esta referência tem a ver com tribunais...).

Mais uma vez bom ano para si a para todos os membros ProZ,

sflor


Direct link Reply with quote
 
DinisMF
Portuguese to English
Tribunais... Jan 8, 2008

Eu ainda ontem recebi um pagamento de uma tradução que realizei para um tribunal em Junho de 2006!!
Por isso não me espanta nada a sua preocupação e indignação!
O IGFIEJ faz o que entende nestas situações... reclamar não me adiantou de nada!
Talvez uma acção por pagamento de honorários!
Vamos colocar os tribunais em tribunal?

Cumprimentos
DMF


Direct link Reply with quote
 
xxxsflor
Local time: 19:17
French to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Ainda o mesmo assunto... Mar 9, 2008

Olá mais uma vez.

Afinal, ainda não foi desta. Não, desde Novembro de 2006 que continuo à espera que me paguem.

Não só me indigna como também me leva a dizer o seguinte: O "engraçado" (que não tem graça nenhuma) é que tenho vindo a fazer traduções para um dos tribunais do Porto e até agora os pagamentos tem sido feitos com regularidade.

O que se passa com este tribunal de Paredes, que ao que sei faz parte da comarca do Porto? A instituição não é a mesma? Que lei é esta? É uma vergonha!!

Sim, DinisMF, talvez fosse boa ideia intentar uma acção contra este tribunal ou contra o próprio Instituto de Gestão Financeira... uma acção por pagamento de honorários com juros de mora!... O problema é que ao fazer isso ainda gastava mais dinheiro do que aquele que tenho vindo a gastar com esta "brincadeira".

Cumprimentos, e desde já o meu obrigada por partilhar a sua "história"... que ao que parece isto acontece com outros colegas, infelizmente.

sflor


Direct link Reply with quote
 
xxxPerereinger
Local time: 20:17
pagamentos..pois pois Mar 13, 2008

sflor wrote:

Sim, DinisMF, talvez fosse boa ideia intentar uma acção contra este tribunal ou contra o próprio Instituto de Gestão Financeira... uma acção por pagamento de honorários com juros de mora!...


Tal Instituto tem mal fama em termos de pagamentos de seja qual for... Tentas escrever ao Sr Ministro de Financas e porque nao , fazer uma exposicao ao Sr Provedor de Justice online no wesbite deles.

Boa sorte
Ken
PS alguem tem tido maus experiencas com Modelo 12 RFI ?


Direct link Reply with quote
 
xxxsflor
Local time: 19:17
French to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
A justiça tarda e... falha! Nov 17, 2008

Olá a todos os colegas,

Venho uma vez mais aqui para tentar saber a quem recorrer e se este tipo de situação é normal nestes casos...

Passados exactamente dois anos, o Tribunal de Paredes pagou o serviço prestado. Passado todo este tempo em que gastei dinheiro, tempo e preocupações e inclusivamente até uma carta para o Instituto de Gestão Financeira que enviei, é que fico a saber que perderam a nota de honorários emitida no tribunal, na altura (Novembro de 2006). Isto foi-me dito há algumas semanas atrás por uma funcionária do tribunal, num dia em que fiz mais uma das várias chamadas telefónicas, a qual, tem a "lata" de me dizer que por motivos que desconhece e dos quais os tribunal não tem culpa que a nota emitida por eles se perdeu!

Esta situação é realmente rídicula e confesso que até sinto alguma vergonha de estar a divulgá-la, mas o que gostaria de saber é se tenho algum direito, minimamente os custos que tive com chamadas telefónicas e correspondência feitos no sentido de saber o que se estaria a passar com o pagamento.

Admito atrasos, mas atrasos como este e ainda por cima com "esquecimentos" e da parte em questão, é realmente algo para me indignar!

Se o tribunal não teve culpa como me foi referido, a culpa é que quem? Minha, de certeza que não é!

A quem posso recorrer, no caso de ter algum direito? Em última instância, ao Papa? (perdoem-me os católicos mais praticantes)

O mais certo será não ter qualquer direito... a ver o estado em que este país está e uma justiça a funcionar assim!

O meu muito obrigada por todos os conselhos e ajuda que possam prestar,

Cumprimentos,

sflor


Direct link Reply with quote
 
xxxsflor
Local time: 19:17
French to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Um bom ano! Jan 2, 2009

Parece que o silêncio diz tudo... e este foi um "caso perdido". Fica a experiência e o alerta a todos os que aqui trabalhem com a justiça.
O meu obrigada a quem pelo menos leu a "história" se é que a leu.
Um bom ano!
sflor


Direct link Reply with quote
 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

A quem me devo dirigir neste caso? Obrigada desde já.

Advanced search






Déjà Vu X3
Try it, Love it

Find out why Déjà Vu is today the most flexible, customizable and user-friendly tool on the market. See the brand new features in action: *Completely redesigned user interface *Live Preview *Inline spell checking *Inline

More info »
TM-Town
Manage your TMs and Terms ... and boost your translation business

Are you ready for something fresh in the industry? TM-Town is a unique new site for you -- the freelance translator -- to store, manage and share translation memories (TMs) and glossaries...and potentially meet new clients on the basis of your prior work.

More info »



All of ProZ.com
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs