Dicas de administração para a tradução freelancer

ProZ.com Translation Article Knowledgebase

Articles about translation and interpreting
Article Categories
Search Articles


Advanced Search
About the Articles Knowledgebase
ProZ.com has created this section with the goals of:

Further enabling knowledge sharing among professionals
Providing resources for the education of clients and translators
Offering an additional channel for promotion of ProZ.com members (as authors)

We invite your participation and feedback concerning this new resource.

More info and discussion >

Article Options
Your Favorite Articles
Recommended Articles
  1. ProZ.com overview and action plan (#1 of 8): Sourcing (ie. jobs / directory)
  2. Getting the most out of ProZ.com: A guide for translators and interpreters
  3. Does Juliet's Rose, by Any Other Name, Smell as Sweet?
  4. The difference between editing and proofreading
  5. El significado de los dichos populares
No recommended articles found.
Popular Authors
  1. Juliana Moreira (X)
  2. Eva Villarreal Gutiérrez
  3. agapiontek
  4. Roomy Naqvy
  5. Anna Astar
No popular authors found.

 »  Articles Overview  »  Business of Translation and Interpreting  »  Business Issues  »  Dicas de administração para a tradução freelancer

Dicas de administração para a tradução freelancer

By Antonio Santos | Published  04/6/2018 | Business Issues | Recommendation:
Contact the author
Quicklink: http://www.proz.com/doc/4490
Author:
Antonio Santos
Brazil
English to Portuguese translator
 

See this author's ProZ.com profile
  Se vocês querem mesmo ser tradutores ou qualquer tipo de profissional freelancer de verdade, é melhor começar a levar a coisa toda a sério e de fato começar a encarar a atividade de vocês como um negócio de verdade.

E ao contrário do que muitos pensam, empresários não têm tanto tempo livre como muitos pensam. Pelo menos não nos primeiros dias de vida do negócio.

Dica nº 1: Princípio da entidade
Lá nos meus primeiros dias de faculdade em 2006/07, um dos meus professores de Administração explicava um dos Princípios contábeis mais importante para nós tradutores, freelancers e “eupresários”. O princípio da entidade, e mal eu sabia o quanto isso seria útil para minha vida profissional no futuro.

A Resolução CFC 750/93, em seu Art 4º, fala que: “O Princípio da ENTIDADE reconhece o Patrimônio como objeto da Contabilidade e afirma a autonomia patrimonial, a necessidade da diferenciação de um Patrimônio particular no universo dos patrimônios existentes, independentemente de pertencer a uma pessoa, um conjunto de pessoas, uma sociedade ou instituição de qualquer natureza ou finalidade, com ou sem fins lucrativos. Por consequência, nesta acepção, o Patrimônio não se confunde com aqueles dos seus sócios ou proprietários, no caso de sociedade ou instituição”.

Resumidamente, o Princípio da entidade esclarece a importância de não se misturar a as contas da empresa com as contas pessoais.

Dica nº 2: Faça uma planilha descrevendo os seus custos e os custos do seu negócio
Sabendo o que é o Princípio da entidade, a primeira coisa que você deve fazer para estruturar o seu negócio é definir qual é o valor dos seus custos.

Crie uma planilha descrevendo todos os gastos que você tem ao colocar o seu negócio de tradução para girar.

Por exemplo: Hospedagem de site, Proz.com, CAT Tool, livros, softwares, etc. 

Em seguida, defina o quanto você quer ganhar de salário, e dessa vez, descreva todos os custos necessários para manter o seu padrão de vida:  Supermercado, contas de água, luz e telefone; lazer prestações do carro, etc. Nada que uma planilha de finanças pessoais não possua.

Muitos tradutores e profissionais freelancers não sabem a importância dessas duas planilhas, mas em breve eu vou disponibilizar um modelo da planilha que eu uso para descrever os meus custos para vocês aqui.

Eu sei que muitos de nós trabalhamos de casa e que muitos desses custos acabam se misturando. Tente separar ao máximo quais custos são seus e quais são do seu negócio, o importante aqui é definir um único valor que será o seu ponto de equilíbrio.

Crie uma conta bancária somente para o seu negócio
Dica nº 3: Ponto de equilíbrio
Para explicar de forma bem simples, o Ponto de equilíbrio é uma expressão utilizada para indicar o valor necessário para equilibrar os custos e as receitas de uma empresa.

Significa que os seus custos são iguais à sua receita, ou seja, você não está nem no prejuízo nem no lucro.

Lembram-se da planilha da dica nº 2? Após descrever todos os seus custos e os custos do seu negócio você deve somar os dois valores finais.

Suponhamos que a soma das duas planilhas seja de R$4.000,00.

Sendo R$1.000,00 os custos do seu negócio e R$3.000,00 o seu salário.

Se você faturar R$4.000,00 com seus serviços de tradução nesse mês significa que você vai cobrir todos os custos sem ter que tirar dinheiro do próprio bolso ou do caixa da empresa para cobrir estes gastos.

O seu Ponto de Equilíbrio é R$4.000,00.


Com o ponto de equilíbrio definido, nós podemos passar para a...

Dica nº 4: Pró-labore


Nós "eupresários" temos que definir uma pró-labore (uma espécie de salário que o proprietário da empresa recebe como remuneração pelos seus serviços).

E você deve estar se perguntando: “Mas Antonio, para que eu vou me dá o trabalho de fazer tudo isso?”

E eu te digo que se você quer levar o seu negócio a sério e conseguir os melhores clientes, aqueles que pagam bem e mandam trabalho para vocês todos os meses, é melhor você definir uma pró-labore como qualquer outro empresário de verdade.

Além do mais, é exatamente assim que nos protegemos das armadilhas do período de “vacas magras”.

Após pagar todos os custos relacionados ao seu negócio (R$ 1.000,00) de acordo com as planilhas que você criou, chegou a hora do "faz me rir".

O valor de R$3.000,00 é o valor da sua pró-labore, o seu salário mensal.

Retire esse valor da sua conta de recebimentos (a conta da sua empresa) e coloque-o na sua conta pessoal.

Como se fosse um salário mesmo.

Dessa forma, você consegue manter uma quantia em dinheiro na conta que você criou para o seu negócio (Caixa) e se preparar para os imprevistos.

Suponhamos que em um determinado mês, você tenha conseguido faturar R$9.000,00 com seus serviços de tradução.

Maravilha, não é mesmo?

Só que no mês seguinte a bendita da vaca resolve entrar no crossfit para perder alguns quilinhos e acaba conseguindo emagrecer bastante.

Você só consegue faturar R$2.000,00 neste mês.

Como vocês são inteligentes, já devem ter percebido onde quero chegar com essa explicação, basta retirar os R$1.000,00 que estão faltando da conta da empresa para manter a pró-labore de R$3.000,00 e cobrir os seus custos mensais.



Conclusão:
Como toda empresa de verdade, é importante estruturar o seu negócio como se fosse uma empresa de verdade, e quanto mais cedo você o fizer, mais rápido você vai ter sucesso.


Copyright © ProZ.com, 1999-2019. All rights reserved.
Comments on this article

Knowledgebase Contributions Related to this Article
  • No contributions found.
     
Want to contribute to the article knowledgebase? Join ProZ.com.


Articles are copyright © ProZ.com, 1999-2019, except where otherwise indicated. All rights reserved.
Content may not be republished without the consent of ProZ.com.




Your current localization setting

English

Select a language

All of ProZ.com
  • All of ProZ.com
  • Term search
  • Jobs
  • Forums
  • Multiple search