Licenciatura para atuar como tradutor em Portugal
Thread poster: Vasco Costa

Vasco Costa
Portugal
Local time: 17:12
Feb 17, 2011

Há algum tempo que estou em Portugal, mas sou tradutor há praticamente 20 anos.

Não possuo uma licenciatura, mas possuo uma vasta experiência nesta profissão.

Em Portugal tenho-me deparado com a dificuldade de angariar clientes, pelo facto de eu não possuir uma licenciatura. E agora pergunto - o que é que isso importa, se eu tenho muita experiência, possivelmente muito mais experiência do que muitas pessoas licenciadas?

Qual a vossa opinião a este respeito? Será que não se pode ser tradutor em Portugal sem licenciatura?

Obrigado
Vasco Costa


 

CristinaPereira  Identity Verified
Local time: 17:12
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
É uma ajuda, mas... Feb 17, 2011

Olá Vasco,

Respondendo directamente à sua pergunta: penso que se pode ser tradutor em Portugal ou em qualquer outro sítio sem licenciatura. Eu por acaso tenho uma, mas o que aprendi depois disso não se equipara em nada ao que eu sabia quando acabei o curso. Como em qualquer outra área, é a experiência que conta.

No entanto, há agora muitas empresas com certificação ISO e penso que uma das exigências é exactamente a necessidade de licenciatura. Talvez seja esse o problema com que se tem deparado? No entanto, há também muitas agências, tanto em Portugal, como fora, que não exigem licenciatura.

Não sei exactamente o que tem feito para tentar arranjar trabalho nem que dificuldades tem encontrado, mas posso dizer-lhe que o seu perfil não diz absolutamente nada. Se dissesse mais sobre si, as suas áreas de especialização, a sua experiência, etc., talvez potenciais clientes se mostrassem interessados em contactá-lo.

Boa sorte!

Cristina


 

Vasco Costa
Portugal
Local time: 17:12
TOPIC STARTER
Licenciatura Feb 17, 2011

Obrigado pela sua resposta, Cristina

É realmente com as empresas ISO que eu tenho encontrado mais dificuldades. O que é pena...

A licenciatura não serve de nada se não se souber fazer uma boa tradução. Mas isso é o que se chama 'chover no molhado'... nos EUA nunca tive esse problema, e agora que vim para Portugal, enfrento esta dificuldade... o que vale é que continuo a ter os mesmos clientes que tinha, senão não sei como seria... mas angariar clientes em Portugal tem sido difícil...

Quanto ao meu perfil, ainda não tive muito tempo para me debruçar sobre ele, mas vou trabalhar nisso em breve.

Obrigado pela dica e pela gentileza.

Cumprimentos
Vasco Costa


 

Salvador Scofano and Gry Midttun
Norway
Local time: 18:12
Member (2006)
English to Portuguese
+ ...
Uma opinião Feb 17, 2011

Na minha opinião existem muitos clientes que não se preocupam com isso. Muitas firmas dão valor à experiência, domínio da terminologia na área específica, confiabilidade, precisão. Com certeza muitas vão exigir não só a licenciatura, mas também certificados, softwares ultra-específicos (até exigem uma versão específica), acreditações, carimbos, enfim, coisas miraculosas. O colega ficaria surpreso negativamente em saber quanto essas mesmas empresas, que tanto exigem, oferecem em termos de preço por palavra.

É compreensível que algumas empresas façam diversas exigências. Cada uma tem suas particularidades e necessidades. Só que existem também muitos clientes sérios que dão valor à competência de facto.

Uma sugestão: o colega pode usar os clientes como referência. Isso muitas vezes funciona bem e pode abrir portas.

[Edited at 2011-02-17 18:47 GMT]


 

Vasco Costa
Portugal
Local time: 17:12
TOPIC STARTER
resposta Feb 17, 2011

Talvez o Salvador tenha alguma razão quando diz que 'muitos clientes não se preocupam com isso'.

Como estou cá há pouco tempo, é natural que de início existam dificuldades... eu também tenho o defeito de tentar escolher as melhores empresas...icon_smile.gif

Isso de utilizar o nome das empresas não carece da autorização das mesmas? Porque ao fim e ao cabo, estaria a utilizar a sua imagem em meu benefício...


 

Salvador Scofano and Gry Midttun
Norway
Local time: 18:12
Member (2006)
English to Portuguese
+ ...
referências Feb 17, 2011

Quanto a referências, me refiro às agências que o contrataram. Sejam portuguesas ou não. Essa é uma prática comum. As agências pedem referências de outras agências.

 

MARK ROBERTSON
Local time: 17:12
Member (2010)
Portuguese to English
+ ...
Prova de domínio de uma área técnica Feb 18, 2011

A importância da licenciatura poderia estar no facto que mostra a aptidão do tradutor na área técnica do projecto de tradução. Sabemos todos que não basta ser tradutor e que necessitamos igualmente de dominar bem pelo menos uma área técnica. Muitos dos fracassos de tradução com que se depare prendem-se com o simples facto que o tradutor não percebe o texto de origem.

 

Vasco Costa
Portugal
Local time: 17:12
TOPIC STARTER
Obrigado pelas vossas opiniões e dicas Feb 18, 2011

Mark, mas será que a aptidão está mesmo ligada à licenciatura?

Pergunto isto, porque já não é a primeira pessoa que me diz que licenciatura não é sinónimo de aptidão nem de sabedoria, mas daquilo a que comummente por cá se chama de 'canudo'. E eu concordo plenamente com isto.

Atenção, não estou a desconsiderar todos aqueles que têm uma licenciatura. Apenas discordo que me digam que uma licenciatura é sinónimo de aptidão ou qualidade. Quando muito, abre portas, mas que me digam que é sinónimo de sabedoria, discordo em absoluto.

A aptidão ou a sabedoria vão-se adquirindo com a prática.

A licenciatura, como já outra pessoa aqui disse, não nos dá metade da sabedoria, conhecimentos ou aptidão que nós adquirimos ao longo do tempo, ou seja, que só é possível adquirir com a experiência.

Já agora, já alguma vez algum de vós teve uma má experiência - no sentido de fornecer um trabalho menos bom? A licenciatura (no caso de quem a possui) ajudou-vos? Não vos ajudaria antes uma suposta experiência adquirida ao longo do tempo?

Quantas, mas quantas pessoas licenciadas, doutoradas, não têm a mínima vocação para a profissão que exercem (médicos, professores, advogados. e porque não - tradutores?).


 

Oliver Simoes  Identity Verified
Local time: 09:12
English to Portuguese
+ ...
Estratégia de Marketing Apr 10, 2011

Vasco Costa wrote:

Isso de utilizar o nome das empresas não carece da autorização das mesmas? Porque ao fim e ao cabo, estaria a utilizar a sua imagem em meu benefício...


Acredito que pode, sim, haver algum entrave jurídico, principalmente se a empresa fizer questão de proteger o seu nome (que geralmente é uma marca registrada). O melhor talvez seria pedir autorização para usar o nome e quem sabe até algum testemunho dos clientes satisfeitos. Sempre que os meus clientes prestam algum testemunho não solicitado, eu peço autorização para publicá-lo e até hoje nunca ouvi ninguém dizer não. É uma ótima estratégia de marketing, na minha opinião.


 

Oliver Simoes  Identity Verified
Local time: 09:12
English to Portuguese
+ ...
Teoria vs Prática Apr 10, 2011

Vasco Costa wrote:

A licenciatura, como já outra pessoa aqui disse, não nos dá metade da sabedoria, conhecimentos ou aptidão que nós adquirimos ao longo do tempo, ou seja, que só é possível adquirir com a experiência.


Concordo com você em gênero, número e grau. rsrs Eu acrescentaria que a licenciatura dá um embasamento teórico (que pode ser muito útil) mas a verdadeira escola da tradução não está nos livros sobre a teoria da tradução e sim na prática.


 

Maria Conceição Robalo
Local time: 17:12
German to Portuguese
+ ...
De acordo Feb 1, 2012

Salvador Scofano and Gry Midttun wrote:

Na minha opinião existem muitos clientes que não se preocupam com isso. Muitas firmas dão valor à experiência, domínio da terminologia na área específica, confiabilidade, precisão. Com certeza muitas vão exigir não só a licenciatura, mas também certificados, softwares ultra-específicos (até exigem uma versão específica), acreditações, carimbos, enfim, coisas miraculosas. O colega ficaria surpreso negativamente em saber quanto essas mesmas empresas, que tanto exigem, oferecem em termos de preço por palavra.

É compreensível que algumas empresas façam diversas exigências. Cada uma tem suas particularidades e necessidades. Só que existem também muitos clientes sérios que dão valor à competência de facto.

Uma sugestão: o colega pode usar os clientes como referência. Isso muitas vezes funciona bem e pode abrir portas.

[Edited at 2011-02-17 18:47 GMT]



Estava aqui à procura de algum post que informasse de um curso ou workshop do Trados em 2012 e encontrei este tema que também me interessa muito, pois estou numa posição idêntica, ou seja tenho muitos anos de experiência (mais de 20) e não cheguei a acabar a licenciatura.
Realmente o Gry tem absoluta razão - exigem o possível e o impossível do tradutor e no final o preço que oferecem é ridículo e ainda recusam porque afinal sempre seria melhor ter a licenciatura e mestrado em tradução. Muitas empresas não dão qualquer importância à experiência adquirida. No meu caso e como estou a começar a tentar conseguir uma carteira de clientes própria como freelancer (porque até agora trabalhava por conta de multi-nacionais e a efectiva), também não tenho muita hipótese de dar clientes como referência porque ainda não os obtive. Mas vou continuar a lutar e espero que, principalmente em Portugal, o preconceito e normas quanto aos cursos necessários para esta profissão sejam alterados e comecem a ser mais flexíveis. Na Alemanha, por ex. que é um país com tantas normas e fama de ser rigoroso, não existe tanto esta exigência.
Bem haja e boa sorte com muitos trabalhos a todos!
São


 

Inga Petkelyte  Identity Verified
Portugal
Local time: 17:12
Lithuanian to Portuguese
+ ...
Boas a todos, Feb 2, 2012

Vasco, também eu não encontro clientes em Portugal. E, se dizer verdade, deixei de procurar há muito. Mesmo que tenha a licenciatura. Não em tradução, mas numa outra área, bastante bem cotávelicon_smile.gif
Tenho muitos clientes lá fora, em vários países e continentes. A mesma UE é entre os meus clientes indirectos, através dos projectos em várias áreas. Aí, sim, pedem a licenciatura. Mas só na fase da apresentação da candidatura para o projecto. A primeira agência que me subcontratou para um dos projectos comunitários não me pediu a licenciatura, e já lá vão duzentas e tal traduções efectuadas para essa agência, todas para a UE.
Portanto, e atendendo aos comentários dos colegas, não se preocupe muito com a licenciatura. A razão da falta de clientes portugueses não reside aí.


 

xxxsflor
Local time: 17:12
French to Portuguese
+ ...
Uma experiência, uma opinião May 3, 2012

Vasco Costa wrote:

Há algum tempo que estou em Portugal, mas sou tradutor há praticamente 20 anos.

Não possuo uma licenciatura, mas possuo uma vasta experiência nesta profissão.

Em Portugal tenho-me deparado com a dificuldade de angariar clientes, pelo facto de eu não possuir uma licenciatura. E agora pergunto - o que é que isso importa, se eu tenho muita experiência, possivelmente muito mais experiência do que muitas pessoas licenciadas?

Qual a vossa opinião a este respeito? Será que não se pode ser tradutor em Portugal sem licenciatura?

Obrigado
Vasco Costa


Vou falar um pouco sobre a minha experiência.
Durante mais ou menos 10 anos além de serviço de secretariado, também traduzi vários textos legais em dois escritórios de advogados.
Como sempre gostei muito da área de letras e tudo o que estivesse relacionado com línguas, decidi ir para a Faculdade de Letras e obter uma licenciatura em tradução.
Estudei e trabalhei ao mesmo tempo, com o sacrifício que, como qualquer outra pessoa que passou pelo mesmo, bem deve saber.
Quando terminei a licenciatura, tentei como é evidente, angariar clientes para começar a trabalhar.
Fiz vários contactos, enviei vários e-mails, faxes, cartas e sei lá mais o quê.
Num desses contactos, foi-me dito por uma empresa de tradução (salvo erro, era uma empresa de tradução ou de formação) que o mercado estava muito cheio e que o melhor que eu tinha a fazer era procurar outras alternativas.
Bela resposta! Em vez de cruzar os braços e deixar-me intimidar por isto, retomei a minha "canseira" de novo, até que até ao dia de hoje tenho trabalhado como tradutora independente, graças a Deus.
Quanto à sua pergunta, Portugal não sabe bem o que quer, anda ao sabor do vento, parece que ter uma licenciatura e experiência ou não, não parece fazer grande diferença.
O que eu quis demonstrar aqui é que, neste meu caso, no exemplo que refiro acima nem a licenciatura ou a experiência (ok, não tinha 20 nem 30 anos de experiência) foram tidas em conta por essa empresa.
Talvez se eu tivesse uma licenciatura "apensa" tipo arquitectura, medicina, advocacia ou engenharia, tivesse mais sorte com essa empresa, pois também há quem prefira estas pessoas. Os "galões" dão estatuto, nem que estas pessoas façam traduções sem qualidade alguma... estes casos também acontecem.
Por outro lado, custa-me dizer isto, mas não é alheio a ninguém que as conhecidas "cunhas" dão um "jeitaço" enorme. Quem sabe se isto não estará por detrás das difilculdades para licenciados em tradução, ou pessoas com uma vasta experiência nesta área? Não sei... é uma possibilidade.
Esta área também é um "salve-se quem puder", onde impera a lei da sobrevivência e da concorrência e do "não importa lixar o colega"... infeliz e tristemente é o que se encontra.
Temos de tudo um pouco: licenciados em tradução com pouca experiência e poucas capacidades e pessoas com experiência e grandes capacidades.
Venha de lá o diabo e escolha.
O que nós temos de fazer enquanto pessoas com boas aptidões com ou sem licenciatura é fazer mostrar aos outros isso mesmo: que somos bons profissionais, desde que as oportunidades surjam para tal. Sei bem que é difícil, mas a perseverança, a credibilidade que temos em nós próprios, além da honestidade e lisura, são "ferramentas" para alcançar o que queremos.
Entretanto, desejo que encontre tudo aquilo que anseia na área e tudo de bom.
sflor


 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

Licenciatura para atuar como tradutor em Portugal

Advanced search






SDL Trados Studio 2019 Freelance
The leading translation software used by over 250,000 translators.

SDL Trados Studio 2019 has evolved to bring translators a brand new experience. Designed with user experience at its core, Studio 2019 transforms how new users get up and running and helps experienced users make the most of the powerful features.

More info »
TM-Town
Manage your TMs and Terms ... and boost your translation business

Are you ready for something fresh in the industry? TM-Town is a unique new site for you -- the freelance translator -- to store, manage and share translation memories (TMs) and glossaries...and potentially meet new clients on the basis of your prior work.

More info »



Forums
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs
  • Forums
  • Multiple search