Pages in topic:   [1 2] >
A minha última participação
Thread poster: António Ribeiro
António Ribeiro  Identity Verified
Local time: 15:49
English to Portuguese
+ ...
May 16, 2006

Caros amigos,

Poderia ter deixado de participar no ProZ sem alarido e sem ser notado. Todos pensariam que estava de férias. Contudo, não teria sido honesto para mim próprio nem para os que me apoiaram durante os cinco anos em que por aqui andei.

Não seria justo se dissesse que perdi o meu tempo. Na realidade, isso não aconteceu. Embora só tenha tido a oportunidade de conhecer pessoalmente uma mão cheia de prozianos, tenho a certeza de que fiz muitos amigos neste mundo virtual da Internet. Mas, como em tudo na vida, existem sempre umas ervas daninhas que se instalam à nossa volta e que, se não forem debeladas a tempo e horas, crescerão de maneira incontrolável e serão extremamente difícil, senão mesmo impossível, de exterminar.

O mau estar no Proz tem vindo a crescer de modo contínuo e persistente. De tal modo que se tornou, para mim, intolerável. E a gota de água que tudo entornou foi a flagrante violação dos direitos individuais de que fui alvo. Desde a semana passada que o meu correio electrónico PRIVADO, enviado a partir de qualquer perfil no ProZ, passou a ser lido e censurado antes de ser enviado ao destinatário.

Para os incrédulos, transcrevo as mensagens a que tive acesso directo no ProZ e que recebi por e-mail depois de ter contactado por escrito e em privado (pensava eu) um colega activo do ProZ:

a) No Proz: Your message will be reviewed by site staff before being passed on to the recipient. When your message has been sent, you will be notified at the email address you provided.

b) Notificação recebida por e-mail: On May 11, 2006, you submitted the following message for delivery to (XXXXXXXX). Your message will be reviewed by site staff before being passed on to the recipient. You will be notified when your message has been sent.

c) 10 horas (!!!) depois recebi: The following message you submitted via ProZ.com has been reviewed by moderators or site staff and has been sent to the recipient(s).

Perguntar-me-ão porque é que não comuniquei às entidades superiores do ProZ. E a resposta é simples. Primeiro, porque sou um membro NÃO pagante do ProZ e como tal sinto que todos os não pagantes são relegados para segundo plano em todas e quaisquer situações de incómodo. Segundo, porque faço parte da pequena comunidade portuguesa que tenta sobreviver no meio da, por vezes agressiva e intolerante, comunidade brasileira que, pelo simples facto de serem duzentos e muitos milhões contra 10 milhões (“estatistíca” inúmeras vezes apresentada para justificar barbaridades), se julga depositária de todo o saber em relação a uma língua que adoptaram em segunda mão e que é originária de PORTUGAL. Terceiro, porque perdi toda a confiança que depositava nos responsáveis (desde os moderadores até ao topo) pelo ProZ.

Mas não é só isto que me faz abandonar o ProZ. Teria muito mais de que falar, desde insultos directos, a abuso do ProZ para mandarem insultos e não serem apanhados (pensam eles), a “colegas” com dois perfis ou muito próximos um do outro, até moderadores incompetentes, parciais em relação ao seu dialecto e aos seus conterrâneos, arrogantes e intimadores (não é que eu me deixe intimar).

Para finalizar, aqui fica algo que me deixa particularmente orgulhoso dos meus 5 anos de participação no ProZ:

Acumulei um total de 12302 pontos. Estou classificado em primeiro lugar no par Inglês > Português, com 2092 pontos Non-Pro, 7055 pontos Pro, num total de 562 pontos acima do segundo, em terceiro lugar no par Português > Inglês logo abaixo de uma americana e de um brasileiro e sou segundo entre os seis Portugueses que se encontram nos primeiros lugares na lista de Português. Nada mau para um representante dos tais 10 milhões!!!

António Ribeiro
Austrália


Direct link Reply with quote
 

Enrique Cavalitto
Local time: 02:49
SITE STAFF
Sorry to see you leave May 17, 2006

Dear Antonio,

I apologize for writing in English. I can read your beautiful language but I can’t read it. I regret to know that you plan to leave the site, but I respect your decision, as you sound like you feel unhappy among us.

I can understand your dislike for the control ProZ,com performs on some of the messages sent through profiles, but please note that every time someone sends a message through a profile the following message is clearly displayed in the messaging page:

Rules for sending profile messages

Do not use this form to advertise your services.
Messages sent via ProZ.com profiles may not include:
Advertising of any product or service, including one's own translation services
Offensive or personal remarks
Scams or fraudulent business proposals
Failure to observe these regulations may result in the removal of your right to use profile messaging, or your removal from the site altogether (without regard to your membership status).

Note: Messages may be subject to review or vetting by site staff.


The messages to be controlled are selected by an automatic criterion, and some of them are controlled by staff (not by moderators, as some of our messages incorrectly report). This control was put in place to protect our members from the action of scammers and spammers that had forced many members to turn off their profile mails.

It is worth mentioning that the site members can opt to have the profile messages sent to them not controlled (by checking the "Do not vet mail sent to me via my profile” option in their profiles). We plan to make this option available to all registered site users very soon.

You say you did not present your complain because non-paying users are relegated in our support system. I think this is unfair. The people that work on Support treat all tickets with much care. And the site rules are the same for all users, no matter their membership status.

Then you say you did not complain because Brazil has a lot more inhabitants than Portugal. With all due respect I fail to see the correlation between our routine messages control and the population of any country.

I sincerely hope the Portuguese community will find it way to harmony, and I am more than ready to help that happen. A good starting point would be to have all sides in this arbitrary Brazil-Portugal rift start working more on the much you share and less in these small differences that give languages their flair.

In the Spanish-speaking community we have great fun comparing our differences, and we learn from each other, and we enjoy our company. So I know that it is possible to live with this kind of differences and to learn to enjoy them.

Thanks for all your contributions to the site.
Best regards,
Enrique Cavalitto
enrique@proz.com


Direct link Reply with quote
 

María Leonor Acevedo-Miranda  Identity Verified
United States
Local time: 23:49
English to Portuguese
+ ...
Que lastima, António May 17, 2006

Em primeiro lugar AS MINHAS DESCULPAS aos colegas que falam Português por me expressar em castelhano.

MAS, se há tantas participações até em inglês, não vejo porque tenha mal eu exprimir-me no meu outro idioma.

É o que o moderador fala e é importante que perceba a posição de uma Portuguesa. Só por isso...
Obrigada desde já,


Bueno, de hecho, YO cada día estoy más desilusionada con proz.

Estoy desilusionada porque Gabriela haya tenido que dimitir. Me sabe mal no haber podido hacer nada para evitarlo, cuando estoy segura de que a lo mejor se podría haber evitado...

i Yo, personalmente, en mi fuero interno y en lo más profundo de mí misma, me siento estafada, enfadada e indignada por todo esto!

iDe todas formas, yo lo tengo clarísimo, a mí me parece muy fuerte que se censure el correo!

Es una lástima que no hayamos sabido mantener el espíritu de unión necesario... porque cuando el espíritu de unión existe, da igual no contar con ningún tipo de apoyo, las cosas siguen adelante.

Antonio es un amigo muy querido. Algunas veces hemos discutido, pero siempre con respeto por el otro. Incluso cuando, en su día, quise dejar proz, él me dijo que no lo hiciera.

i Hasta siempre Antonio, seguro que algunos te echaremos de menos, seguramente los mismos que echaremos de menos a Gabriela!


Direct link Reply with quote
 

Sormane Fitzgerald Gomes  Identity Verified
United States
Local time: 00:49
Member (2004)
Portuguese to English
+ ...
Lamento sua saída. May 17, 2006

António,

Lamento muito a sua saída, mas entendo perfeitamente sua frustração.

Infelizmente quem perde somos nós que ficaremos sem o “rei” das traduções do petróleo e suas contribuições nas áreas de sua especialidade.

Espero que você não remova seu perfil, dê apenas um tempo, e volte quando as coisas estiverem mais favoráveis por aqui.

Tudo de bom e espero que não percamos contato.

Sormane Gomes


Direct link Reply with quote
 

CristinaPereira  Identity Verified
Local time: 05:49
Member (2005)
English to Portuguese
+ ...
É uma pena May 17, 2006

Tenho muita pena, António. A decisão é irreversível? Ainda tenho esperança que não...

Sempre admirei a sua participação e já me ajudou várias vezes. Sei que tem sido alvo de ataques – alguns de muito mau gosto a que já assisti – e que terá as suas razões para esta decisão. No entanto, é pena que a comunidade de falantes de português perca um membro da sua categoria. Já há pouco a Gabriela Frazão desistiu de ser moderadora. Não vejo nenhum bom futuro para tudo isto...

Ao que parece, as mais elementares regras de boa convivência em sociedade não funcionam. É pena, realmente, porque isso é algo que deve partir de cada um, individualmente, e, esperançadamente, não ter de ser sujeito a supervisão externa.

Aproveito para apelar a quem de direito – moderadores, staff do site, etc. – para que tenham em atenção as coisas que se estão a passar no sentido de impedir a ocorrência de situações de abuso.

Para si, António, sinceros desejos de felicidades, pessoais e profissionais!

Cristina


Direct link Reply with quote
 

Jorge Freire  Identity Verified
Local time: 05:49
English to Portuguese
+ ...
Carta aberta ao António May 17, 2006

Caro António,


Foi com grande pena e surpresa que fui apanhado pela tua decisão, que respeito. Na verdade, o ambiente por estas bandas do Proz (refiro-me às bandas do português, pois não consulto as outras) tem-se deteriorado, graças à intolerância e à má educação de alguns, bem como a certas atitudes censórias. Mas não julguemos o todo pela parte, pois há muitos de nós, e tu és um dos nossos, que prestam uma inestimável contribuição na ajuda do nosso trabalho. Tal como a Gabriela, fazes muita falta nesta comunidade. Concordo em grande parte com as tuas razões de queixa. No princípio do Proz, (eu sou dos mais antigos, nº 2296) também ocorreram alguns desaguisados, embora não tão intensos como estes que estamos a presenciar agora. Tenho encontrado, quer entre os participantes brasileiros quer entre os portugueses, pessoas com muita qualidade e espírito de colaboração abnegada, tendo feito alguns Amigos e tu és um deles. Espero que essa amizade possa perdurar e que, depois de passar esta «onda má» possas regressar a este convívio, que apesar de alguns espinhos, considero muito salutar .

Um abraço do

Jorge


Direct link Reply with quote
 

lenapires
United States
English to Portuguese
+ ...
Com muita pena minha May 17, 2006

Foi com muita pena que li as linhas que o António tão emocionadamente nos escreveu.

Fiquei triste. A comunidade portuguesa do Proz vai ficar irremediavelmente mais pobre. O seu contributo era sempre valioso e muito embora não tenhamos a oportunidade de nos termos conhecido pessoalmente, o António é uma pessoa que estimo e que respeito.

É triste que exista tanto desrespeito numa comunidade que poderia harmoniosamente viver e com as diferenças inerentes à variante linguística aprender e tirar partido, mas infelizmente o Proz está a tornar-se num local cada vez menos apetecível para os verdadeiros profissionais e agora, com a lamentável saída da Gabriela e agora a anunciada saída do António, a vontade de continuar é cada vez menor...

Será que temos de estar sempre "em pé de guerra"??? Será tão difícil coabitar sem agredir, insultar e incomodar? Será?

Acho que não, basta que haja boa vontade.

Espero sinceramente que esta sua decisão de sair não seja decisiva António. Espero que possamos voltar a vê-lo aqui pelo Proz, a intervir de forma activa como sempre fez e a dar-nos o prazer de aprender consigo.

De facto, o staff, os moderadores e quem de direito, devia retirar daqui (da sua saída e da Gabriela) alguns ensinamentos e melhorar a qualidade dos serviços prestados, i.e., deixar de sancionar o correio!, intervir cada vez que existe desrespeito por algum membro, enfim ter uma intervenção positiva.

António, ficamos à espera da sua volta!

Um abraço,
Lena

[Edited at 2006-05-17 18:07]

[Edited at 2006-05-17 18:53]


Direct link Reply with quote
 

Carlos Castro
Portuguese to English
+ ...
Que pena... May 17, 2006

Que pena você deixar o ProZ.com. Como brasileiro,
particularmente, não acho que queiramos substimar nossos
amigos portugueses, pelo contrário. A verdade é que
pessoas verdadeiras que brigam pelo que é certo as vezes
são mal interpretadas. Acho que suas colocações são bem
verdadeiras e honestas e você sempre defende em primeiro
lugar a língua portuguesa. Acho que com sua saída o ProZ.com estará de luto e perderá uma grande pessoa real defensora da nossa língua e que não se cala diante dos absurdos que encontramos por aqui. Talvéz a verdade doa para alguns e verdade sempre encomoda. Parabéns por sua postura e obrigado por sua ajuda.


Direct link Reply with quote
 

Brigith Guimarães  Identity Verified
Portugal
Local time: 05:49
Member (2003)
English to Portuguese
+ ...
AVISARAM-ME QUE... May 17, 2006

Uma amiga comum avisou-me da tua saída e da Gabriela também.
A mim não me interessam propriamente os motivos - não tenho nem tempo para vir aos fora do Proz quanto mais para ler certamente muito lixo, que terá estado na origem deste lamentável processo de saída.

O que eu sei dizer a TI e aos outros que me lêem é que ...

* profissionalmente me ajudaste muitas vezes, como fizeste a tantos tantos outros. Estavas sempre 'on the spot' e com objectividade - para mim, as estatísticas, embora válidas e importantes, daí a sua razão de existirem, não são tão fundamentais como a precisão, o conselho, a sugestão, a experiência. Sempre te tirei o meu chapéu. Nem sempre concordei, mas vive la différence d'opinion.

* pessoalmente, como poderei eu esquecer aquele fabuloso leitão em Coimbra!? Era eu ainda uma 'imberbe' freelancer no seio de outros já tão experientes. Imagina que ainda guardo o simples porta-chaves que tiveste a amabilidade de oferecer a cada um... Achei um gesto tocante o facto de teres viajado do outro lado do mundo e não te esqueceres de uma pequena recordação para dar aos colegas e amigos.

Tu e a Gabriela eram OS pilares (read my lips... T-H-E... deste forum e se agora se demitiram, só o Proz perde. Ser membro pagante ou não pagante, that is not the question - at all!

Infelizmente já vi coisas idênticas sucederem noutros sites, alguns onde eu própria sou moderadora, e sei por experiência que mais vezes do que seria desejável, vão os mais válidos e ficam ... as tais ervas daninhas. É triste, inclusive para um site como o Proz, que nos ajuda tanto a todos nesta profissão.

Um beijo grande para ti, from this side of the world

brigith


Direct link Reply with quote
 

oxygen4u
Portugal
Local time: 05:49
English to Portuguese
+ ...
Oh António... May 18, 2006

Diz que vais de férias (prolongadas ou não), mas que vais voltar, está bem???

É que o teu contributo faz cá falta!...

Seja qual for a tua decisão (mesmo) final, muitas felicidades!!

Patrícia (Oxygen)


Direct link Reply with quote
 

perry  Identity Verified
Brazil
Local time: 03:49
Member (2007)
English to Portuguese
+ ...
Desculpe ser uma voz dissonante, mas ... May 18, 2006

Peço desculpas por ser uma voz dissonante nessa página. Lamento a saída do Sr. António por saber que ele é um bom tradutor e um especialista em petróleo, que muito tem contribuído com a comunidade "proziana" em português.
No entanto, quando se fala em intolerância, acho que ele é o rei. Não frequento assiduamente o site, mas nas muitas vezes em que o faço, raramente vi desrespeito entre os colegas, exceto pelas muitas críticas do Sr. António aos colegas brasileiros.
Falamos variantes diferentes de uma mesma língua, assim como americanos e ingleses, espanhóis e argentinos, só para citar uns poucos exemplos. Obviamente, temos diferenças de uso de muitas palavras e de construções linguísticas, mas será que isso não pode ser encarado com naturalidade? Será que essas diferenças não podem ser enriquecedoras e, às vezes, divertidas?
Acho que respeito se conquista. E o primeiro passo para tal é respeitar o outro.
De qualquer modo, boa sorte Sr. António.


Direct link Reply with quote
 

Bruno Magne  Identity Verified
Local time: 03:49
English to French
+ ...
Falou, Perry May 22, 2006

Oi para todas e todos

Hei de concordar com Perry. Não lembro ter visto reações intolerantes neste site, bem como nunca vi "brigas" entre ambos os lados do oceano.

E é verdade que o Antonio era um dos mais "grognons" quando não apreciava algum "disagree".

Pelo andar da carruagem e pela clara falta de vontade de participar (de público, ao menos), este foro parece fadado a desaparecer.

Cordialmente

Bruno Magne


Direct link Reply with quote
 

Hélio de Mello Filho
Local time: 02:49
English to Portuguese
Outra voz dissonante May 22, 2006

Sr. António, eu não o conheço, mas creio que uma declaração como esta:

"(...) comunidade brasileira que, pelo simples facto de serem duzentos e muitos milhões contra 10 milhões (“estatistíca” inúmeras vezes apresentada para justificar barbaridades), se julga depositária de todo o saber em relação a uma língua que adoptaram em segunda mão e que é originária de PORTUGAL (...)"

acaba com qualquer tipo de razão que o sr. pudesse ter. Trata-se de uma declaração colonizadora e preconceituosa, mas, sobretudo, incorreta de forma banal. É como se os brasileiros devessem algum tipo de satisfação lingüística aos portugueses por falarem a mesma língua. É quase inacreditável ouvir isso nos dias de hoje.

Hélio de Mello Filho

[Editada em 2006-05-22 19:05]

[Editada em 2006-05-22 19:06]

[Editada em 2006-05-22 19:36]


Direct link Reply with quote
 

Olga Vilan
Portugal
Local time: 05:49
English to Portuguese
+ ...
Lamento... May 23, 2006

... que tenha decidido deixar esta comunidade. Não sou utilizadora do PROZ há muito tempo, contudo o suficiente para me aperceber que as suas intervenções eram feitas por alguém conhecedor não só da língua Portuguesa, como das áreas em que se especializou. Acho que posso dizer que vou sentir a sua falta por aqui. Desejo-lhe as maiores felicidades, quer profissionais, quer pessoais.

Olga


Direct link Reply with quote
 
Pages in topic:   [1 2] >


To report site rules violations or get help, contact a site moderator:


You can also contact site staff by submitting a support request »

A minha última participação

Advanced search






BaccS – Business Accounting Software
Modern desktop project management for freelance translators

BaccS makes it easy for translators to manage their projects, schedule tasks, create invoices, and view highly customizable reports. User-friendly, ProZ.com integration, community-driven development – a few reasons BaccS is trusted by translators!

More info »
Wordfast Pro
Translation Memory Software for Any Platform

Exclusive discount for ProZ.com users! Save over 13% when purchasing Wordfast Pro through ProZ.com. Wordfast is the world's #1 provider of platform-independent Translation Memory software. Consistently ranked the most user-friendly and highest value

More info »



Forums
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs
  • Forums
  • Multiple search