Aligeirar o vocabulário ou não, eis a questão.
Thread poster: Raquel Bragança

Raquel Bragança
Local time: 17:31
English to Portuguese
+ ...
Jul 15, 2009

Aqui no trabalho surgiu a questão do vocabulário usado em certas séries e de deveríamos aligeirar na legendagem. A questão foi que a colega tradutora traduziu "son of a bitch" por "filho da puta". As indicações que temos é para manter o tom, mas uma colega referiu que quem estava a ver a série com ela na altura em casa disse que achava a tradução demasiado forte e deveria ser "filho da mãe".

Sei que nos canais portugueses há essa indicação, mas no nosso caso (não é uma estação de TV em Portugal) temos indicações para não aligeirar nada, o que concordo, mas a questão que se levantou era se "son of the bitch" tinha a mesma força que "filho da puta" ou "filho da mãe".

O que acham os colegas?


 

Fred Lessing
English to Portuguese
Aligeirar o vocabulário ou não, eis a questão Jul 15, 2009

Penso que "son of a bitch" não é tão forte como "filho da puta", aliás, não é apenas usado para ofender, mas tyambém para expressar surpresa, e isso corresponde mais ou menos a "filho da mãe". No entanto, sou totalmente contra o mau hábito de aligeirar o tom (mas também contra o mau hábito de traduzir o tom à letra). Por exemplo, um filme do Turrentino não tem piada sem os palavrões...

 

José Henrique Lamensdorf  Identity Verified
Brazil
Local time: 07:31
English to Portuguese
+ ...
Opção da distribuidora/emissora local Jul 15, 2009

Cada empresa do ramo tem suas normas da casa, e convém o tradutor segui-las à risca, se quiser continuar trabalhando para eles.

Salvo engano, a Disney não permite que "son of a bitch" seja traduzido além de "desgraçado". Por outro lado, há empresas do ramo que exigem "filho da puta" para "bastard".

O melhor é perguntar e ter isso anotado de maneira organizada. Não costuma ser uma opção deixada a critério do tradutor.


 

Raquel Bragança
Local time: 17:31
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
A questão é outra Jul 16, 2009

José Henrique Lamensdorf wrote:

Cada empresa do ramo tem suas normas da casa, e convém o tradutor segui-las à risca, se quiser continuar trabalhando para eles.

Salvo engano, a Disney não permite que "son of a bitch" seja traduzido além de "desgraçado". Por outro lado, há empresas do ramo que exigem "filho da puta" para "bastard".

O melhor é perguntar e ter isso anotado de maneira organizada. Não costuma ser uma opção deixada a critério do tradutor.



A empresa dá directizes no sentido de manter o tom do original nas traduções, aqui a questão é com o público, mas como diz Fred Lessing, creio que "filho da puta" é mais forte que "son of the bitch". Tam bém não entendo porque a Disney aceita no original "son of the bitch" e a tradução tem de ter um sentido mais leve.


 

José Henrique Lamensdorf  Identity Verified
Brazil
Local time: 07:31
English to Portuguese
+ ...
Algumas opiniões Jul 16, 2009

Raquel Bragança wrote:
A empresa dá directizes no sentido de manter o tom do original nas traduções, aqui a questão é com o público, mas como diz Fred Lessing, creio que "filho da puta" é mais forte que "son of the bitch".


Concordo quanto a ser mais forte. Todavia há mais um aspecto a considerar. Alguns palavrões ditos com a expressão adequada podem passar como algo natural, até mesmo na dublagem. Contudo vê-los escritos por extenso na tela pode ser chocante para algumas pessoas.

Raquel Bragança wrote:
Também não entendo porque a Disney aceita no original "son of the bitch" e a tradução tem de ter um sentido mais leve.


É pura especulação minha, mas pode ser por a Disney ter começado exclusivamente no mercado infantil, e continuar assim no Disney Channel. Nos EUA, eles têm outras divisões, Buena Vista, Castle Rock, Touchstone etc. com filmes para adultos. Como os canais de distribuição já tinham as "normas da casa", talvez elas tenham acabado prevalecendo em todos os filmes.


 

Raquel Bragança
Local time: 17:31
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Entendo... Jul 16, 2009

José Henrique Lamensdorf wrote:

Concordo quanto a ser mais forte. Todavia há mais um aspecto a considerar. Alguns palavrões ditos com a expressão adequada podem passar como algo natural, até mesmo na dublagem. Contudo vê-los escritos por extenso na tela pode ser chocante para algumas pessoas.



Percebo o que quer dizer, mas nesse caso, cabe ao tradutor discernir qual a intensidade, se assim se pode dizer, e manter na tradução. Se é uma discussão entre, digamos, traficantes de droga, "son of the bitch" nunca será filho da mãe, não vejo qual a razão para não chocar quem vê o filme. Se a temática é pesada, a tradução tem de passar a mesma ideia, quem não quer ver uma tradução com palavrões, que não vá ver filmes com palavrões. Já se for um amigo para outro em brincadeira, a coisa muda de figura, nesse caso usava filho da mãe sem problema, ou qualquer do género.


Tenho pena que não haja mais colegas a comentar. Debater estas questões com colegas é muito esclarecedor.

Obrigada, José.


 

Ana Rita Simões  Identity Verified
Portugal
Local time: 10:31
Member (2009)
English to Portuguese
+ ...
a minha opinião Jul 16, 2009

Olá Raquel,

Esta é uma questão interessante e recentemente tive um "problema" parecido. Num documentário que traduzi para um festival de cinema, sobre o feminismo em Itália, surgia uma canção em que a letra era qualquer coisa como: "Que horror! Fazes-me vomitar! Odeio-te, detesto-te", e a meio aparecia-me este verso: "Pensi solo al tuo uccello" - "uccello", em italiano, quer dizer "pássaro" mas é também uma forma de se referir ao órgão sexual masculino. Não é propriamente educado, mas também não é das palavras mais fortes. Isto acontece muito em italiano, acho que eles têm uma imaginação muito fértil no que toca a palavrões e insultosicon_biggrin.gif E torna-se difícil encontrar um equivalente em português, porque nós só temos ou nomes infantis, ou nomes muito pesados.

Os nomes infantis estavam à partida excluídos, mas não sabia se poderia usar palavras mais fortes. Nunca tinha passado por este problema até então, e não tinha quaisquer regras para a tradução. Achei que, embora o público do festival fosse adulto e não me parecesse que se fosse chocar com a palavra c*icon_razz.gif, era pesado demais e optei por: "Só pensas com a cabeça de baixo", que acho que passava a ideia.

Penso que em Portugal o público ainda é um pouco púdico e nem toda a gente aceita bem ler um "filho da puta" na televisão. Aceitam melhor o "son of a bitch" porque, talvez por ser numa língua estrangeira, não nos soa tão forte - pelo menos eu tenho essa sensação.

De qualquer forma, como espectadora, prefiro uma tradução "pura e dura", que seja fiel ao contexto e ao tom - mas como tradutora, acho que devemos jogar um bocadinho pelo seguro...

[Edited at 2009-07-16 16:29 GMT]


 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

Aligeirar o vocabulário ou não, eis a questão.

Advanced search






PerfectIt consistency checker
Faster Checking, Greater Accuracy

PerfectIt helps deliver error-free documents. It improves consistency, ensures quality and helps to enforce style guides. It’s a powerful tool for pro users, and comes with the assurance of a 30-day money back guarantee.

More info »
SDL Trados Studio 2019 Freelance
The leading translation software used by over 250,000 translators.

SDL Trados Studio 2019 has evolved to bring translators a brand new experience. Designed with user experience at its core, Studio 2019 transforms how new users get up and running and helps experienced users make the most of the powerful features.

More info »



Forums
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs
  • Forums
  • Multiple search