KudoZ home » German to Portuguese » Chemistry; Chem Sci/Eng

Propylenpolymer

Portuguese translation: Polímero derivado do Propileno

Advertisement

Login or register (free and only takes a few minutes) to participate in this question.

You will also have access to many other tools and opportunities designed for those who have language-related jobs
(or are passionate about them). Participation is free and the site has a strict confidentiality policy.
GLOSSARY ENTRY (DERIVED FROM QUESTION BELOW)
German term or phrase:Propylenpolymer
Portuguese translation:Polímero derivado do Propileno
Entered by: Sonia Heidemann
Options:
- Contribute to this entry
- Include in personal glossary

13:33 Aug 7, 2004
German to Portuguese translations [PRO]
Chemistry; Chem Sci/Eng
German term or phrase: Propylenpolymer
Não encontro em sites PT o termo "polímero de propileno" ou "polímero de propeno". Por isso, as minhas propostas não devem estar correctas.
Agradecia a ajuda para este material plástico.
Sandra Almeida
Local time: 11:15
Polímero derivado do Propileno
Explanation:
Polímero derivado do Propileno, que é neste caso o polipropileno

O que são polímeros e porque são interessantes?
Química

A palavra vem do grego polumeres, que quer dizer “ter muitas partes”. Os polímeros são grandes moléculas constituídas por repetidas unidades químicas (“meros”) unidas, normalmente em linha, tal como as contas num fio. Cada “mero” é tipicamente feito de mais de 5 e menos de 500 átomos; a palavra “polímero” é aplicada quando se têm mais de 50 “meros” unidos. A maior parte dos plásticos de que é feita a tralha que preenche as nossas vidas são feitos de polímeros.


Historicamente, os polímeros têm sido usados principalmente para fazer plásticos sólidos, onde as cadeias virtualmente não se mexem. Mas hoje em dia, as pessoas sonham com novas aplicações dos polímeros líquidos onde as flutuações (movimento Browniano) e as interacções (a união ou associação de diferentes tipos de moléculas) possam desempenhar um papel mais importante.


Grande parte dos problemas de pesquisa mais importantes envolve polímeros livres de flutuar num solvente de moléculas pequenas. Naturalmente, o solvente mais importante, é também o mais difícil de perceber: a água. Uma área de pesquisa importante é a modificação das propriedades das superfícies utilizando finas coberturas poliméricas.


O céu é o limite para estas tecnologias molhadas: os organismos vivos são principalmente compostos por aminoácidos polimerizados (proteínas), ácidos nucleicos (ARN e ADN) e outros biopolímeros. Os computadores mais poderosos – os nossos cérebros – são na sua maioria uma massa disforme embebida em água salgada.


Plásticos
Alguns “meros” ubíquos são o etileno, o estireno e o acrilamido. Cada um deles pode ser polimerizado para fazer, respectivamente, polietileno (o suave plástico transparente de que são feitos os sacos de plástico), poliestireno (um plástico mais duro, geralmente branco, de que são feitos os copos de plástico) e poliacrilamido (o plástico duro e transparente de que são feitos os compact discs).


Veja no fundo de uma garrafa de plástico reciclável – talvez encontre as iniciais PE ou PS que significam polietileno ou poliestireno. Estes materiais são exemplos do que acontece aos polímeros quando eles solidificam: as cadeias são misturadas e unidas para formar materiais leves, rijos e flexíveis.
Uma maneira de pensar sobre estes materiais é pensar no que é um grande monte de esparguete cozinhado. Se o esticar um pouco, é mais ou menos elástico, mas se o puxar realmente com força, os fios de massa começam a deslizar uns pelos outros e todo o monte começa a deformar-se permanentemente. Pelo menos esta é a ideia! Isto não faz lembrar o que acontece a um saco de plástico de PE quando é esticado? Se pensar no que deve estar a acontecer ao esparguete microscópico de que é feito o saco!


Se aquecer PE ou PS a temperaturas moderadas e se as cadeias não foram unidas quimicamente (“interligadas”), então eles irão derreter e transformar-se em pastas líquidas, que são chamados de substâncias poliméricas derretidas. Alguns polímeros são substâncias derretidas até à temperatura ambiente, tal como o polidimetilsiloxano (PDMS) ou o poli(etileno-propileno) (PEP).
Lembrando que o papel é feito de celulose, que é um polímero de origem biológica, se olhar para o quarto onde se encontra, verá que uma boa fracção das coisas que lá estão são feitas de polímeros. E, claro, você também!

www.e-escola.pt/site-bin/pick4u.asp?p4u_id=39 - 9k

------------------------------------------------------------------

www.brasil.terravista.pt/ areiasbrancas/2766/org_polimeros.htm - 6k




Selected response from:

Sonia Heidemann
Grading comment
Muito obrigada a todos!

De facto não encontrava muitas referências em PT-PT na Internet e daí a minha dúvida (apenas uma "polímeroS de propileno).

4 KudoZ points were awarded for this answer

Advertisement


Summary of answers provided
4Polímero derivado do Propileno
Sonia Heidemann
4propileno grado polímero
swisstell
1polímero baseado em propilenogian_paolo


  

Answers


8 mins   confidence: Answerer confidence 1/5Answerer confidence 1/5
polímero baseado em propileno


Explanation:


gian_paolo
Native speaker of: Native in ItalianItalian
Login to enter a peer comment (or grade)

9 mins   confidence: Answerer confidence 4/5Answerer confidence 4/5
propileno grado polímero


Explanation:
siehe diverse Google Eintragungen u.a. wie unten angegeben


    Reference: http://www.analitica.com/vas/1999.10.3/petrotips/14.htm
swisstell
Italy
Local time: 12:15
Native speaker of: German
Login to enter a peer comment (or grade)

40 mins   confidence: Answerer confidence 4/5Answerer confidence 4/5
Polímero derivado do Propileno


Explanation:
Polímero derivado do Propileno, que é neste caso o polipropileno

O que são polímeros e porque são interessantes?
Química

A palavra vem do grego polumeres, que quer dizer “ter muitas partes”. Os polímeros são grandes moléculas constituídas por repetidas unidades químicas (“meros”) unidas, normalmente em linha, tal como as contas num fio. Cada “mero” é tipicamente feito de mais de 5 e menos de 500 átomos; a palavra “polímero” é aplicada quando se têm mais de 50 “meros” unidos. A maior parte dos plásticos de que é feita a tralha que preenche as nossas vidas são feitos de polímeros.


Historicamente, os polímeros têm sido usados principalmente para fazer plásticos sólidos, onde as cadeias virtualmente não se mexem. Mas hoje em dia, as pessoas sonham com novas aplicações dos polímeros líquidos onde as flutuações (movimento Browniano) e as interacções (a união ou associação de diferentes tipos de moléculas) possam desempenhar um papel mais importante.


Grande parte dos problemas de pesquisa mais importantes envolve polímeros livres de flutuar num solvente de moléculas pequenas. Naturalmente, o solvente mais importante, é também o mais difícil de perceber: a água. Uma área de pesquisa importante é a modificação das propriedades das superfícies utilizando finas coberturas poliméricas.


O céu é o limite para estas tecnologias molhadas: os organismos vivos são principalmente compostos por aminoácidos polimerizados (proteínas), ácidos nucleicos (ARN e ADN) e outros biopolímeros. Os computadores mais poderosos – os nossos cérebros – são na sua maioria uma massa disforme embebida em água salgada.


Plásticos
Alguns “meros” ubíquos são o etileno, o estireno e o acrilamido. Cada um deles pode ser polimerizado para fazer, respectivamente, polietileno (o suave plástico transparente de que são feitos os sacos de plástico), poliestireno (um plástico mais duro, geralmente branco, de que são feitos os copos de plástico) e poliacrilamido (o plástico duro e transparente de que são feitos os compact discs).


Veja no fundo de uma garrafa de plástico reciclável – talvez encontre as iniciais PE ou PS que significam polietileno ou poliestireno. Estes materiais são exemplos do que acontece aos polímeros quando eles solidificam: as cadeias são misturadas e unidas para formar materiais leves, rijos e flexíveis.
Uma maneira de pensar sobre estes materiais é pensar no que é um grande monte de esparguete cozinhado. Se o esticar um pouco, é mais ou menos elástico, mas se o puxar realmente com força, os fios de massa começam a deslizar uns pelos outros e todo o monte começa a deformar-se permanentemente. Pelo menos esta é a ideia! Isto não faz lembrar o que acontece a um saco de plástico de PE quando é esticado? Se pensar no que deve estar a acontecer ao esparguete microscópico de que é feito o saco!


Se aquecer PE ou PS a temperaturas moderadas e se as cadeias não foram unidas quimicamente (“interligadas”), então eles irão derreter e transformar-se em pastas líquidas, que são chamados de substâncias poliméricas derretidas. Alguns polímeros são substâncias derretidas até à temperatura ambiente, tal como o polidimetilsiloxano (PDMS) ou o poli(etileno-propileno) (PEP).
Lembrando que o papel é feito de celulose, que é um polímero de origem biológica, se olhar para o quarto onde se encontra, verá que uma boa fracção das coisas que lá estão são feitas de polímeros. E, claro, você também!

www.e-escola.pt/site-bin/pick4u.asp?p4u_id=39 - 9k

------------------------------------------------------------------

www.brasil.terravista.pt/ areiasbrancas/2766/org_polimeros.htm - 6k







    www.fct.mces.pt/projectos/pub/2000/index. asp?dados=true&ficha=true&pID=32775&areaID=19 - 10k -
Sonia Heidemann
Specializes in field
Native speaker of: Portuguese
PRO pts in category: 20
Grading comment
Muito obrigada a todos!

De facto não encontrava muitas referências em PT-PT na Internet e daí a minha dúvida (apenas uma "polímeroS de propileno).
Login to enter a peer comment (or grade)




Return to KudoZ list


KudoZ™ translation help
The KudoZ network provides a framework for translators and others to assist each other with translations or explanations of terms and short phrases.



See also:



Term search
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs
  • Forums
  • Multiple search