Off topic: ACORDO ORTOGRÁFICO - Uma opinião de Portugal
Thread poster: María Leonor Acevedo-Miranda

María Leonor Acevedo-Miranda  Identity Verified
Portugal
Local time: 11:38
Member (2004)
English to Portuguese
+ ...
Jun 2, 2009

RAZÕES CONTRA O ACORDO ORTOGRÁFICO

1. A língua materna é o português estabelecido ao longo de séculos, neste sítio do sudoeste europeu;
2. Esta língua foi exportada para África, Ásia, Oceânia e América do Sul, a partir dos séculos XIV e XV;
3. Foi adoptada como linguagem de comunicação comum, por vários povos;
4. Foi tendo uma evolução de vocabulário e de escrita, tanto na origem, como nos povos adoptantes da mesma;
5. Com a diáspora foi-se espalhando para outros países e territórios;
6. Mas tendo sempre por base... a MATRIZ.
7. Fazendo algum paralelismo com a expansão de outras línguas:
(A) O castelhano expandiu-se, a partir da sua matriz europeia, para a América do Sul e norte de África;
(B) O inglês para a Ásia, Oceânia, América do Norte e África, a partir da sua matriz europeia;
8. Nenhuma destas línguas é falada e escrita da mesma forma, nos territórios de origem e nos territórios (hoje países) de destino;
9. Daí não advém nenhuma questão de comunicação; não se dificultou, de nenhuma forma, a comunicação entre os vários povos adoptantes e o povo da matriz;
10. Não há nenhum acordo ortográfico que submeta qualquer das línguas (castelhano, inglês ou francês) à dimensão de outros territórios onde se adoptou a língua-mãe;
11. Isso não prejudicou, nem prejudica a língua, nas suas diversas matizes, nem a sua força internacional;
12. Todos respeitam os matizes diversos da língua comum e entendem-se bem na sua essência;
13. Os EUA têm 300 milhões de habitantes, a Inglaterra cerca de 40 milhões, os Escoceses e Galeses cerca de 20 milhões;
14. Nem por isso deixam de manter a sua autonomia linguística;
15. Não vejo, à face destes factos, nenhuma razão teórica ou prática, para Portugal adoptar (com carácter de normas positivas, de cumprimento obrigatório) as nuances da língua falada e escrita noutras partes do mundo;
16. Não vejo a necessidade de se desvirtuar a língua matriz;
17. Por isso, e porque a língua é um dos factores mais fortes da identidade Lusíada, não vejo a utilidade de se atenuar a identidade de um povo com 8 séculos de história, em favor de nuances com menos de 300 anos;
18. Não vejo qualquer utilidade (a não ser pelo nacional-saloísmo) de adoptarmos um acordo que desvirtua a língua matriz do mundo lusófono.

Miguel Mattos Chaves
Master in European Studies (economics)
& Master in Marketing Management by Universidade Católica Portuguesa

[Editado em 2009-06-03 13:13 GMT]


 

José Henrique Lamensdorf  Identity Verified
Brazil
Local time: 07:38
English to Portuguese
+ ...
Uma opinião PESSOAL do Brasil Jun 2, 2009

María Leonor Acevedo-Miranda wrote:

RAZÕES CONTRA O ACORDO ORTOGRÁFICO
10. Não há Nenhum Acordo Ortográfico que submeta qualquer das Línguas (Castelhano, Inglês ou Francês) à dimensão de outros territórios onde se adoptou a Língua Mãe;
15. Não vejo, à face destes factos, nenhuma razão Teórica ou Prática, para Portugal adoptar (com carácter de Normas Positivas, de cumprimento obrigatório) as nuances da Língua falada e escrita noutras partes do Mundo;
16. Não vejo a necessidade de se Desvirtuar a Língua Matriz;
17. Por isso, e porque a Língua é um dos factores mais fortes da Identidade Lusíada, Não vejo a utilidade de se atenuar a identidade de um Povo com 8 séculos de história, em favor de nuances com menos de 300 anos;

Miguel Mattos Chaves
Senior Corporate's Director
Senior Corporate's Consultant
Master in European Studies (economics)
& Master in Marketing Management by
Universidade Católica Portuguesa


Estou de pleno acordo com o exposto acima, que já me parece suficiente como argumentação, contudo mantendo uma ressalva:
Não se está desvirtuando a língua lusitana em favor de coisa alguma, pois a língua brasileira também está sendo desvirtuada, pouco importa a intensidade relativa do impacto em cada uma delas, através de regras arbitrárias.

Se há um abismo entre as variantes da língua portuguesa, especialmente entre Portugal e Brasil, isso é prova cabal de que quem faz uma língua é o povo que a fala, e não legisladores no topo de uma torre de marfim.

Se a reforma está sendo em favor de alguém, a única opção visível é em favor de editoras - especialmente de livros didáticos - que terão de converter e republicar todas as suas obras para que o ensino não se utilize de textos com a grafia antiga. Parece ser um lobby assustadoramente poderoso no mundo lusófono.

Numa época de preservação do meio ambiente, querem reciclar bibliotecas inteiras, que terão de ser repostas com grandes lucros para as editoras. Espero que alguém tenha uma justificativa melhor para essa reforma, pois esta não me agrada nem um pouco.


 

Carla Guerreiro  Identity Verified
France
Local time: 12:38
French to Portuguese
+ ...
Sinceramente, há coisas que me preocupam mais... Jun 4, 2009

Bom dia a todos,

Embora tenha consciência da dimensão política (e politiqueira) do Acordo Ortográfico (e tenha apreensões em relação à maneira como ele está a ser aplicado), há coisas que me preocupam mais, porque:

- pelo lado português, as alterações não são assim tão significativas
- assusta-me muito, mas muito mais a maneira como as pessoas (incluindo os meios de comunicação social e os políticos) assassinam todos os dias a língua portuguesa.

Isso sim é que me assusta verdadeiramente!!


 

María Leonor Acevedo-Miranda  Identity Verified
Portugal
Local time: 11:38
Member (2004)
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Visceralmente contra Jun 15, 2009

Tal como o meu cunhado Vasco Graça Moura, e desde a primeira hora, sou contra!

BUT HEY...THAT'S JUST ME.....

Leonor Acevedo-Miranda


 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

ACORDO ORTOGRÁFICO - Uma opinião de Portugal

Advanced search






WordFinder Unlimited
For clarity and excellence

WordFinder is the leading dictionary service that gives you the words you want anywhere, anytime. Access 260+ dictionaries from the world's leading dictionary publishers in virtually any device. Find the right word anywhere, anytime - online or offline.

More info »
TM-Town
Manage your TMs and Terms ... and boost your translation business

Are you ready for something fresh in the industry? TM-Town is a unique new site for you -- the freelance translator -- to store, manage and share translation memories (TMs) and glossaries...and potentially meet new clients on the basis of your prior work.

More info »



Forums
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs
  • Forums
  • Multiple search