KudoZ home » English to Portuguese » Bus/Financial

Loading note

Portuguese translation: guia de remessa

Advertisement

Login or register (free and only takes a few minutes) to participate in this question.

You will also have access to many other tools and opportunities designed for those who have language-related jobs
(or are passionate about them). Participation is free and the site has a strict confidentiality policy.
GLOSSARY ENTRY (DERIVED FROM QUESTION BELOW)
English term or phrase:loading note
Portuguese translation:guia de remessa
Options:
- Contribute to this entry
- Include in personal glossary

20:26 May 18, 2002
English to Portuguese translations [PRO]
Bus/Financial
English term or phrase: Loading note
Não há mais contexto, exceto que se trata de envio de mercadorias para os clientes. No Brasil seria manifesto de carga. E em Portugal, como é?
Grato a todos.
José Cavalcante
Brazil
Local time: 11:09
Guia de Remessa
Explanation:
também se utiliza em Portugal.

Trata-se de um documento que acompanha a mercadoria, e na base do qual é emitida a factura.
Selected response from:

Gabriela Frazao
Portugal
Local time: 15:09
Grading comment
Obrigado, Gabriela. Escolhi a sua por ser mais sucinta, embora também concorde com a sugestão da Maria Luiza.
3 KudoZ points were awarded for this answer

Advertisement


Summary of answers provided
4 +1Guia de Remessa
Gabriela Frazao
4 +1guia de transporte de carga
Maria Luisa Duarte


  

Answers


16 mins   confidence: Answerer confidence 4/5Answerer confidence 4/5 peer agreement (net): +1
guia de transporte de carga


Explanation:
+

--------------------------------------------------
Note added at 2002-05-18 20:47:07 (GMT)
--------------------------------------------------

Informações para o preenchimento
de guias de transporte – serviço nacional

Para cada um dos produtos do serviço nacional existe uma guia de transporte.
A PREENCHER PELO CLIENTE


1. DADOS DO EXPEDIDOR (quem envia) - nome, morada e ( telefone sempre que possível;
2. DADOS DO DESTINATÁRIO (quem recebe) – nome, morada e ( telefone sempre que possível;
3. LOCAL DA CARGA – ex: Lisboa 05/01/01;
4. LOCAL DA DESCARGA – ex: Porto;
7. MERCADORIA TRANSPORTADA
ex: Natureza da mercadoria – telemóveis Nº de Volumes - 10 Peso bruto – 30Kg Volume m3 – 0,25
8. Nº de Cliente – preencher no caso de ser um Cliente Contratual Postlog;
9. Nº Contrato – preencher no caso de ser um Cliente Contratual Postlog;
10. TIPO DE COBRANÇA – assinalar uma das duas opções apresentadas;
11. VALOR A COBRAR – indicar o Valor a Cobrar;
12. VALOR DECLARADO – indicar Valor Declarado;
13. PROVA DE ENTREGA – indicar no caso de solicitação de Prova de Entrega;
14. IVA – indicar a isenção ou inclusão de IVA;
16. DECLARAÇÕES/ INSTRUÇÕES DO EXPEDIDOR – preencher no caso de existir algo a declarar;
19. ASSINATURA DO EXPEDIDOR - quem envia



A PREENCHER PELOS SERVIÇOS


6. CARACTERÍSTICAS DO VEÍCULO – matrícula, peso bruto be carga útil do veículo que efectua o transporte;
14. VALOR A PAGAR – indicar o valor a pagar pelo Cliente;
15. TRANSPORTES SUCESSIVOS/ SUBCONTRATAÇÃO – preencher no caso da subcontratação de transportes alternativos;
17. RESERVAS E OBSERVAÇÕES DO TRANSPORTADOR – preencher no caso de existir algo a declarar;
20. ASSINATURA DO TRANSPORTADOR – assinatura do responsável pelo atendimento;



A PREENCHER PELO DESTINATÁRIO


18. RESERVAS E OBSERVAÇÕES DO DESTINATÁRIO – preencher no caso de existir algo a declarar;
21. LOCAL, DATA E ASSINATURA DO DESTINATÁRIO – quem recebe;




RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DE TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO
(constantes no verso da Guia)



2 - APLICAÇÃO DAS PRESENTES CONDIÇÕES GERAIS

(...)
2.5. As cláusulas individualmente acordadas entre o cliente e a Postlog, mediante contrato escrito entre ambos celebrado, prevalecem sobre qualquer das presentes condições gerais que com aquelas seja conflituante.

2.6. Em caso de contradição entre as condições consignadas nesta guia e alguma ou algumas das condições gerais em vigor na Postlog, prevalecerá o que nestas últimas se dispuser.


3 – OBRIGAÇÕES DO CLIENTE
Constituem obrigações do cliente:


a) empacotar / embalar e etiquetar cuidadosa e devidamente a mercadoria, de acordo com as regras em vigor na Postlog; (...)

b) preencher correctamente e de modo legível, claro, preciso e completo a guia de transporte / carta de porte, incluindo a descrição da mercadoria e a correcta identificação do nome e endereço do destinatário; (...)

d) não entregar à Postlog, para transporte, qualquer dos objectos referidos na cláusula 4, sob pena de responder pelos prejuízos causados.


4 – MERCADORIAS EXCLUÍDAS


4.1. A Postlog não aceita objectos cujo transporte é proibido por quaisquer disposições legais ou regulamentos em vigor no país de expedição, no país de destino e no país onde seja efectuada qualquer paragem da mercadoria, todos os objectos excluídos pela convenção postal universal e todos aqueles que constem da lista de interdições publicada pelo Bureau Internacional ou na legislação postal nacional, garantindo o cliente que a mercadoria não contém, nomeadamente, qualquer dos artigos proibidos descritos no standard 4.I.a) da 5ª edição do anexo ICAO17.

4.2. A Postlog não aceita produtos perigosos, tal como especificado em qualquer regulamento nacional ou internacional relativo a transporte de produtos perigosos. (...)


9 - PRAZO DE ENTREGA DA MERCADORIA


O cumprimento do prazo de entrega da mercadoria, associado ao serviço contratado pelo cliente, pressupõe que a entrega da mercadoria para expedição seja efectuada dentro dos limites horários estabelecidos consoante o tipo de cliente (com / sem contrato individual) e o serviço em causa, considerando-se como data da expedição o dia útil seguinte ao da entrega da mercadoria sempre que esta ocorra para além do limite horário estabelecido. (...)


12 - RESPONSABILIDADE DA POSTLOG


12.1. Sem prejuízo do disposto na cláusula 13, a Postlog só responde por prejuízos sofridos em consequência da perda ou dano que a mercadoria venha a sofrer durante o transporte, ou do atraso na respectiva entrega, quando tais factos lhe sejam imputáveis a título de dolo ou de culpa grave e com os limites estabelecidos no nº seguinte.

12.2. A responsabilidade máxima da Postlog por quaisquer prejuízos sofridos em consequência da perda ou danos na mercadoria ou de demora de entrega, será a seguinte:

- Por Objecto / Mercadoria - € 11,68 / kg

- Demora de Entrega – valor correspondente ao preço do serviço

12.3. Se o cliente desejar o aumento dos limites de responsabilidade referidos no número anterior, poderá estabelecer com a Postlog valores mais elevados, mediante o pagamento da respectiva sobretaxa.


13 - EXCLUSÕES DE RESPONSABILIDADE


13.1./13.2. A Postlog não será responsável por danos consequenciais ou indirectos [nomeadamente, lucros cessantes, perda de mercado, perda de utilização do objecto ou perda de oportunidade negocial] que resultem da perda, extravio, dano ou atraso na entrega da mercadoria, mesmo que tivesse conhecimento de que tais danos poderiam ocorrer.

13.3. A mercadoria transportada viaja sempre por conta e risco do cliente, salvo se o evento danoso resultar de dolo ou for originado em culpa grave da Postlog.

13.4. A Postlog não será responsável se a mercadoria ou parte da mesma se perder, extraviar, danificar ou atrasar em resultado de circunstâncias fora do seu controlo ou de actos ou omissões por parte do cliente ou de terceiro, tais como:

– endereço insuficiente/incorrecto; deficiente preenchimento da Guia de Transporte; mau acondicionamento ou deficiente embalamento; vício próprio, ou alteração proveniente da natureza intrínseca, dos objectos transportados; incumprimento pelo cliente das obrigações estabelecidas nas presentes condições gerais, nomeadamente nas cláusulas 3 e 10, e dos prazos previstos para a entrega da mercadoria.

– todos os casos fortuitos ou de força maior, tais como actos ou omissões de quaisquer autoridades públicas, greves, “lock-outs”, distúrbios laborais e cataclismos naturais;

– não cumprimento de horários das companhias transportadoras aéreas e quaisquer actos ou omissões de quaisquer Alfândegas ou entidades aduaneiras, companhias aéreas ou aeroportos.

13.5. A Postlog não é uma transportadora comum e não aceita qualquer responsabilidade que lhe seja imputada como se tivesse essa qualidade.


14 - DANOS E RECLAMAÇÕES


14.1. A Postlog aceita a mercadoria para expedição com reserva quanto ao seu estado, dado que, estando embalada no momento da recepção, desconhece se tem vícios.

14.2. Presume-se que a Mercadoria foi entregue pela Postlog em boas condições, salvo se o destinatário assinalar, aquando da recepção, qualquer dano no registo de entregas (lista de entregas ou guia de transporte). A Postlog só aceitará reclamações por danos na mercadoria se lhe for disponibilizada a embalagem original da mercadoria.

14.3. A reclamação por perda ou deterioração durante o transporte não pode ser deduzida após o recebimento, tendo havido verificação do seu estado ou sendo o vício aparente.

14.4. Fora dos casos previstos no nº anterior, a reclamação por perda, danos na mercadoria ou atrasos na entrega deve, sob pena de preclusão, ser apresentada por escrito no prazo de 30 dias a contar da data da entrega do objecto ou da data em que este devia ter sido entregue. O cliente deverá remeter à Postlog, no prazo de 30 dias a contar da data em que a reclamação tenha sido apresentada, toda a documentação relevante sobre o objecto (...). A Postlog não assumirá o pagamento de qualquer indemnização até que seja pago o preço do transporte, não podendo o cliente deduzir desse pagamento qualquer montante relativo à reclamação.

14.5. Incumbe ao reclamante o ónus da prova de que os danos reclamados ocorreram desde que a Postlog recebeu o objecto até que o entregou ao destinatário. (...)


15 - TARIFAS E PAGAMENTO
(...)

15.2. O preço do transporte é pago no acto da entrega da mercadoria para expedição, salvo se diferente prazo tiver sido acordado por escrito entre as partes.

15.3. O pagamento por meio de cheque só é considerado efectuado após boa cobrança; na falta de boa cobrança, fica a Postlog com a faculdade de imediatamente resolver o contrato. (...)


18 - LEI APLICÁVEL, JURISDIÇÃO E FORO


18.1. Envolvendo o transporte dois ou mais países, para a resolução dos litígios emergentes das presentes condições gerais será exclusivamente competente a jurisdição portuguesa, sendo aplicável a lei portuguesa e/ou os tratados de que o Estado Português seja parte.

18.2. Para a resolução de todas as questões emergentes do contrato de transporte a que se referem as presentes condições gerais, será exclusivamente competente o foro de Lisboa.



Não dispensa a Consulta das Condições Gerais



Dec. Lei 38/99 — 6 de Fevereiro

Artigo 15º — Guia de Transporte


Os transportadores rodoviários de mercadoria por conta de outrem são descritos numa Guia de Transporte, que deve acompanhar as mercadorias transportadas.


A Guia de Transporte deve conter os elementos que vierem a ser definidos por despacho do director geral de Transportes Terrestres.


Artigo 26º — Falta ou vícios da Guia de Transporte


A falta da Guia de Transporte é punível com coima de €249,40/ 50.000$00 a €748,20/ 150.000$00.


O preenchimento incorrecto ou incompleto da Guia de Transporte, por erro ou falsidade na declaração, é da responsabilidade do expedidor ou do transportador consoante a respectiva obrigação de preenchimento, e é punível com coima de €249,407 50.000$00 a €748,20/ 150.000$00.



Maria Luisa Duarte
Spain
Local time: 16:09
Native speaker of: Native in EnglishEnglish, Native in PortuguesePortuguese
PRO pts in pair: 2092

Peer comments on this answer (and responses from the answerer)
agree  Gabriela Frazao: Concordo. Guia de Transporte.
29 mins
Login to enter a peer comment (or grade)

49 mins   confidence: Answerer confidence 4/5Answerer confidence 4/5 peer agreement (net): +1
Guia de Remessa


Explanation:
também se utiliza em Portugal.

Trata-se de um documento que acompanha a mercadoria, e na base do qual é emitida a factura.

Gabriela Frazao
Portugal
Local time: 15:09
Native speaker of: Native in PortuguesePortuguese
PRO pts in pair: 846
Grading comment
Obrigado, Gabriela. Escolhi a sua por ser mais sucinta, embora também concorde com a sugestão da Maria Luiza.

Peer comments on this answer (and responses from the answerer)
agree  António Ribeiro: Correcto
47 mins
Login to enter a peer comment (or grade)




Return to KudoZ list


KudoZ™ translation help
The KudoZ network provides a framework for translators and others to assist each other with translations or explanations of terms and short phrases.



See also:



Term search
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs
  • Forums
  • Multiple search