https://www.proz.com/forum/portuguese/182368-os_tradutores_encaram_a_sua_actividade_de_um_ponto_de_vista_empresarial.html

Os tradutores encaram a sua actividade de um ponto de vista empresarial?
Thread poster: Sandra B.

Sandra B.
Portugal
Local time: 12:17
English to Portuguese
+ ...
Oct 7, 2010

Pensam em margem de lucro, custos de produção, etc., na altura de oferecerem as suas tarifas? A semana passada uma empresa perguntou-me, depois de eu os ter informado do meu preço por palavra, se poderia cobrar o mesmo que os outros tradutores portugueses que trabalhavam com a sua empresa, ou seja, 4 cêntimos menos em relação à minha tarifa, que considero justa... Disse que não. Porque tenho impostos para pagar, custos de produção e ainda tenho de ter alguma margem de lucro.
Par
... See more
Pensam em margem de lucro, custos de produção, etc., na altura de oferecerem as suas tarifas? A semana passada uma empresa perguntou-me, depois de eu os ter informado do meu preço por palavra, se poderia cobrar o mesmo que os outros tradutores portugueses que trabalhavam com a sua empresa, ou seja, 4 cêntimos menos em relação à minha tarifa, que considero justa... Disse que não. Porque tenho impostos para pagar, custos de produção e ainda tenho de ter alguma margem de lucro.
Parece-me que falta um espírito mais empresarial entre esta classe e alguns conhecimentos de gestão de negócios, mas que era fundamental que existissem, porque trabalhar como freelance é, no fundo, gerir uma muito pequena micro-empresa. E talvez isto tivesse alguma influência sobre as tarifas que se andam a cobrar...
Collapse


 

Mariana Moreira
Portugal
Local time: 12:17
Member (2004)
English to Portuguese
+ ...
Preço hora Oct 7, 2010

Ainda hoje quando recebi uma "nota" sobre o meu preço/hora de um cliente novo para quem ainda só fiz um trabalho lhe perguntei quanto pagava a uma empregada doméstica à hora, que não tem formação nem a nossa responsabilidade ou quanto pagava a um médico por uma consulta de rotina, onde na maioria das vezes nem sequer se passa uma hora.

Acho que a nossa profissão é subvalorizada e muitas vezes são os próprios tradutores os primeiros culpados ao aceitar qualquer tarifa. ... See more
Ainda hoje quando recebi uma "nota" sobre o meu preço/hora de um cliente novo para quem ainda só fiz um trabalho lhe perguntei quanto pagava a uma empregada doméstica à hora, que não tem formação nem a nossa responsabilidade ou quanto pagava a um médico por uma consulta de rotina, onde na maioria das vezes nem sequer se passa uma hora.

Acho que a nossa profissão é subvalorizada e muitas vezes são os próprios tradutores os primeiros culpados ao aceitar qualquer tarifa.

Mas também há aqueles clientes que acho que se estão a "borrifar" (ou andarão lá perto) para a qualidade, tal como me aconteceu com uma (conceituada ?!!) agência espanhola que há uns anos me ofereceu um valor por tradução inferior ao que na altura aceitava por revisões. Quando respondi que não aceitava o valor, responderam que e cito: "mas é apenas para traduzir, não precisa de ler nem nada".

Perante que isto, que responder - nada.

Uma boa noite para todos
Collapse


 

Delio Destro  Identity Verified
Canada
Local time: 04:17
English to Portuguese
+ ...
Batalha perdida Oct 7, 2010

Sandra/Mariana,

Esta é uma batalha perdida há anos. Cada vez que levanto esta questão, quando tento explicar isso para algum cliente, recebo olhares estranhos, como se estivesse falando do mundo real, "não o mundo dos freelancers".

Eu não sou muito apegado a bordões e títulos, mas uma das coisas que seria interesante mudar é o próprio nome "tradutor freelancer". Isso sempre soou pra mim como algo amador, algo que se faz só porque não se consegue um emprego d
... See more
Sandra/Mariana,

Esta é uma batalha perdida há anos. Cada vez que levanto esta questão, quando tento explicar isso para algum cliente, recebo olhares estranhos, como se estivesse falando do mundo real, "não o mundo dos freelancers".

Eu não sou muito apegado a bordões e títulos, mas uma das coisas que seria interesante mudar é o próprio nome "tradutor freelancer". Isso sempre soou pra mim como algo amador, algo que se faz só porque não se consegue um emprego de verdade em outro lugar. Como se diz no Brasil, dá um ar de "topo qualquer parada, faço qualquer negócio".

Títulos são importantes, mas nós não aproveitamos isso. Deveriamos ser Tradutores Independentes ou algo assim. Desclassificar a palavra freelancer the uma vez por todas.

Uma coisa que faço com regularidade é não responder mais a emails de quem me pede para reduzir o preço. Se me perguntaram o preço e depois acham caro, que comprem em outro lugar. Ou então me ofereçam o que podem pagar logo de início. Muitas vezes eles voltam, depois de terem pago mais barato e recebido o mais barato, e me oferecem de cara o meu preço inicial. Se querem desconto, como minha mãe (portuguesa) dizia: "que vão prus quintus dus infernus"

Falta um pouco de testosterona nesta profissão. (desculpem o machismo)
Collapse


 

José Henrique Lamensdorf  Identity Verified
Brazil
Local time: 08:17
English to Portuguese
+ ...
In memoriam
O "procedimento" Oct 7, 2010

Quando uma agência me convida para fazer um serviço de tradução por metade da minha tarifa padrão ou menos, sugiro que usem tradução automática gráaatis online. Até dou o link para o Google Translate.

Explico que conheço o nível de serviço que os tradutores que atuam nessa faixa de preço oferecem, pois já fui contratado por agências que exageraram em tarifas baixas pagas a tradutores, e o trabalho acabou sendo
... See more
Quando uma agência me convida para fazer um serviço de tradução por metade da minha tarifa padrão ou menos, sugiro que usem tradução automática gráaatis online. Até dou o link para o Google Translate.

Explico que conheço o nível de serviço que os tradutores que atuam nessa faixa de preço oferecem, pois já fui contratado por agências que exageraram em tarifas baixas pagas a tradutores, e o trabalho acabou sendo rejeitado (às vezes com requintes de grosseria) pelo cliente final, por motivos de qualidade. Explico que, apesar de as falhas serem diferentes, a qualidade da tradução automática é comparável à tradução barata, até com algumas vantagens. Por exemplo, na tradução automática há constância: um termo traduzido errado sempre será traduzido da mesma forma, do início ao fim. Já o aspirante ou amador às vezes aprende a tradução correta de certas coisas pelo caminho mas, se o trabalho for longo, ainda corre o risco de esquecer parte do que aprendeu antes de chegar ao final e voltar a errar (ou até inventar uma outra tradução errada!).

Explico que como a tradução automática é gratuita, se o cliente aceitar e pagar sem olhar, a agência terá um lucro ainda maior. Se o cliente tiver alguém que entenda o idioma de destino e rejeitar o serviço, terá sobrado mais dinheiro no orçamento para pagar a um tradutor profissional para refazer.

Outro dia um sujeito me mandou um longo texto para traduzir, oferecendo uma merreca. Joguei no Google Translate e lhe mandei o texto 'traduzido' do jeito que veio, dizendo que não iria lhe custar nada! Não tive mais notícias dele, e nem quero!

Os amadores e aspirantes a tradutores estão apavorados com a evolução da tradução automática. Acho que eles têm bons motivos para isso.
Collapse


 

Salvador Scofano and Gry Midttun
Norway
Local time: 13:17
Member (2006)
English to Portuguese
+ ...
Vai haver espaço para bons tradutores? Oct 8, 2010

Primeiramente gostaria de dizer que concordo com todas as opiniões anteriores.

O advento da internet abriu novos espaços e novas possibilidades. Abriu também a possibilidade de "leilões reversos de tradução" em que os tradutores muitas vezes são escolhidos unicamente pelo menor preço por palavra. Às vezes simplesmente o preço é imposto ao tradutor sob o argumento: "esse é o orçamento para o projeto". Pergunto-me se essa pessoa diria o mesmo a outros prestadores de servi
... See more
Primeiramente gostaria de dizer que concordo com todas as opiniões anteriores.

O advento da internet abriu novos espaços e novas possibilidades. Abriu também a possibilidade de "leilões reversos de tradução" em que os tradutores muitas vezes são escolhidos unicamente pelo menor preço por palavra. Às vezes simplesmente o preço é imposto ao tradutor sob o argumento: "esse é o orçamento para o projeto". Pergunto-me se essa pessoa diria o mesmo a outros prestadores de serviço: médicos, advogados, encanadores, carpinteiros ou pipoqueiros.

O resultado é um oceano de traduções ruins (exemplo: sites chineses que usam textos em português traduzidos automaticamente). Quem gostaria de comprar alguma coisa num site assim? Por curiosidade, já vi tradutores usarem no Kudoz referências baseadas nesses sites. Ou seja, o cachorro (cão) a correr atrás do rabo. Loucura total.

Para exercer essa atividade é necessário investir em formação, equipamentos, software, conexão boa com a internet, backup dos arquivos etc. Por outro lado, algumas empresas obviamente querem pagar o mínimo possível para lucrar ao máximo. Se o tradutor se basear nos "orçamentos disponíveis das empresas", "preços de mercado" e "preços-alvo das empresas contratantes" pode mais cedo ou mais tarde concluir que a atividade é inviável do ponto-de-vista financeiro. Não vai conseguir se atualizar, atualizar os equipamentos, software e não vai sobreviver profissionalmente.

Atrevo-me a propor soluções, porque prefiro pensar de forma otimista:
1) Levar sempre em consideração os custos. Qual a renda média que permite manter a atividade no país em que se vive, pagar impostos, atualizar equipamentos etc? Se os preços oferecidos forem baixos para o padrão esperado, recusar o serviço com toda a convicção e consciência limpa.
2) Eventualmente combinar o trabalho de tradução com o trabalho de intérprete, caso seja bem pago.
3) Antes de aceitar algum trabalho, verificar o Blue Board. Se a agência não tiver notas altas, evitar trabalhar com elas.
4) Existe um mundo além das agências de tradução. Existem empresas que precisam de traduções, querem qualidade e pagam muito melhor. Existem muitas empresas que não querem fazer papel ridículo, apresentando traduções erradas, automáticas ou inadequadas. Sem a intermediação de agências de tradução.
5) Para conseguir bons clientes, é preciso um pouco de paciência e perseverança. Se ficarmos a traduzir por preços baixos, vamos ter pouco tempo para achar novos e bons clientes. Como se diz no Brasil: "quem trabalha não tem tempo de ganhar dinheiro".

Vai haver espaço para bons tradutores?
Por fim, gostaria de dizer que acredito que sempre vai haver espaço para bons tradutores. Sempre vão existir empresas que precisam ter seus textos traduzidos com precisão, esmero e arte. Esse é o capital mais importante dos tradutores: sua competência.

Bola pra frente! [para os não brasileiros: jargão com origem no futebol, que significa: vamos em frente com otimismo e garra]

[Edited at 2010-10-08 11:19 GMT]
Collapse


 

Inga Petkelyte  Identity Verified
Portugal
Local time: 12:17
Lithuanian to Portuguese
+ ...
Concordo com Délio Oct 8, 2010

Que esta é uma batalha perdida há anos. Já nem sequer discuto com os clientes, nem sugiro nada.

Ontem aconteceu-me uma coisa curiosa: uma agência, a qual já tinha feito uma tradução de certificado de estudos, pediu-me para traduzir mais algumas linhas, inscrevê-las em sítios certos, imprimir, assinar e enviar-lhes. Quando lhes disse que iria custar como metade da página, responderam que "não tinham cara" para dizer isto ao cliente. Assim, traduzi aquelas linhas e enviei-a
... See more
Que esta é uma batalha perdida há anos. Já nem sequer discuto com os clientes, nem sugiro nada.

Ontem aconteceu-me uma coisa curiosa: uma agência, a qual já tinha feito uma tradução de certificado de estudos, pediu-me para traduzir mais algumas linhas, inscrevê-las em sítios certos, imprimir, assinar e enviar-lhes. Quando lhes disse que iria custar como metade da página, responderam que "não tinham cara" para dizer isto ao cliente. Assim, traduzi aquelas linhas e enviei-as no corpo do texto. Segue logo o pedido para fazer tudo o resto. Respondi, desta vez, que agora já eu "não tenho cara" perante os meus filhos que preciso alimentar, vestir, pagar despesas de escola. Pois que eles perguntam porque é que a mãe passa tanto tempo ao pé do PC mas o dinheirito sempre falta.

Pois, a mesma PM gastou metade do meu dia nesta terça-feira passada, a perguntar tudo e mais uma coisa, porque estava a substituir a sua colega; com toda a consideração expliquei até como se calcula a página (como sabem, na Europa Central muitas vezes paga-se por página), reenviei as o meu email de 1 de Setembro deste ano com as tarifas detalhadas; depois da troca de aprox. 20 emails a encomenda não seguiu. Acontece, sim, mas depois disto pedir traduzir, colocar nos sítios indicados, imprimir, digitalizar, enviar (com os meus recursos, claro) e ainda emitir a factura, mas pagar a mera tradução de três linhas ??

Desculpem, mas tal como Sandra, acho que não só os meus conhecimentos, mas também o meu tempo por si tem valor, e o equipamento, o papel, os tinteiros (afinal, o seu fornecimento), a electricidade, etc. também não me caiem do céu.
Collapse


 

Caridad Rios  Identity Verified
France
Local time: 13:17
English to Spanish
+ ...
La integridad profesional Oct 8, 2010

Antes que nada, me disculpo porque estoy respondiendo en español en un foro portugués, pero me pareció muy interesante el foro y por eso me atrevo a hacerlo.

Comparto las opiniones expresadas en este foro. Cuando yo estudié esta carrera, no existían ni MT, ni agencias de traducción u otros intermediarios que "vendieran" nuestros servicios. Existían traductores, la mayoría especialistas en un ámbito específico porque muchos eran abogados, escritores, periodistas, etc. Téc
... See more
Antes que nada, me disculpo porque estoy respondiendo en español en un foro portugués, pero me pareció muy interesante el foro y por eso me atrevo a hacerlo.

Comparto las opiniones expresadas en este foro. Cuando yo estudié esta carrera, no existían ni MT, ni agencias de traducción u otros intermediarios que "vendieran" nuestros servicios. Existían traductores, la mayoría especialistas en un ámbito específico porque muchos eran abogados, escritores, periodistas, etc. Técnicos o no, eran traductores que procuraban encontrar la palabra justa y por eso se preciaba su trabajo. Salvo en las organizaciones internacionales donde ya existían (al igual que ahora) tarifas fijas, los traductores nadaban en un océano donde se apreciaba más la calidad y, por lo tanto, el oficio que ejercían. Es interesante observar cómo actualmente se está dando realce a las cualidades que se valoraban hasta hace sólo un par de décadas: la calidad (en busca de la normalización de ésta); el trabajo del traductor (muchos clientes comienzan a cobrar conciencia de las ventajas y desventajas de la traducción automática) y, en algunos casos, pagan doble porque luego se ven en la obligación de contratar a un traductor.

Mi reserva es sobre todo con las agencias de traducción. Por un lado, no debemos desbaratar nuestro trabajo porque hoy son moneda corriente y, por otro, porque son empresas con empleados que en su mayoría no son traductores y no les interesa el oficio. Concuerdo con las sugerencias de Salvador pero también añado que una vez que fijamos nuestras tarifas, no nos debemos sentir culpables por ello. Ese es nuestro rango de tarifas y, en principio, lo hemos establecido a conciencia teniendo en cuenta nuestra ganancia así como nuestros gastos generales. El traductor independiente es una mini empresa y tiene que velar tanto por la calidad de su trabajo como por su "negocio". Como lo han mencionado ya todos ustedes, no aceptemos propuestas que desmerezcan nuestro trabajo y nuestra integridad profesional.
Collapse


 

Salvador Scofano and Gry Midttun
Norway
Local time: 13:17
Member (2006)
English to Portuguese
+ ...
No Peanuts! for Translators Oct 11, 2010

A propósito, encontrei um site de um interessante movimento com o sugestivo nome de "No Peanuts! for Translators ". Se eu colocar o link, ele será automaticamente removido. É só buscar no Google. Tem tudo a ver com a questão levantada muito bem pela Sandra.

 

Sandra B.
Portugal
Local time: 12:17
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
... Oct 11, 2010

Site muito a propósito e com bons conselhos!

Não sou tão pessimista como o Delio e acredito que é possível mudar as coisas. Porque cobrar preços tão baixos é insustentável a médio e longo prazo e essas pessoas vão acadar por sair de circulação porque têm de encontrar outra ocupação para viverem (ou sobreviverem...) ou porque o seu trabalho acaba por não revelar qualidade e os clientes têm de optar por outro tradutor.

O importante é RECUSAR tarifas ba
... See more
Site muito a propósito e com bons conselhos!

Não sou tão pessimista como o Delio e acredito que é possível mudar as coisas. Porque cobrar preços tão baixos é insustentável a médio e longo prazo e essas pessoas vão acadar por sair de circulação porque têm de encontrar outra ocupação para viverem (ou sobreviverem...) ou porque o seu trabalho acaba por não revelar qualidade e os clientes têm de optar por outro tradutor.

O importante é RECUSAR tarifas baixas e propor tarifas justas.

Achei piada a um anúncio que foi publicado hoje no Proz onde a fulana diz "...and don't forget to mention you best price per Word! ", que é como quem diz, quero preços bem baixinhos.

Gostei particulamente do no fim... Respondi com a minha tarifa. Sei que muito provavelmente não serei seleccionada mas acho importante responder a estes anúncios com tarifas justas.
Collapse


 

Barbara Santos  Identity Verified
Portugal
Local time: 13:17
Member (2005)
German to Portuguese
+ ...
O tempo e os amendoins Oct 18, 2010

Como medida de descompressão pós-almoço, enviei a carta-modelo do No Peanuts! for translators a alguns anúncios publicados nos últimos dias no proz.com. Como sempre, estes anúncios com tarifas absurdas já têm imensas candidaturas para PT: gostava que muitas delas fossem como a minha mas julgo que não passará de wishful thinking...

Boa semana para todos,
Bárbara


 

Sandra B.
Portugal
Local time: 12:17
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
... Oct 18, 2010

É verdade Bárbara, não percebo como é que as pessoas podem viver a cobrar estas tarifas. Realmente gostava de perceber. Talvez exista algum "truque" que ainda não conheço...

Principalmente num contexto de duplo aumento de impostos (IVA mais IRS), realmente, há algo que me ultrapassa...

Um artigo interessante sobre este assunto na página 178 desta publicação:
...
See more
É verdade Bárbara, não percebo como é que as pessoas podem viver a cobrar estas tarifas. Realmente gostava de perceber. Talvez exista algum "truque" que ainda não conheço...

Principalmente num contexto de duplo aumento de impostos (IVA mais IRS), realmente, há algo que me ultrapassa...

Um artigo interessante sobre este assunto na página 178 desta publicação:
http://www.foros-asetrad.org/linterna/pdf/lalinterna_n2-3.pdf
Collapse


 

SoniaSousaLino  Identity Verified
Portugal
Local time: 12:17
Spanish to Portuguese
+ ...
os tradutores encaram... Nov 16, 2010

Pois, penso que infwelizmente a nossa profissão é vista como algo que "toda a gente faz" ou uma saída fácil para alguém que que fazer algum dinheiro extra...

Como se nós ainda morássemos com os nossos pais sem pagar renda, hipoteca, seg. social e muito menos impostos!

Se como traduotores fôssemos mais unidos, não teríamos chegado a este ponto de "eu faço à borla" e coloco à disposição de todos na internet, por exemplo...

Enfim, espero que nov
... See more
Pois, penso que infwelizmente a nossa profissão é vista como algo que "toda a gente faz" ou uma saída fácil para alguém que que fazer algum dinheiro extra...

Como se nós ainda morássemos com os nossos pais sem pagar renda, hipoteca, seg. social e muito menos impostos!

Se como traduotores fôssemos mais unidos, não teríamos chegado a este ponto de "eu faço à borla" e coloco à disposição de todos na internet, por exemplo...

Enfim, espero que novas gerações sejam bons colegas e se protejam uns aos outros nesta profissão!
Collapse


 

Mónica Machado
United Kingdom
Local time: 12:17
English to Portuguese
+ ...
o truque é simples :-) Nov 16, 2010

Eu concordo com a maior parte dos comentários mas acho que o "truque" inerente aos preços baixos é simples.

Muita gente da que para aí anda a apregoar qualidade e preços concorrenciais, não paga SS nem IRS, tem software da candonga e anda aqui porque sempre dá dinheiro... pois, traduzindo 4 mil ou mais/dia a preço barato, sem se ralar com a qualidade, sem fazer pesquisa, sem fazer perguntas ao cliente e sem pagar SS e IRS e ainda com o tal software da candonga... acho que at
... See more
Eu concordo com a maior parte dos comentários mas acho que o "truque" inerente aos preços baixos é simples.

Muita gente da que para aí anda a apregoar qualidade e preços concorrenciais, não paga SS nem IRS, tem software da candonga e anda aqui porque sempre dá dinheiro... pois, traduzindo 4 mil ou mais/dia a preço barato, sem se ralar com a qualidade, sem fazer pesquisa, sem fazer perguntas ao cliente e sem pagar SS e IRS e ainda com o tal software da candonga... acho que até 2 cêntimos dá lucro.

E depois, provavelmente essas pessoas estão ainda inscritas na SS a receber SD ou SI

Ou seja... não há despesas e o que vem é lucro (a juntar ao que os tradutores a sério - os que pagam SS, IRS - lhes dão indirectamente através dos tais SD e SI )

Enfim, claro que essa gente (recuso a tratá-los como tradutores) anda aí mas não anda propriamente a tirar trabalho a ninguém, porque o cliente dos 2 cêntimos também não interessa ao verdadeiro tradutor.

E quanto aos clientes que querem sempre um descontinho, cá na terra diz-se "Quem muito se abaixa..." (para bom entendedor meia palavra basta).

Bom trabalho para todos

Mónica



[Edited at 2010-11-16 21:47 GMT]

[Edited at 2010-11-16 22:05 GMT]
Collapse


 

Sandra B.
Portugal
Local time: 12:17
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
"I'm a translator. My cleaning lady makes more than I do!" Dec 12, 2010

Encontrei este blog com alguns comentários interessantes sobre este tema.

http://www.leblogdelamirabelle.net/my-translators-blog/tradshirts/


 

Nathalie Schon  Identity Verified
France
Local time: 13:17
German to French
+ ...
Blog de la Mirabelle May 17, 2011

.Sandra wrote:

Encontrei este blog com alguns comentários interessantes sobre este tema.

http://www.leblogdelamirabelle.net/my-translators-blog/tradshirts/


Obrigada

Mirabelle


 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

Os tradutores encaram a sua actividade de um ponto de vista empresarial?

Advanced search






Wordfast Pro
Translation Memory Software for Any Platform

Exclusive discount for ProZ.com users! Save over 13% when purchasing Wordfast Pro through ProZ.com. Wordfast is the world's #1 provider of platform-independent Translation Memory software. Consistently ranked the most user-friendly and highest value

More info »
SDL Trados Business Manager Lite
Create customer quotes and invoices from within SDL Trados Studio

SDL Trados Business Manager Lite helps to simplify and speed up some of the daily tasks, such as invoicing and reporting, associated with running your freelance translation business.

More info »