Off topic: La solución para nosotros, "lusohablantes"
Thread poster: José Henrique Lamensdorf

José Henrique Lamensdorf  Identity Verified
Brazil
Local time: 15:08
English to Portuguese
+ ...
Feb 6, 2016

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=r2nsibjxFlQ

Direct link Reply with quote
 

Danièle Horta  Identity Verified
France
Local time: 18:08
English to French
+ ...
Excelente ! Feb 6, 2016

Ri muito porque tenho tanta dificuldade em entender o português de Portugal!

Direct link Reply with quote
 
Danik 2014
Brazil
German to Portuguese
+ ...
Amei, José Henrique! Feb 7, 2016

Me ha gustado muchísimo, y...
achei fixe!


Direct link Reply with quote
 

Teresa Borges
Portugal
Local time: 17:08
Member (2007)
English to Portuguese
+ ...
Excelente! Feb 7, 2016

Danièle Horta wrote:

Ri muito porque tenho tanta dificuldade em entender o português de Portugal!


Nós (Portugueses) temos a nosso favor (para entender o Português do Brasil) muitos anos de novelas brasileiras. "Gabriela, Cravo e Canela" foi a primeira telenovela a passar em Portugal (em 1977) e teve um enorme sucesso. Desde então, têm passado na televisão portuguesa dezenas de produções brasileiras. O seu sucesso junto do público levou a que a produção de telenovelas portuguesas desse os primeiros passos em 1982 e hoje em dia são transmitidas umas e outras…

P.S. Há em Portugal vários estudos publicados sobre a influência das novelas brasileiras na oralidade através da introdução de novas palavras ou expressões (“tchau/chau”, “Oi, tudo bom?”...) ou hábitos de linguagem (o verbo "colocar" em lugar de "pôr”).


Direct link Reply with quote
 

José Henrique Lamensdorf  Identity Verified
Brazil
Local time: 15:08
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
A reversão do fluxo Feb 7, 2016

Teresa Borges wrote:

Nós (Portugueses) temos a nosso favor (para entender o Português do Brasil) muitos anos de novelas brasileiras. "Gabriela, Cravo e Canela" foi a primeira telenovela a passar em Portugal (em 1977) e teve um enorme sucesso. Desde então, têm passado na televisão portuguesa dezenas de produções brasileiras. O seu sucesso junto do público levou a que a produção de telenovelas portuguesas desse os primeiros passos em 1982 e hoje em dia são transmitidas umas e outras…


Quem nasceu no Rio ou São Paulo décadas de 1940/50 teve muito contato com portugueses recém imigrados. Um grande número deles montou padarias, e teve muito sucesso. Hoje em dia, obviamente, quem toca essas padarias são seus descendentes, brasileiros.

Não sei se em Portugal há uma presença tão avassaladora de padarias como nos bairros mais antigos de SP/Rio, em alguns lugares uma delas a cada uma ou duas esquinas.

Então os brasileiros da minha geração tiveram bastante contato com portugueses. Já os portugueses, não.

De 1985 em diante, o fluxo se inverteu em função de dois fatores desconexos, porém recíprocos: o fim do regime militar no Brasil e a entrada de Portugal na CE. Começou modestamente e, em função de uma série de crises econômicas e "desgovernos" cada vez piores no Brasil, culminando agora, o fluxo de brasileiros para Portugal (e muitos outros lugares) veio crescendo a cada dia. Não imagino o que induziria um português a querer se mudar para o Brasil hoje.

Em consequência, os brasileiros mais velhos estão de certa forma habituados com o PT-PT, e os portugueses jovens estão mais habituados ao PT-BR.


Quanto à atriz "argentina" do vídeo, Giselle Itié, fui ver, e ela é originalmente mexicana, radicada no Brasil desde pequena. Estranhei, porque o espanhol dela é claro demais (na visão de um brasileiro) para uma argentina.

Posso estar errado, mas minha impressão do espanhol mexicano é a de um argentino (particularmente de Bs. As.) se esforçando muito para falar PT-BR sem jamais ter estudado, apenas "de ouvido".


Direct link Reply with quote
 

Teresa Borges
Portugal
Local time: 17:08
Member (2007)
English to Portuguese
+ ...
O fluxo Feb 7, 2016

Ainda muito recentemente (2008), por força da crise económica portuguesa, houve uma nova leva migratória de Portugal para o Brasil (também para muitos países europeus, graças à liberdade de circulação, bem como para os PALOP). Esta leva é, porém, muito diferente das anteriores, porque protagonizada por jovens universitários (alguns já com mestrados e doutoramentos) desempregados (ou sem esperança de encontrar emprego).

P.S. Em Lisboa, cidade onde resido atualmente, as padarias típicas têm estado a desaparecer para dar lugar a cadeias estrangeiras ou inspiradas no estrangeiro...


Direct link Reply with quote
 

CristinaPereira  Identity Verified
Local time: 17:08
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
Muito engraçado Feb 7, 2016

Só para dizer que o César Mourão (o português) estava a falar ainda mais depressa do que o costume para os brasileiros não perceberem nada Lembro-me de um membro deste grupo de humoristas dizer que quando chegou a Portugal e ouviu os portugueses olhava para baixo "esperando a legenda aparecer"

De resto, concordo com a Teresa: as novelas brasileiras deram-nos vantagem na compreensão do português do Brasil.

Cristina


Direct link Reply with quote
 

Carla Guerreiro  Identity Verified
France
Local time: 18:08
French to Portuguese
+ ...
Excelente, como sempre! Feb 8, 2016

Aqui está mais um video excelente da Porta dos Fundos. No entanto, o sotaque do português não me parece muito transmontano...

A propósito do português de Portugal e do Brasil, lembro-me de uma experiência muito curiosa que tive quando fui ao Brasil há uns anos: toda a gente perguntava-me se eu era de Santa Catarina. É que o sotaque dos catarinenses é mais parecido com o sotaque do português de Portugal.


[Edited at 2016-02-08 08:04 GMT]


Direct link Reply with quote
 

José Henrique Lamensdorf  Identity Verified
Brazil
Local time: 15:08
English to Portuguese
+ ...
TOPIC STARTER
Confusão de sotaques Feb 8, 2016

Carla Guerreiro wrote:

A propósito do português de Portugal e do Brasil, lembro-me de uma experiência muito curiosa que tive quando fui ao Brasil há uns anos: toda a gente perguntava-me se eu era de Santa Catarina. É que o sotaque dos catarinenses é mais parecido com o sotaque do português de Portugal.


Há vários sotaques em Santa Catarina, porém nenhum que se assemelhe a PT-PT. Vários deles pendem para o alemão, alguns outros para o italiano.

É semelhante ao que passou um colega (brasileiro) de trabalho, que falava com sotaque carioca bem intenso. Foi a Portugal conhecer a família com quem tinha laços dos tempos do Império. Lá pelas tantas, um "tio" em idade avançada o ouviu falando e perguntou: "U s'nhoire é 'sh'p'nhol?" (PT-BR) ou "O senhor é espanhol?" (PT-PT)

Certa vez me apareceu um grupo de estudantes, de Macau. A pronúncia era quase brasileira; a gramática e o vocabulário eram lusitanos. Conseguiram bastante confusão ao tentarem se comunicar no Brasil.


Direct link Reply with quote
 

Carla Guerreiro  Identity Verified
France
Local time: 18:08
French to Portuguese
+ ...
Confusões Feb 8, 2016

[quote]José Henrique Lamensdorf wrote:



Há vários sotaques em Santa Catarina, porém nenhum que se assemelhe a PT-PT. Vários deles pendem para o alemão, alguns outros para o italiano.

É semelhante ao que passou um colega (brasileiro) de trabalho, que falava com sotaque carioca bem intenso. Foi a Portugal conhecer a família com quem tinha laços dos tempos do Império. Lá pelas tantas, um "tio" em idade avançada o ouviu falando e perguntou: "U s'nhoire é 'sh'p'nhol?" (PT-BR) ou "O senhor é espanhol?" (PT-PT)

Certa vez me apareceu um grupo de estudantes, de Macau. A pronúncia era quase brasileira; a gramática e o vocabulário eram lusitanos. Conseguiram bastante confusão ao tentarem se comunicar no Brasil.


É verdade! Em Santa Catarina há muitos brasileiros de origem alemã.
No entanto, a verdade é que toda a gente me perguntava se eu era de Santa Catarina...
Essa confusão de sotaques tem um lado bom: dá-nos a possibilidade de contar histórias bem divertidas.


Direct link Reply with quote
 

Teresa Borges
Portugal
Local time: 17:08
Member (2007)
English to Portuguese
+ ...
Macau Feb 8, 2016

José Henrique Lamensdorf wrote:

Certa vez me apareceu um grupo de estudantes, de Macau. A pronúncia era quase brasileira; a gramática e o vocabulário eram lusitanos. Conseguiram bastante confusão ao tentarem se comunicar no Brasil.


É curioso que fale em Macau, porque li há anos um romance de um autor macaense, Henrique Senna Fernandes, intitulado “Amor e Dedinhos de Pé”, e, na altura, achei que tinha um sabor quase brasileiro, sobretudo nos diálogos, principalmente quando em patoá ou quando seguiam a construção gramatical do português falado pelo macaense.


Direct link Reply with quote
 


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

La solución para nosotros, "lusohablantes"

Advanced search






LSP.expert
You’re a freelance translator? LSP.expert helps you manage your daily translation jobs. It’s easy, fast and secure.

How about you start tracking translation jobs and sending invoices in minutes? You can also manage your clients and generate reports about your business activities. So you always keep a clear view on your planning, AND you get a free 30 day trial period!

More info »
SDL MultiTerm 2017
Guarantee a unified, consistent and high-quality translation with terminology software by the industry leaders.

SDL MultiTerm 2017 allows translators to create one central location to store and manage multilingual terminology, and with SDL MultiTerm Extract 2017 you can automatically create term lists from your existing documentation to save time.

More info »



Forums
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs
  • Forums
  • Multiple search